Apendicite: sintomas que você deve conhecer

· 15 de março de 2015
Para verificar se a sua dor se deve a uma apendicite ou simplesmente a gases, basta pressionar a fossa ilíaca direita. Se a dor sumir, são gases.

São muitas as pessoas que são internadas com urgência quando apresentam um caso de apendicite, por isso, é sempre bom conhecer os sintomas prévios para estar alerta sobre o caso.

A apendicite é basicamente uma inflamação do apêndice. Pode ocorrer em crianças e adultos. Por isso, hoje queremos convidá-lo a conhecer os sintomas que nos indicam que estamos sofrendo uma apendicite.

Sintomas para reconhecer a apendicite

Sintomas para reconhecer a apendicite

1. O tipo de dor

  • A dor tende a se iniciar no umbigo mas, pouco a pouco, se estende até a parte inferior direita do abdômen, um pouco acima do quadril.
  • Quando comprimimos essa área, a dor é muito mais intensa, mais aguda e insuportável.
  • Nosso estômago fica um tanto rígido. Temos uma estranha sensação de “plenitude”, basta apertar um pouco o abdômen e notaremos de imediato uma firmeza e dureza pouco comum. Por que isso ocorre? Ocorre devido a uma inflamação intestinal, onde o apêndice, talvez infectado, pode gerar graves problemas.
  • É possível que, ao andar, essa dor na altura do quadril seja mais incisiva e aguda. Lembre-se que é sempre no lado direito.
  • O único momento em que notaremos alívio será ao deitar sobre o lado direito. Quando deitamos, esse incômodo para por um momento.
  • Tente tossir. Se, ao fazê-lo, você notar uma grande dor ou queimação no abdômen, é um sintoma claro de uma inflamação nessa área do abdômen.
  • Você deve ter em mente que, se sentir alguns desses sintomas, é muito provável que, entre 12 e 24 horas se tornem mais agudos e precisem de cuidados urgentes.

Leia também: 5 remédios caseiros para a dor abdominal

2. Sintomas secundários que acompanham a dor abdominal

  • A febre. É muito importante. Quando a dor do lado direito estiver acompanhada de febre, procure um médico imediatamente.
  • Prisão de ventre. Esta infecção no apêndice causa sempre pequenas alterações intestinais. É muito frequente sofrer períodos de prisão de ventre, inclusive, é possível que, ao forçar a evacuação, surja de imediato uma dor bastante forte.
  • Perda de apetite. A apendicite causa uma sensação muito incômoda de saciedade. Comer pouco já é o suficiente para se sentir cheio.
  • Os vômitos, o mal-estar geral e o cansaço geralmente também acompanham os sintomas da apendicite. São indícios que podem aparecer, inclusive, poucos dias antes da dor ficar insuportável.

O que causa a apendicite?

O que causa a apendicite?

1. Hiperplasia de folículos linfoides:

O nome é complicado, mas é fácil de entender. Trata-se de algo muito similar ao que ocorre com nossas amígdalas na faringe. São elementos que têm importante função no apêndice, mas quando inflamam, crescem e chegam a obstruí-lo, gerando infecção e febre. Esses processos de infecção geralmente acontecem entre os 8 e os 30 anos de idade.

2. Resíduos

Em certas ocasiões, essa parte do intestino acaba acumulando muitos resíduos do processo fecal, gerando uma obstrução e consequentemente uma infecção.

Deve-se ter em mente que, sofrer períodos de constipação muito contínuos pode gerar este mesmo problema. Lentamente o intestino vai ficando preguiçoso, causando inflamações e infecções.

3. Inflamações

As paredes do apêndice são revestidas com pequenos elementos chamados de folículos linfoides. Em certos casos, alguma doença ou elementos estranhos deixam bactérias se aderirem a esses folículos, infectando-os. É algo muito comum de ocorrer

Não deixe de cuidar de sua alimentação. Com isso, não queremos dizer que poderemos evitar a apendicite, mas pode reduzir as chances de ocorrência. Depurar bem o seu organismo e evitar sofrer numerosos episódios de constipação é algo essencial para a nossa saúde em geral.

Recomendamos a leitura deste artigo: Dieta surpreendente recomendada para depurar o intestino

Beba líquidos, consuma fibras, vegetais e frutas frescas, sem se esquecer dos excelentes benefícios dos alimentos probióticos. Alimentos como o kefir ou o iogurte grego dispõem de propriedades muito adequadas para nos fornecer boas bactérias capazes de nos proteger.

Outro recurso que você não deve esquecer é consumir, por exemplo, todas as manhãs, um copo de água morna com limão. Ajuda a nos depurar, a nos livrar dessas toxinas negativas e nos proporciona excelentes vitaminas para começar o dia.

  • Stringer, M. D. (2017). Acute appendicitis. Journal of Paediatrics and Child Health. https://doi.org/10.1111/jpc.13737
  • Petroianu, A. (2012). Diagnosis of acute appendicitis. International Journal of Surgery. https://doi.org/10.1016/j.ijsu.2012.02.006
  • Leung, A. K. C., & Sigalet, D. L. (2003). Acute abdominal pain in children. American Family Physician. https://doi.org/10.1177/014107688007300909
  • Humes, D., & Simpson, J. (2006). Clinical review Acute appendicitis. BMJ. https://doi.org/10.1136/bmj.38940.664363.AE