7 alimentos saudáveis que você pode comer antes de treinar

28 de novembro de 2019
Graças aos seus ácidos graxos essenciais, o abacate nos oferece energia e melhora a nossa função física e mental. É um complemento ideal para tomar diariamente, já que também proporciona saciedade.

Muitas pessoas acreditam que não devemos comer nada antes do treino. Mas a verdade é que comer certos alimentos saudáveis ​​antes do exercício pode ser muito positivo. Dessa maneira, o desempenho seria aprimorado e mais benefícios seriam obtidos durante a prática.

Quando atividades com alto nível de desempenho são realizadas, é essencial incluir algumas proteínas, gorduras e alguns carboidratos na dieta (como diz este estudo da Clínica Las Condes, no Chile). 

Obviamente, você não deve comer momentos antes de começar a treinar ou a caminho da academia. Idealmente, consuma os alimentos entre meia e uma hora antes de começar. Dessa maneira, o corpo terá tempo para aproveitá-los como fonte de energia.

Os 7 melhores alimentos ​​saudáveis para o rendimento físico

De qualquer forma, se você já definiu o seu plano de treinamento e deseja saber o que deve comer antes de iniciar o treinamento, não perca os 7 alimentos saudáveis ​​a seguir. Você vai adorar!

1. Sucos de frutas e vegetais

Suco antes de treinar

Sem dúvida, os sucos de frutas e vegetais verdes são uma das maiores fontes de energia natural que podem nos preparar para aumentar o rendimento durante o exercício.

Essas bebidas são refrescantes e são digeridas com muita facilidade, auxiliando o metabolismo para queimar gordura mais facilmente.

Eles podem ser preparados misturando vegetais como:

  • Espinafre. Eles são uma grande fonte de fibra alimentar, de acordo com este estudo do Hospital La Fuenfría (Madri).
  • Couve.
  • Brócolis. É uma ótima fonte de vitamina C, antioxidante e com capacidade de melhorar a absorção de ferro, de acordo com este relatório do National Institutes of Health.
  • Salsinha. Segundo essa pesquisa realizada pela Universidade Nacional de San Marcos (Peru), em roedores, poderia funcionar como um hepatoprotetor.
  • Aipo. De acordo com este estudo, é purificador e recomendado para a limpeza renal.

Além disso, também podemos acrescentar frutas como:

  • Banana. É rica em potássio.
  • Maçã. Este estudo realizado pela Universidade de Talca (Chile) relaciona a maçã a uma capacidade cardioprotetora.
  • Kiwi. De acordo com esta pesquisa realizada pela Universidade Complutense de Madri, essa fruta é muito rica em vitamina K, responsável pela formação de tecidos, segundo afirma o National Institutes of Health.
  • Abacaxi. Segundo este estudo da Universidade de Mangalayatan, ele possui efeitos analgésicos e anti-inflamatórios e protege o sistema imunológico.

2. Sementes de chia

O consumo de sementes e chia se tornou popular pois são ricas em propriedades nutricionais que oferecem grandes benefícios para a saúde.

Elas contêm ácidos graxos essenciais ômega 3, fibras, proteínas e minerais que contribuem para fortalecer o corpo enquanto oferecem energia.

No entanto, este estudo realizado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro considera insuficientes as informações existentes sobre a sua relação com a saúde cardiovascular.

Hoje em dia é muito fácil encontrá-las nos supermercados e seu preço é bastante modesto. O melhor é que não é preciso comer grandes quantidades para aproveitar as suas propriedades; com uma pequena colher acrescentada aos sucos já usufruiremos de seus benefícios, por exemplo.

Leia também: 10 benefícios das sementes de chia

3. Abacate

Abacate antes de treinar

É delicioso e conta com dezenas de benefícios para a saúde geral do corpo. O abacate contém ácidos graxos essenciais, vitaminas, antioxidantes e outros nutrientes que apoiam todo tipo de dieta.

Por seu aporte calórico, é um complemento perfeito para energizar o corpo naturalmente e melhorar a sua função física.

O consumo diário de abacate contribui para regular os níveis de colesterol, de acordo com este estudo realizado pela Universidade de Zulia (Venezuela).

4. Ovos

Os ovos deixaram de ser os vilões e já foi comprovado que seu consumo regular ajuda a melhorar a saúde cardiovascular, como afirma este estudo da Pontifícia Universidade Católica do Chile.

Os ovos são uma fonte natural de proteínas e perfeitos para comer no café da manhã, principalmente se o treinamento for realizado na parte da manhã.

5. Aveia

Aveia antes de treinar

A aveia é um dos alimentos com maior teor de fibras alimentares. Este cereal, considerado um dos mais completos, contribui para estabilizar os níveis de açúcar no sangue (como apoiado por este estudo do Centro Universitário UNIVATES do Brasil) e auxilia o metabolismo para facilitar a transformação de gordura em energia.

É pobre em calorias e, graças às suas gorduras saudáveis, protege o coração e favorece a regulação do colesterol.

Leia também: 4 receitas de aveia imprescindíveis

6. Frutos secos

Os frutos secos contêm menos água em comparação com as frutas frescas e isso explica porque são mais concentrados caloricamente.

Para equilibrar isso, é essencial saber que os frutos secos são uma grande fonte de proteínas, gorduras saudáveis e antioxidantes que apoiam a dieta.

No caso dos esportistas, eles costumam ser uma excelente escolha para diminuir a fome, já que são muito saciantes e atuam como uma fonte natural de energia.

Por outro lado, seu alto teor de fibras reduz a absorção dos carboidratos, o que os converte em um complemento alimentar ideal para controlar a glicose, como afirma este estudo da Universidade Autônoma da Baixa Califórnia.

7. Iogurte grego com teor reduzido de gordura

Iogurte para comer antes de treinar

Este alimento não apenas é bom para manter a saúde da flora intestinal (como declara este estudo do Centro Médico da Universidade VU), mas também contribui para a função digestiva e evita o descontrole nos níveis de açúcar no sangue.

Porém, de acordo com este estudo da Universidade de Illinois, ainda é muito cedo para confirmar algum tipo de benefício no tratamento da diabetes tipo 2.

Lembre-se de que, seja como for, o mais importante é a motivação que você tiver para cada rotina de exercícios. Obviamente, se isso for combinado com uma boa base de alimentos saudáveis, como os mostrados acima, você poderá tirar o máximo proveito do seu corpo. 

Ao ser disciplinado e constante, você pode aproveitar ao máximo a sua saúde e forma física.

  • James Collins. What to eat on heavy training days. BBC. [Internet] (Consultado 16/10/2018). Disponible en: https://www.bbcgoodfood.com/howto/guide/what-eat-heavy-training-days
  • Jill Leckey. The best food for recovery after exercise. The guardian. [Internet] (Consultado 16/10/2018). Disponible en: https://www.theguardian.com/lifeandstyle/the-running-blog/2013/dec/13/best-food-recovery-exercise-runners-training-nutrition
  • Marcia Onzari. Fundamentos de nutrición en el deporte. El Ateneo, 2014.