Qual é a importância de uma alimentação saudável no verão?

A desidratação, a fadiga pela altas temperaturas, os desajustes digestivos e as intoxicações alimentares são problemas comuns no verão. Saiba qual é a importância de manter uma alimentação saudável nesta estação.
Qual é a importância de uma alimentação saudável no verão?

Última atualização: 22 Janeiro, 2021

Para muitas pessoas a temporada de verão é acompanhada por mudanças na rotina, incluindo a forma de se alimentar. Mas será que é importante manter uma alimentação saudável no verão?

A resposta é sim. A alimentação, como em qualquer época do ano, é decisiva para que as férias não sejam arruinadas. Além disso, permite que você volte desse período com altos níveis de energia. A seguir, confira algumas dicas interessantes.

Por que devemos prestar atenção à alimentação no verão?

Durante o verão, há diversas circunstâncias que fazem da alimentação um ponto fundamental para estar bem e aproveitar a estação ao máximo. As que têm um efeito significativo são as condições climáticas e a mudança da rotina, que pressupõem o aumento do número de horas de sol, o tempo bom e, em alguns casos, as férias.

Isso geralmente se traduz em menos descanso, mais danos à pele e um aumento no número de lanches entre as refeições com amigos ou familiares. Ainda assim, é fundamental ter em mente que uma alimentação saudável no verão é fundamental para garantir o bem-estar. Por que razão? O que devemos considerar? Vamos ver em detalhes.

Risco de desidratação

Manter uma boa hidratação é muito importante para a saúde. É imprescindível estar atento à quantidade e qualidade dos líquidos consumidos ao longo do dia. Isso se torna ainda mais relevante no verão, já que as condições climáticas são mais propícias para aumentar o risco de desidratação.

Para ajudar o corpo a repor os fluidos que perde, vale a pena promover os seguintes hábitos:

  • Beba líquidos com frequência e sempre que sentir sede, o principal sinal de alerta.
  • Escolha bebidas como água, água com gás ou infusões.
  • Evite bebidas açucaradas e álcool, pois podem promover a desidratação.
  • Coma muitas frutas e vegetais frescos que também contenham líquidos. As frutas que fornecem mais água são a melancia, o melão, a uva, o morango, o pêssego e o mamão.
Mulher bebendo água
Durante o verão, o risco de desidratação aumenta devido às altas temperaturas. Portanto, é essencial garantir a ingestão correta de líquidos.

Proteção especial para a pele

A pele é um dos órgãos mais extensos do corpo e a primeira barreira que o protege contra agressões externas. No verão, quando as temperaturas aumentam, a exposição e o risco de agressão aumentam.

Em geral, isso se deve ao fato de que a pele costuma ficar menos quente e há mais contato com agentes nocivos como os raios ultravioleta, mudanças de temperatura, o sal e o cloro das piscinas.

A nutrição ideal também pode melhorar a saúde e a aparência da pele. Conforme afirma um estudo publicado na revista Nutrients, hábitos alimentares saudáveis reduzem o risco de envelhecimento e atenuam os efeitos das agressões solares. 

Então, quais alimentos você precisa priorizar para cuidar da sua pele? Sem dúvida, aqueles que contêm mais vitaminas, minerais, gorduras saudáveis ​​e antioxidantes. Alguns exemplos são os seguintes:

  • Oleaginosas e sementes.
  • Azeite de oliva extravirgem.
  • Frutas de cor laranja, vermelha ou amarela.
  • Vegetais frescos, especialmente os verdes.
  • Carnes magras e peixes.

Diminuir a ingestão e manter a qualidade

Alguns estudos e pesquisas de ingestão espontânea mostram que, com as altas temperaturas e a umidade, há uma tendência de comer menos. Por isso, como a ingestão é menor, é mais relevante que a alimentação no verão seja mais saudável.

Assim, é necessário ingerir alimentos mais nutritivos e eliminar ao máximo todos aqueles supérfluos, que fornecem calorias e energia e poucos nutrientes. 

  • As oleaginosas, as frutas, os vegetais frescos, os peixes, os ovos, as leguminosas e os grãos integrais fornecem nutrientes.
  • Os snacks salgados, os pratos prontos industrializados, os itens de confeitaria, os pães brancos e as bebidas energéticas são ricos em calorias, açúcar e farinhas refinadas. Eles podem ter um lugar na dieta, mas não em excesso.

Rotinas e bons hábitos alimentares

Como alguns sabem, o verão e as férias podem ser momentos em que as rotinas usuais tendem a ser mais relaxadas. As alterações mais comuns geralmente estão relacionadas aos horários de sono e das refeições. Além disso, o tipo de comida e bebida escolhida também muda.

Consequentemente, no final do verão, o resultado pode ser negativo. Assim, podem surgir dificuldades para se adaptar novamente, e até mesmo problemas de desânimo e depressão. Para evitar isso, é melhor manter as mesmas rotinas em relação à dieta e aos seus horários.

Alimentação saudável
O ideal é manter bons hábitos alimentares e horários regulares para se alimentar no verão. Mudanças repentinas podem ter algumas consequências negativas.

Segurança alimentar dentro e fora de casa

Um dos objetivos de manter uma alimentação saudável no verão é evitar infecções e possíveis intoxicações. Conforme indicado pela Agência Espanhola de Segurança Alimentar, a temporada de verão é crítica no que diz respeito às intoxicações alimentares.

O exposto acima se deve ao aumento da temperatura e à maior tendência de comer fora. Minimizar esse risco é possível, especialmente quando algumas medidas de segurança são postas em prática.

  • Mantenha a higiene adequada das mãos e dos locais onde os alimentos são manuseados, antes, durante e após o cozimento.
  • Separe os alimentos crus dos cozidos.
  • Não coma alimentos perecíveis que foram armazenados em temperatura ambiente.
  • Cozinhe com a menor antecedência possível e refrigere imediatamente.
  • Mantenha boas condições de conservação e transporte dos alimentos quando consumidos fora de casa.

O que ter em mente para garantir uma alimentação saudável no verão?

Uma dieta saudável no verão passa por alguns aspectos além dos alimentos. Dentre eles, é importante destacar os horários e rotinas das refeições, observando as medidas de higiene alimentar e dando uma atenção especial à hidratação.

Tudo isso sem esquecer que, durante o verão, é preciso continuar apostando em alimentos frescos e nutritivos, que ajudam o organismo a funcionar bem e a prevenir doenças.

Pode interessar a você...
A digestão é mais pesada no verão?
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
A digestão é mais pesada no verão?

A digestão no verão é algo que pode preocupar a maioria das pessoas quando as férias começam. Nessa época, todo mundo muda a rotina, incluindo as refeições.



  • Athanasatou A, et al.. Fluctuation of Water Intake and of Hydration Indices during the Day in a Sample of Healthy Greek Adults. Nutrients. Abril 2019. 11(4):793.
  • Cao C, et al. Diet and Skin Aging-From the Perspective of Food Nutrition. Nutrients. Marzo 2020;12(3):870.
  • Nedwich JA. Summer and skin. Aust Fam Physician. 1992;21(1):35-41.
  • Katta R, Kramer M.J. Skin and Diet: An Update on the Role of Dietary Change as a Treatment Strategy for Skin Disease. Dermatology. Enero 2018. 23(1).
  • Locke A, Schneiderhan J, Zick SM. Diets for Health: Goals and Guidelines. Am Fam Physician. 2018;97(11):721-728.
  • Kim S, et al. Influence of exposure to summer environments on skin properties. Journal of the European Academy o Dermatology and Venereology. Julio 2019. 33(11):2192-2196.