Alergia ao leite e intolerância à lactose: quais são as diferenças?

31 Julho, 2020
Embora compartilhem alguns sintomas, alergia ao leite e intolerância à lactose são condições diferentes. No entanto, é fácil confundi-las. Por esse motivo, é importante saber quais são suas diferenças.
 

Certamente você já ouviu falar de algumas doenças relacionadas ao consumo de produtos lácteos. As mais mencionadas são provavelmente a alergia ao leite e a intolerância à lactose. Existem diferenças entre elas?

É essencial ter em mente que, embora ambas as condições compartilhem alguns sintomas, elas produzem efeitos diferentes no organismo. Portanto, é essencial saber diferenciá-las.

A alergia ao leite é, na verdade, uma alergia à proteína do leite de vaca, enquanto a intolerância à lactose é a dificuldade em absorver o açúcar presente no leite, que é a lactose.

O que o leite contém?

O leite contém vários nutrientes, que são:

  • Proteínas: caseína e soro de leite
  • Carboidratos: lactose (composta de glicose e galactose)
  • Gorduras e vitaminas

Além desses nutrientes, o leite contém água.

Descubra: Quais são os produtos lácteos com menos lactose?

Você conhece a diferença entre alergia ao leite e intolerância à lactose?
O leite contém importantes nutrientes, como proteínas, carboidratos, gorduras e vitaminas.

Alergia ao leite ou intolerância à lactose?

A alergia ao leite é uma condição costuma ser causada pela proteína do leite. O leite de vaca é a causa usual de alergia ao leite, mas o leite de ovelha, cabra, búfala e outros mamíferos também podem causar essa reação.

 

Por outro lado, a intolerância ocorre diretamente devido ao carboidrato ou açúcar do leite, chamado lactose, que por sua vez é composta de glicose e galactose (são moléculas simples).

O que acontece no caso de intolerância à lactose é que o corpo não produz uma enzima chamada lactase, que é responsável por permitir sua decomposição e absorção.

A diferença fundamental é que a alergia é uma reação mediada pelo sistema imunológico do corpo, e no caso de intolerância a resposta imune não existe. Sendo a alergia menos comum que a intolerância.

A outra diferença básica é que cada uma dessas doenças é causada por uma fração diferente do leite. Uma delas é para proteínas e a outra para o açúcar ou hidrato. A intolerância ao leite requer um tratamento diferente do de uma alergia.

Não deixe de ler também: Sobremesas sem lactose para o seu filho

Alergia ao leite e intolerância à lactose: sintomas mais comuns

Entre alergia ao leite e intolerância à lactose, existem diferenças nos sintomas? Sinais e sintomas comuns de intolerância às proteínas do leite ou intolerância à lactose incluem problemas digestivos como inchaço, gases ou diarreia após consumir leite ou produtos lácteos.

Na alergia, as consequências podem ser fatais, dependendo da sensibilidade e da resposta do sistema imunológico. Para determinar o diagnóstico de um ou de outro, é necessário realizar um correto questionário ao paciente e testes específicos para observar a reação ao consumo de leite e de seus derivados.

 
Evitar o consumo de lácteos no caso de alergia
Existem algumas semelhanças entre os sintomas de alergia e intolerância à lactose. No entanto, as alergias podem ser fatais, dependendo do nível de sensibilidade.

Precauções

Se você já tiver um diagnóstico médico de alguma dessas doenças, é importante verificar os rótulos não apenas dos alimentos, mas também dos medicamentos que você toma.

Existem muitos alimentos que podem dizer “livre de” ou “vegano“, mas ficamos surpresos ao ler na lista de ingredientes a indicação de que podem conter vestígios de leite ou lactose.

Da mesma forma, alguns medicamentos contêm lactose como excipiente para sua fabricação. Para saber quais são, você deve consultar esta lista publicada na revista SVR e ler a bula.

Agora, em ambas as condições, é importante seguir uma dieta adequada. Por isso, parte do tratamento deve ser indicado por um nutricionista. Esse profissional será responsável por determinar a dieta com base nas características individuais de cada paciente. Tenha isso em mente!

 
  • Arroyo Villarino M, Alcedo Gonzalez J. Intolerancia a la lactosa: diagnóstico y tratamiento. La medicina hoy.2004; 66: 46-50
  • Walsh J, Meyer R, Shah N, Quekett J, Fox AT. Differentiating milk allergy (IgE and non-IgE mediated) from lactose intolerance: understanding the underlying mechanisms and presentations. Br J Gen Pract. 2016;66(649):e609–e611. doi:10.3399/bjgp16X686521
  • Edwards CW, Younus MA. Cow Milk Allergy. [Updated 2019 Jun 15]. In: StatPearls [Internet]. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; 2019 Jan-. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK542243/
  • Deng Y, Misselwitz B, Dai N, Fox M. Lactose Intolerance in Adults: Biological Mechanism and Dietary Management. Nutrients. 2015;7(9):8020–8035. Published 2015 Sep 18. doi:10.3390/nu7095380