8 conselhos para cuidar da pele na menopausa

As alterações hormonais que ocorrem durante a menopausa podem acelerar o processo de envelhecimento da pele. Portanto, é importante reforçar o cuidado e usar produtos nutritivos e reafirmantes
8 conselhos para cuidar da pele na menopausa

Última atualização: 06 Janeiro, 2021

Existem alguns hábitos saudáveis ​​que podem ajudar a cuidar da pele durante a menopausa para neutralizar os efeitos que ela sofre devido a alterações hormonais. Embora os sinais de envelhecimento sejam inevitáveis ​​nesse estágio, alguns cuidados retardam o processo.

Os tecidos dérmicos vão perdendo sua firmeza, porque ao longo dos anos reduz o colágeno e a elastina. No entanto, mantendo uma boa rotina de saúde e beleza você pode diminuir a intensidade desses efeitos, para que a pele permaneça bonita por mais tempo.

Embora existam produtos cosméticos profissionais que minimizam a presença de rugas, nenhum terá bons efeitos se outros cuidados não forem aplicados. O que mais deve ser levado em conta para cuidar da pele na menopausa? Nós compartilhamos algumas dicas.

Dicas básicas para cuidar da pele da menopausa

Com a chegada da menopausa há muitas mudanças físicas e emocionais nas mulheres. Alguns são mais fáceis de lidar do que outros, mas, em última análise, as alterações dermatológicas costumam causar preocupação.

De fato, alguns dos dos mais odiados, sem dúvida, são as alterações dermatológicas e o envelhecimento da pele, que ocorre por causa da diminuição dos hormônios femininos e colágeno.

O aparecimento de rugas e manchas, a redução da elasticidade e a produção de óleos naturais, assim como o aparecimento de imperfeições relacionadas à flacidez e ao excesso de ressecamento são mudanças ingratas para a mulher e que causam incômodo.

Como agir para minimizar esses efeitos? Vamos descobrir a seguir com mais detalhes.

1. Proteger a pele do sol

Proteja a pele do sol na menopausa

Embora a proteção solar seja essencial em qualquer idade, durante a menopausa é primordial reforçar os cuidados. Como os tecidos são mais fracos, a exposição direta ao sol não é conveniente sem primeiro usar um filtro solar de boa qualidade.

A Dra. Rocío Gil Redondo indica que a fotoproteção é essencial para cuidar da saúde da pele e prevenir o envelhecimento precoce. Portanto, lembre-se de que é altamente recomendável aplicá-lo diariamente, mesmo em dias nublados.

2. Aumentar o consumo de água

Os sinais de desidratação são mais evidentes durante a menopausa, devido à redução de óleos produzidos por alterações hormonais. Sendo assim, para evitar que a pele fique seca ou áspera, é essencial água suficiente ao longo do dia, em função da sua sede (mesmo no verão, como recomenda o especialista em nutrição, Julio Basulto).

3. Adotar uma dieta saudável

Muitas mulheres cometem o erro de seguir uma dieta hipocalórica durante a menopausa por medo de ganhar peso. No entanto, longe de fornecer qualquer benefício, esses planos podem afetar tanto a saúde quanto a beleza.

Para que deficiências nutricionais não afetam a beleza da pele, o ideal é optar por uma dieta saudável e equilibrada, que contenha todos os grupos de nutrientes. Deve incluir proteínas, ácidos graxos e fontes de antioxidantes.

4. Usar produtos esfoliantes

Há quem afirme que o menos conveniente para a pele na menopausa é o acúmulo excessivo de células mortas e impurezas em sua superfície, ou seja, na epiderme.

Acredita-se que isso possa dificultar a oxigenação dos tecidos e o processo de regeneração celular. Portanto, para que a derme permaneça hidratada e macia, há quem considere que é melhor esfoliar a pele de vez em quando.

Nota importante: nem toda pele precisa ser esfoliada com a mesma regularidade. Portanto, é imprescindível consultar um dermatologista antes de fazer esse tipo de procedimento, mesmo com receitas caseiras. Ao esfoliar a pele seca, por exemplo, você pode irritá-la e expô-la a muitos outros desconfortos, em vez de ajudar a melhorar sua aparência.

5. Evitar o cigarro

Para parar de fumar, é importante jogar fora os cinzeiros e qualquer item que lembre o ato de fumar.

Há muitas razões para evitar o cigarro quando você chega na menopausa. De fato, o ideal é nunca ter começado a fumar.

O cigarro é um dos piores inimigos da saúde cutânea. Seu consumo aumenta a presença de rugas na pele e lhe agrega mais ressecamento. Para não falar em sua relação direta com várias doenças pulmonares.

6. Aplicar loções firmadoras

Atualmente, existem muitas loções com propriedades firmadoras, que podem ajudar a firmar a pele em suas áreas mais sensíveis. Esses produtos, que podem ser profissionais ou naturais, evitam que as rugas fiquem evidentes em áreas como o rosto, pescoço, e colo.

7. Comer de maneira saudável e incluir fontes de fitoestrogênios na dieta

Alimentos e suplementos com fitoestrogênios, como isoflavonas de soja, ajudam a minimizar o impacto negativo da mudança hormonal na menopausa. Por outro lado, ajudando a regular os níveis de estrogênio, desaceleram a deterioração dos tecidos da pele. Esses produtos devem ser consumidos sob supervisão médica, pois alguns produzem efeitos colaterais.

8. Usar máscaras regularmente

Sua aplicação hidrata os tecidos e ajuda a reduzir as pequenas agressões que influenciam no rápido aparecimento das rugas. Além disso, graças aos seus antioxidantes, gorduras, e aminoácidos, são ideais para preservar a firmeza. Alguns ingredientes comuns para o preparo de máscaras são:

  • Abacate.
  • Iogurte natural.
  • Azeite de oliva e aveia.
  • Óleo de coco com aloe vera.
  • Banana, com mel de abelhas

Você quer um tratamento personalizado?

Se você deseja um tratamento especializado para cuidar da pele durante a menopausa, consulte o seu dermatologista. O profissional sempre poderá dizer o que é melhor para você e por quê.

Lembre-se de que não é recomendável aplicar remédios naturais sem autorização, pois você pode sofrer reações adversas e agravar os problemas que deseja tentar resolver com essas aplicações.

Pode interessar a você...
5 produtos naturais para controlar a menopausa
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
5 produtos naturais para controlar a menopausa

Antes de consumir esses remédios para controlar a menopausa, é aconselhável consultar seu ginecologista, especialmente se estiver seguindo outro tratamento.