7 tipos de dores que podem ser causadas pelo seu estado emocional

24 de setembro de 2017
Há muitas dores que poderiam desaparecer se começássemos a levar um pouco mais em conta nosso mundo interior e emocional e dedicássemos mais tempo a gerenciá-lo.

Nosso estado emocional têm um grande poder sobre o nosso corpo. Se não expressarmos as emoções no momento adequado, elas podem se transformam em dores emocionais que podem se tornar crônicas.

As dores crônicas mais comuns afetam áreas como o pescoço, as costas e a cabeça. Além disso, também podemos ter bruxismo, taquicardia e úlceras ou outros problemas de estômago.

Há diferentes estudos que evidenciam a relação existente entre problemas emocionais e a saúde física. Assim, foi encontrada uma relação entre as dores crônicas e o estresse ou traumas não superados.

É importante conhecer nosso interior para poder enfrentar essas emoções e não escondê-las com medicamentos.

É preciso saber quais problemas emocionais estão causando as dores físicas. Você vai conseguir fazer isso ao se conectar com sua verdadeira identidade e essência.

Tipos de dores emocionais que podem ser causadas pelo seu estado emocional

1. Dor nos dentes

Ocorre quando você não se sente confortável diante de uma situação, ou não encontra uma maneira de sair dela.

Você sente pressão, agonia, e seu estado emocional pode incentivar esta dor.

Permita que a energia flua e não lute contra a dor. Tudo passa, tudo se transforma.

Leia também: Dor de dentes? Descubra 3 receitas caseiras para tratá-la

2. Dor de cabeça

A dor de cabeça pode ser causada pelo seu estado emocional

 

As dores de cabeça podem ocorrer por estresse, mas também por não expressar suas emoções.

É preciso tomar um tempo para clarear a cabeça e deixar que tudo passe. Descansar um pouco ou sair para caminhar podem ser boas opções.

3. Dor no pescoço e nas cervicais

As dores no pescoço aparecem quando você guarda rancor, raiva, por isso sente rigidez.

É importante buscar o perdão, tanto em relação a si mesmo quanto aos demais.

Também pode aparecer quando você tem problemas para se comunicar ou para ser ouvido. Está muito relacionado aos medos e à falta de perdão e aceitação de si mesmo.

4. Dor nos ombros

A dor nos ombros pode ser causada pelo estado emocional

Neste caso sentimos uma carga muito pesada, como uma mochila que carregamos nas costas para todos os lados, cargas com problemas nossos e de outras pessoas.

Lembre-se de que não se pode carregar o mundo inteiro em seus ombros. Deixe que cada um seja responsável por seus próprios problemas.

É fundamental pensar um pouco em si mesmo, e esta é a única maneira de minimizar o peso.

5. Dor no estômago

Ocorre quando você está em uma situação incômoda, não é capaz de digerir os acontecimentos que estão ocorrendo em sua vida.

Podem estar acontecendo situações que você não esperava, nas quais você não está disposto a ceder ou não aceita bem as mudanças.

É fundamental aceitar os demais e admitir que há diferentes maneiras de ver a vida. Assim você poderia se abrir, ser mais tolerante e, definitivamente, mais feliz.

Não deixe de ler: O que nosso corpo está dizendo quando o estômago dói?

6. Dor na região lombar

A dor na região lombar pode ser causada pelo estado emocional

As dores na região lombar podem aparecer se você está enfrentando problemas financeiros, que lhe causem muito estresse.

Podem surgir se você sente que é responsável por outras pessoas que dependem de você.

Também pode acontecer que você esteja se sentindo sozinho, que não seja capaz de delegar as obrigações aos outros, e por isso sente um peso maior.

É muito importante saber delegar responsabilidades para não tentar abraçar tudo e prejudicar a sua saúde. Assim você poderá viver de forma mais livre e leve.

7. Dor nas mãos

As mãos são a maneira que temos de nos conectarmos com o mundo.

Se você sente dores frequentes nas mãos, isso pode representar algo que você deseja, mas que é difícil alcançar.

Você não está conseguindo chegar a este objetivo sozinho, ou também pode ser que se sinta ligado a alguém ou alguma situação que, por algum motivo, não deixa ir.

É importante desapegar do que nos faz mais mal do que bem.

Lembre-se de que o mais importante é estar saudável e feliz.

  • Almagiá, E. (2003). Influencia del estado emocional en la salud física. Terapia psicológica21(1), 38.