7 razões pelas quais você deveria comer maçã verde em jejum

19 Novembro, 2020
A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda consumir várias frutas por dia para manter uma boa dieta. Para adotar esse bom hábito, podemos começar comendo um pedaço de maçã verde em jejum.

Comer uma maçã verde em jejum todos os dias pode ser um excelente hábito para começar o dia com entusiasmo. Não tanto pelo fato de a maçã ser verde, mas porque é uma fruta rica em vários nutrientes e uma fonte natural de energia. 

Embora tenha sido demonstrado que todas as variedades de maçãs sejam recomendadas para complementar a dieta, é dito que a maçã verde, em particular, pode ser uma boa aliada no dia a dia, pois considera-se que ela ajuda a obter melhores resultados na hora de perder peso (e depois mantê-lo saudável).

Costuma-se dizer que a maçã verde se destaca por sua baixa ingestão calórica e alta concentração de fitonutrientes, que lhe conferem vantagens sobre outros tipos dessa fruta. Além disso, a maçã verde tem um sabor ácido inconfundível, o que é muito refrescante.

A seguir, falaremos sobre 7 razões para você consumi-la com mais frequência.

Segundo dados da Fundação Espanhola de Nutrição, a maçã é uma fruta que contém uma certa quantidade de potássio e vitamina C, que contribuem para a dieta. 

Por outro lado, esta fruta também é uma fonte de flavonoides, procianidinas e ácidos orgânicos. No entanto, geralmente se destaca por sua contribuição de fibras, o que ajuda a manter um bom trânsito intestinal e contribui para o bem-estar geral.

Recomenda-se consumir uma maçã verde com o estômago vazio ou nas primeiras horas da manhã, para fornecer ao corpo a energia necessária para desempenhar todas as suas funções.

1. Uma maçã verde pode ajudar você a perder peso

Maçã verde em jejum

 

Uma maçã verde oferece apenas 80 calorias aproximadamente. Apesar disso, o seu conteúdo de carboidratos e aminoácidos faz com que seja uma importante fonte de energia.

  • Ao consumir esta fruta em jejum, você oferece ao corpo uma alta concentração de fibras que, além de melhorar a digestão, prolonga a sensação de saciedade.
  • Seus nutrientes colocam em curso o metabolismo desde as primeiras horas do dia e, graças a isso, ajudam a queimar calorias com mais facilidade.

2. Previne a diabetes

Incluir esta fruta na alimentação diária é uma forma simples e efetiva de reduzir o risco de diabetes ou mantê-lo sob controle.

  • Seu grande teor de fibra solúvel participa na metabolização das fontes de açúcares, promovendo a sua utilização como fonte de energia.
  • Dentre outras coisas, o seu consumo pela manhã diminui o desejo por doce e promove a utilização correta da insulina.

Leia também: Para que serve a glicose?

3. Cuida da saúde cardiovascular

Comer uma maçã verde em jejum

Os nutrientes contidos nesta variedade de maçã, em especial os flavonoides e a fibra, exercem importantes benefícios sobre a saúde cardiovascular.

  • Sua absorção favorece a regulação dos níveis de colesterol alto, impedindo a formação de placas nas artérias.
  • Contém quantidades importantes de potássio, um mineral essencial que equilibra os eletrólitos do corpo para proteger os músculos e o coração.
  • Ajuda a diminuir as moléculas inflamatórias que, frequentemente, causam dificuldades tanto no coração quanto na circulação e no cérebro.

4. Melhora a digestão

Comer uma maçã verde em jejum pode ser uma solução para acabar com as digestões lentas e a prisão de ventre crônica.

  • A pectina, um tipo de fibra contida nesta fruta, regula os movimentos intestinais e favorece a expulsão dos rejeitos.
  • Tem leves efeitos carminativos que ajudam a combater a acumulação de gases no tubo digestivo.
  • Neutraliza a produção excessiva de sucos gástricos e previne incômodos como a indigestão e o refluxo.

5. Protege a saúde cerebral

Comer uma maçã verde em jejum

Há muitos fatores que influenciam na saúde cerebral. Porém, comer esta fruta todas as manhãs pode contribuir para prevenir as doenças que causam deterioração cognitiva.

  • Seu alto teor de antioxidantes, dentre os quais se destacam a cianidina e epicatequina, protege as células cerebrais contra os efeitos nocivos dos radicais livres.
  • Estes flavonoides, em união com a sua vitamina C e magnésio, aumentam a regeneração das células. Ao melhorar a circulação, otimizam a oxigenação para os tecidos cerebrais.

6. Melhora a saúde da pele

Não se trata de um remédio milagroso contra as rugas ou algo similar. Porém, os antioxidantes da maçã verde também são excelentes aliados contra os sinais precoces da idade na pele.

  • Ao adicioná-la na alimentação, estas substâncias promovem a reconstrução e rejuvenescimento celular. Assim, diminuem o surgimento de rugas e manchas.
  • Seu alto teor de água mantém a pele hidratada e, de quebra, estimula sua desintoxicação.
  • É ideal para estimular a produção de colágeno e elastina, substâncias que mantêm a derme firme e jovem.

7. Reduz a placa bacteriana

Comer uma maçã verde em jejum

Os compostos desta variedade de maçã oferecem importantes benefícios para a saúde dentária ao reduzir a formação da placa bacteriana.

  • Seus ácidos naturais limpam os dentes. Além disso, neutralizam o crescimento das bactérias que produzem infecções.
  • Estas substâncias aumentam a produção de saliva e, ao regular o pH da boca, previnem o mau hálito.

Você está pronto para saborear uma maçã verde em jejum?

Você ainda não inclui esta fruta em sua alimentação? Agora que já conhece os seus principais benefícios, não deixe de comer maçã verde em jejum todas as manhãs, e sem tirar a casca!

Lembre-se de que para desfrutar de saúde e bem-estar você não deve limitar a sua dieta ao consumo de maçãs, mas sim tentar aproveitar todas as frutas dentro de uma alimentação balanceada.

  • Patricio, G. (2007). Extraccion de pectina de manzana. Universidad Nacional Micaela Bastidas de Apurimac.
  • Salazar, N. A. S., & Orozco, G. I. O. (2011). El aroma de la manzana. Interciencia.