7 grandes produtos naturais para fortalecer o cérebro 

25 de outubro de 2019
Existem alguns produtos que podem nos ajudar a fortalecer o cérebro se os incluirmos regularmente em nossa rotina. Mas se tivermos alguma dúvida é sempre conveniente consultar nosso especialista.

Embora a saúde do cérebro dependa de muitos fatores internos e externos, é possível melhorá-la através de bons hábitos. Conforme destacado por uma publicação na revista Duodecim, a prática de atividade física, uma dieta saudável e a intervenção sobre fatores de risco, com antecedência suficiente, contribuem para fortalecer o cérebro e mantê-lo saudável.

No entanto, em relação à nutrição, foi determinado que o consumo de alguns produtos também é benéfico para o cérebro. Embora os cientistas enfatizem a importância de encontrar mais evidências, por enquanto os resultados sugerem que estes podem ser levados em consideração como parte da dieta. Conheça-os!

7 produtos para fortalecer o cérebro 

Nos últimos anos várias pesquisas foram realizadas sobre a relação entre a nutrição e a saúde cerebral. Um desses estudos, publicado pela Nature Reviews Neuroscience, destaca que foram encontradas evidências interessantes da influência de fatores alimentares sobre os sistemas e mecanismos que regulam a função cerebral.

Por exemplo, um alto consumo de ácidos graxos ômega 3 está sendo vinculado como suporte para diferentes processos cognitivos em humanos. Eles também podem desempenhar um papel importante na prevenção da deterioração do cérebro. Quais produtos são bons?

As evidências que apoiam o uso de certos produtos como suplementos para fortalecer o cérebro ainda são limitadas. Apesar disso, podem ser considerados como parte de uma alimentação saudável. Experimente-os!

1. Nozes
As nozes são alimentos ricos em ácidos graxos essenciais ômega 3 e vitamina E, que ajudam a fortalecer o cérebro. De acordo com pesquisa publicada no Journal of Nutrition, também contêm numerosos fitoquímicos que fornecem benefícios potenciais à saúde do cérebro.

Especificamente, e de acordo com os dados deste estudo, os compostos polifenólicos encontrados nas nozes diminuem a carga oxidativa e inflamatória nas células do cérebro. Além disso, ajudam a melhorar a sinalização interneuronal e participam da neurogênese.

2. Ginkgo biloba 

Os produtos naturais como o ginkgo biloba ainda não foram aprovados como tratamento para problemas cerebrais. No entanto, seus extratos foram estudados, uma vez que neles foram encontrados benefícios contra comprometimento cognitivo e problemas de memória.

Uma pesquisa publicada na Medicina Complementar e Alternativa Baseada em Evidências determinou que o extrato de Ginkgo Biloba pode contribuir para uma melhoria nos sintomas de comprometimento cognitivo associado à idade.

Leia também este artigo: Abacate e chocolate: bebida para estimular o cérebro e melhorar o ânimo

3. Centelha asiática 

Para fortalecer o cérebro, também podemos usar a centelha asiática. Esta planta originária da Ásia e também conhecida como gotu kola ou brahmi, tem sido tradicionalmente usada para favorecer a memória.

Um estudo em Brain and Behavior sobre o cérebro conclui que extratos aquosos de centelha asiática têm o potencial de aumentar a densidade sináptica e as proteínas antioxidantes e mitocondriais. Que por sua vez, poderiam melhorar várias facetas de comprometimento cognitivo associado à idade.

4. Pólen para fortalecer o cérebro

Pólen para fortalecer o cérebro

O pólen de abelha é um alimento rico em nutrientes que tem sido amplamente pesquisado por seus interessantes efeitos à saúde. No que diz respeito ao cérebro, um estudo publicado no Journal of Molecular Neuroscience determinou que pode contribuir para combater o estresse oxidativo, a morte neuronal, e outros fatores associados a distúrbios neurológicos.

5. Alecrim 

Os extratos de alecrim fazem parte da medicina alternativa há centenas de anos. Ainda hoje ainda estão sendo investigados, pois demonstraram fornecer importantes benefícios sobre a saúde.

Por outro lado, em relação à sua capacidade de fortalecer o cérebro, deve-se notar que pode contribuir para melhorar a cognição. Um estudo publicado no Medical Journal da República Islâmica do Irã descobriu que suas bioatividades antioxidantes ajudam a inibir o estresse oxidativo. Além disso, pode melhorar o nível de memória.

Descubra: Óleo de hortelã: como fazer e quais são seus benefícios para a saúde

6. Hortelã 

A hortelã ou menta é outra planta medicinal aromática que também podemos usar para dar um aroma terapêutico e refrescante em uma sala. Tanto o óleo essencial quanto as folhas têm diferentes aplicações na medicina alternativa.

Coincidindo com uma pesquisa publicada em Nutrients, o estímulo que a hortelã provoca em nosso corpo é obtido graças ao mentol. Especificamente, seu óleo essencial pode melhorar o rendimento mental e mitigar a fadiga mental.

7. Maca para fortalecer o cérebro

Esse tubérculo originário dos Andes, que é consumido frequentemente como alimento, se espalhou pelo mundo como um suplemento em pó. Despertou o interesse de muitos pesquisadores, pois concentra importantes nutrientes e substâncias antioxidantes.

Um dos estudos recentes, publicado na Medicina Complementar e Alternativa Baseada em Evidências, indica que a maca tem efeitos neuroprotetores que, entre outras coisas, melhoram as funções cognitivas, a coordenação motora e a resistência. Por outro lado, como essa pesquisa foi realizada em roedores, são necessárias mais evidências.

Então, você conhecia esses produtos com propriedades benéficas para fortalecer o cérebro? Não esqueça que os estudos sobre sua segurança e eficácia são limitados. Portanto, você deve usá-los com cautela. Informe-se sobre seus efeitos colaterais e contra indicadores. Além disso, consulte seu médico antes de tomá-los se você sofre de alguma doença ou está sob algum tratamento.

 

  • Cobb-Clark, D. A., Kassenboehmer, S. C., & Schurer, S. (2014). Healthy habits: The connection between diet, exercise, and locus of control. Journal of Economic Behavior and Organization98, 1–28. https://doi.org/10.1016/j.jebo.2013.10.011
  • Poulose, S. M., Miller, M. G., & Shukitt-Hale, B. (2014). Role of Walnuts in Maintaining Brain Health with Age. The Journal of Nutrition144(4), 561S-566S. https://doi.org/10.3945/jn.113.184838
  • Ros, E. (2010). Health benefits of nut consumption. Nutrients. https://doi.org/10.3390/nu2070652
  • Birks, J., & Evans, J. G. (2009). Ginkgo biloba for cognitive impairment and dementia. Cochrane Database of Systematic Reviews. https://doi.org/10.1002/14651858.CD003120.pub3
  • Silberstein RB, Pipingas A, Song J, Camfield DA, Nathan PJ, Stough C. Examining brain-cognition effects of ginkgo biloba extract: brain activation in the left temporal and left prefrontal cortex in an object working memory task. Evid Based Complement Alternat Med. 2011;2011:164139. doi:10.1155/2011/164139
  • Gray NE, Zweig JA, Caruso M, et al. Centella asiatica increases hippocampal synaptic density and improves memory and executive function in aged mice. Brain Behav. 2018;8(7):e01024. doi:10.1002/brb3.1024
  • James, J. T., & Dubery, I. A. (2009). Pentacyclic triterpenoids from the medicinal herb, Centella asiatica (L.) Urban. Molecules. https://doi.org/10.3390/molecules14103922
  • Hajimehdipoor, H., Saeidnia, S., Gohari, A., Hamedani, M., & Shekarchi, M. (2012). Comparative study of rosmarinic acid content in some plants of Labiatae family. Pharmacognosy Magazine. https://doi.org/10.4103/0973-1296.93316
  • Al-Osaimi, M., El-Ansary, A., Al-Daihan, S., Bhat, R. S., & Ben Bacha, A. (2018). Therapeutic and Protective Potency of Bee Pollen Against Neurotoxic Effects Induced by Prenatal Exposure of Rats to Methyl Mercury. Journal of Molecular Neuroscience65(3), 327–335. https://doi.org/10.1007/s12031-018-1107-1
  • Rasoolijazi H, Mehdizadeh M, Soleimani M, Nikbakhte F, Eslami Farsani M, Ababzadeh S. The effect of rosemary extract on spatial memory, learning and antioxidant enzymes activities in the hippocampus of middle-aged rats. Med J Islam Repub Iran. 2015;29:187. Published 2015 Mar 9.
  • Kennedy D, Okello E, Chazot P, et al. Volatile Terpenes and Brain Function: Investigation of the Cognitive and Mood Effects of Mentha × Piperita L. Essential Oil with In Vitro Properties Relevant to Central Nervous System Function. Nutrients. 2018;10(8):1029. Published 2018 Aug 7. doi:10.3390/nu10081029