Amnésia: sintomas e prevenção

5 de junho de 2019
A amnésia é um distúrbio que se caracteriza por não ser capaz de lembrar ou reter informações. Ocorre com uma série de sintomas característicos que veremos a seguir.       

A amnésia refere-se à perda parcial ou total da memória. De uma maneira mais técnica pode-se dizer que consiste em um transtorno do funcionamento da memória, durante a qual a pessoa é incapaz de manter ou lembrar informações armazenadas anteriormente.

Para entender em que consiste a amnésia é importante saber exatamente o que é a memória. Assim, a memória pode ser definida como a capacidade do nosso sistema nervoso central (SNC) de aprender, organizar e fixar eventos do nosso passado.

Outro fato importante da memória é que, graças a ela podemos armazenar dados através de mecanismos complexos que são desenvolvidos em três etapas: codificação, armazenamento, e evocação.

Portanto, se uma pessoa sofre amnésia, o paciente perde a capacidade de desenvolver a memória e todos os processos envolvidos.

O que causa a amnésia?

Parte do cérebro afetada

As causas desencadeantes desse transtorno são causas orgânicas ou funcionais. Quanto às causas orgânicas podemos incluir os fatores que causam danos ao cérebro, sejam doenças, traumas, ou uso de algumas drogas, como os sedativos.

Por outro lado, causas funcionais incluem fatores psicológicos, como mecanismos de defesa. Isso é o que se conhece como amnésia por síndrome pós-traumática.

Além dessa classificação geral podemos encontrar outras causas, como, por exemplo, a amnésia que ocorre após uma anestesia. Isso ocorre porque a anestesia causa rupturas nos mecanismos de consolidação da memória.

Por fim, um quadro de amnésia também pode ocorrer espontaneamente. Um exemplo disso é a amnésia transiente global. Nestes casos a prevalência é maior em pessoas de idade média e avançada, principalmente em homens. Normalmente dura menos de 24 horas.

Talvez você esteja interessado em ler também: 6 inimigos da saúde do cérebro que deveria eliminar hoje mesmo

Sintomas

Os sintomas da amnésia são basicamente focados na perda de acesso à recordação. Uma pessoa com esse transtorno pode ser incapaz de evocar todos os tipos de lembranças. Por exemplo, esquece das datas, nomes, ou dados gerais de sua própria biografia e do passado.

Com essa informação, podemos dizer que as duas principais características da amnésia são:

  • Dificuldade em aprender novas informações após o início da amnésia. Esta situação é conhecida como amnésia anterógrada.
  • Dificuldade em lembrar eventos passados e informações que costumavam ser de natureza familiar. Neste caso, a amnésia é retrógrada.

Tenha em mente que a perda de memória não tem nada a ver com a inteligência, com o conhecimento geral, a consciência, a capacidade de atenção, julgamento, personalidade, ou identidade da pessoa.

Além disso, a amnésia não deve ser confundida com a demência, pois são dois termos diferentes. A demência, além de lidar com a perda de memória, também atende a outros problemas cognitivos que a amnésia não apresenta.

Outros sintomas e sinais que podemos destacar são:

  • Falsas recordações, isto é, pacientes sofrem confabulação. Criam lembranças completamente inventadas, ou a partir de memórias genuínas perdidas no tempo.
  • Confusão ou desorientação.
  • Comprometimento dos relacionamentos pessoais.

Descubra ademais: 5 estratégias que toda mulher deve seguir para acabar com o estresse e a ansiedade

Como a amnésia pode ser evitada?

Mulher que costuma se esquecer das coisas

Como qualquer dano que afeta o cérebro pode ser uma razão suficiente para o desenvolvimento desse transtorno, é muito importante realizar uma série de medidas preventivas de uma lesão cerebral.

Entre elas, evitar o consumo de álcool em excesso e a longo prazo, pois pode causar uma deficiência de tiamina ou vitamina B1. Também medidas de proteção, como usar capacetes ao andar de bicicleta ou motocicleta.

Além disso, é essencial tratar qualquer infecção rapidamente para diminuir a chance de se espalhar para o cérebro. É muito importante procurar tratamento médico imediato no caso em que a pessoa sente sintomas sugestivos de um derrame, ou aneurisma cerebral.

Estes sintomas alarmantes podem ser dor de cabeça intensa, sentir um lado entorpecido, ou sofrer uma paralisia.