7 alimentos cetogênicos para perder peso

· 10 de fevereiro de 2018
O ovo é um dos alimentos cetogênicos que devemos incluir na nossa dieta. Nos ajuda a melhorar os sintomas da síndrome metabólica e sua gema é rica em vitaminas e minerais

A dieta cetogênica (ou dieta keto) pode ajudar a perder peso rapidamente e a melhorar certas condições de saúde como a fadiga e os fatores de risco da síndrome metabólica ou diabetes.

Para aproveitar todos os benefícios dessa dieta para a saúde não é necessário fazer mudanças extremas na sua alimentação. Apenas se deve consumir os seguintes alimentos cetogênicos regularmente:

1. Carne

Carne é um alimento cetogênico

As carnes não processadas têm pouco carboidrato e são um dos ingredientes básicos da dieta cetogênica.

  • A carne fresca tem vitaminas B, minerais (como potássio e zinco), creatina, taurina, carnosina.
  • Além disso, a carne é uma excelente fonte de selênio que conta com uma poderosa função antioxidante e está vinculada à redução das doenças inflamatórias.

Lembre-se de que carnes processadas, como as salsichas, os enlatados e as almôndegas, geralmente contêm carboidratos agregados.

Procure incluir um corte de carne na sua dieta pelo menos uma vez ao dia. Para manter suas propriedades como alimento cetogênico lembre-se de cozinhá-la com a quantidade mínima de óleo e acompanhada de uma porção de vegetais.

Veja esse artigo: Alimentos não lácteos ricos em cálcio

2. Ovos

O segundo alimento cetogênico é o ovo. Um ovo grande contém menos de 1 grama de carboidratos e menos de 6 gramas de proteína, o que o torna um alimento saudável perfeitamente apto para uma dieta cetogênica.

  • Apesar da sua má reputação, consumir a gema do ovo pode ser altamente benéfico, já que nela se concentram algumas vitaminas (A, B9, B12, D, E e K) e minerais essenciais como o ferro.
  • Além isso, o consumo de ovo pode aliviar os sintomas da síndrome metabólica ao melhorar a resistência à insulina.

3. Azeitonas

Azeitona é um alimento cetogênico

A azeitona é outro alimento cetogênico, pois só tem 0,2 gramas de carboidrato por unidade. Além disso, os carboidratos existentes nas azeitonas se encontram em forma de fibra.

As azeitonas oferecem vitamina E, ferro, cobre e cálcio. Também são ricas em antioxidantes (incluindo oleuropeína, hidroxitirosol, tirosol, ácido oleico e quercetina) que podem ajudar a reduzir o dano da oxidação no corpo e a combater infecções causadas por bactérias.

As azeitonas também ajudam a regular o colesterol e reduzem a pressão sanguínea.

4. Alho

Um dente de alho contém apenas 0,99 gramas de carboidratos.

O alho, e outras verduras da família Allium, contêm alicina, um composto vegetal que têm propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, o que nos protege contra danos e doenças cerebrais.

O alho também é considerado uma excelente fonte de vitamina B6, assim como de magnésio, selênio e vitamina C.

Sempre que puder, adicione um pouco de alho nas suas refeições. Seu sabor característico pode ressaltar sabores de forma muito simples sem a necessidade de adicionar especiarias mais exóticas.

5. Chocolate amargo

Chocolate é um alimento cetogênico

Devido ao baixo teor de carboidratos de uma dieta cetogênica, é fundamental certificar-se de que se está consumindo fibra suficiente. Uma porção de 100 gramas de chocolate amargo, que contenha entre 70% e 85% de cacau, oferece 11 gramas de fibra.

  • Os antioxidantes e a fibra presentes no chocolate amargo podem ajudar na digestão.
  • Além disso, o cacau contém flavonoides que dilatam os vasos sanguíneos para melhorar o fluxo sanguíneo, reduzir a pressão arterial e aumentar o colesterol bom.
  • O chocolate amargo também é rico em cobre, ferro e magnésio.

Ao comprar chocolate ou qualquer produto de cacau, você deve prestar atenção nas informações nutricionais. Escolha aqueles chocolates que não contenham açúcares adicionados e que possuam uma quantidade mínima de carboidratos por porção.

6. Amêndoas

As amêndoas são outro alimento cetogênico, pois 100 gramas de amêndoas têm apenas 7 gramas de hidratos de carbono.

Além disso, saciam de verdade, por isso consumir uma porção pequena ajuda a conter o apetite no meio da manhã.

  • As amêndoas também oferecem vitamina E, cobre e riboflavina. Todos esses elementos ajudam na produção de energia.
  • Seu consumo também oferece magnésio e potássio, dois eletrolíticos importantes que devem ser repostos em uma dieta cetogênica.

Embora as amêndoas sejam excelentes para serem incluídas nessa dieta, é conveniente limitar as porções consumidas a cerca de 20 gramas por dia para evitar subidas descontroladas de glicose.

Leia também: Descubra como as amêndoas podem beneficiar a sua saúde

7. Abacate

Abacate é um alimento cetogênico

O abacate tem apenas 2 carboidratos a cada 100 gramas de polpa. São ricos em gorduras saudáveis e estão cheios de nutrientes, o que os torna um dos alimentos cetogênicos mais benéficos.

  • Os abacates têm fibra, cobre, ácido fólico e potássio. Também contêm vitaminas importantes (K, E, C e B).
  • Se você não gostar de abacate, pode provar consumi-lo em forma de óleo. Embora não se obtenha a mesma quantidade de vitaminas e minerais, seu óleo contém principalmente gorduras monoinsaturadas.
  • Esse ácido graxo insaturado ajuda a melhorar os níveis de colesterol e pode ser utilizado para cozinhar.

Você pode usar essa lista de alimentos cetogênicos como guia para ajudar a criar sua própria dieta, adaptada a seus gostos e às suas necessidades,

Lembre-se de acompanhar a dieta keto com grandes quantidades de água.