7 Alimentos que podem aumentar o risco de câncer

· 21 de maio de 2015
Existem vários alimentos que possuem um alto risco de causar câncer. Conheça mais a seguir!

A alimentação desempenha um papel muito importante na saúde de todas as pessoas. Existem alimentos saudáveis que oferecem importantes benefícios à saúde e que atuam como protetores do corpo diante de diferentes doenças. No entanto, também existem muitos alimentos pouco saudáveis, que podem aumentar o risco de câncer, como de outras doenças.

Os alimentos podem aumentar o risco de câncer estão presentes em muitas dietas e muitas pessoas ainda desconhecem o fato. Neste artigo, revelaremos 7 alimentos que podem ser altamente cancerígenos, os quais devemos prestar atenção.

Alimentos que podem aumentar o risco de câncer

Pipoca de micro-ondas

As pipocas de micro-ondas não só contêm substâncias perigosas no interior de suas embalagens, como também criam ácido perfluoro-octanóico durante o processo de cozimento no micro-ondas.

A solução?

Se você gosta das pipocas e adora consumi-las enquanto assiste a um filme; opte por prepará-las de forma caseira, com milho orgânico e óleo vegetal.

Aliás, esta é uma opção saudável, econômica e muito fácil.

Carnes embutidas

As carnes embutidas foram promovidas nos últimos anos como alimentos ricos em proteína saudável, o que enganosamente acaba convencendo muitas pessoas de incluí-las na dieta.

No entanto, vários estudos confirmaram que esse tipo de carne contém nitritos, que podem contribuir para aumentar o risco de câncer. Os nitritos são os responsáveis pela carne ficar fresca durante tanto tempo, para que possam ser comercializadas por vários meses.

A solução?

Evitar o consumo de carnes embutidas e tentar ingerir sempre carne de animais alimentados com pasto.

Alimentos enlatados

Comida enlatada pode aumentar o risco de câncer

Vários estudos identificaram que os alimentos enlatados poderiam aumentar o risco de câncer devido a um componente chamado Bisfenol-A (BPA) que está presente nas latas. Não existe uma opinião unânime no momento de confirmar a quantidade de Bisfenol nos alimentos enlatados e se ele está ou não sendo transferido para os alimentos contidos dentro das latas.

A solução?

Reduzir o consumo de alimentos enlatados e buscar no mercado aqueles que estabelecem especificamente que são livres de BPA.

Talvez te interesse ler: Os perigos de consumir os enlatados

Alimentos transgênicos

Os alimentos transgênicos são alterados geneticamente e durante o processo de cultivo são submetidos a herbicidas e pesticidas que podem afetar a qualidade do produto sem que o consumidor se dê conta. Estes componentes químicos que entram em contato com os alimentos podem estar relacionados com o risco de câncer e de outras doenças.

A solução?

Apoiar os agricultores locais e optar por comprar sempre alimentos orgânicos.

Refrigerantes

Refrigerantes podem aumentar o risco de câncer

Os refrigerantes parecem ser muito refrescantes nos momentos de sede e calor em que precisamos beber algo. No entanto, são pouco saudáveis; já que além de conter cerca de 8 envelopes de açúcar por porção, também contêm uma série de compostos químicos relacionados ao câncer.

O agente 4-MI (4-metilimidazol), que é o que dá a cor marrom característica das bebidas de cola, foi associado ao câncer em milhares de casos individuais. Além disso, ele contém xarope de milho de alta frutose, que pode ajudar a alimentar às células cancerígenas.

A solução?

Evitar o consumo de refrigerantes e optar por sucos naturais e água.

Alimentos “light” ou de dieta

Muitas pessoas acreditam que, consumindo alimentos “light”, vão ter uma dieta mais equilibrada e saudável. A triste realidade é que esses alimentos somente têm menos açúcar e gordura que os convencionais, e por isso ajudam a perder peso. Mas, eles contêm algumas substâncias que poderiam estar relacionadas a um maior risco de câncer, como é o caso dos edulcorantes artificiais.

A solução?

Manter uma dieta saudável rica em frutas, verduras e cereais.

Saiba mais: Doces light que você não pode perder

Lanches rápidos

nuggets podem aumentar o risco de câncer

Parece muito fácil comer um lanche nos momentos de fome em que precisamos de algo para seguir o dia.

No entanto, os lanches fritos que são encontrados facilmente no mercado; contêm um componente cancerígeno que surge depois que o alimento é aquecido em altas temperaturas.

Este componente, conhecido como glicidamina, surge da metabolização da acrilamida; uma substância produzida quando estes alimentos são fritos em altas temperaturas.

A solução?

É possível passar os momentos de fome com uma fruta, uma batida natural, iogurte, oleaginosas e chás. Bem como muitos outros alimentos saudáveis que proporcionam saúde e bem estar.