Remédios com chá preto que você vai querer conhecer

9 de abril de 2019
Você sabia que o chá preto é uma das melhores infusões que você pode consumir no seu dia a dia? Combinado com outros ingredientes, aumenta as nossas defesas e fortalece o sistema imunitário.

O chá preto é uma bebida ancestral e medicinal que é muito popular em muitas culturas. Seu sabor intenso e sua cor escura escondem muitas propriedades curativas, dentre as quais destacam-se seu poder antioxidante, estimulante ou diurético, entre outros.

Descubra neste artigo 6 combinações de chá preto com outros ingredientes medicinais. Ao misturar essas plantas, multiplicaremos ainda mais suas virtudes terapêuticas para tratar diferentes distúrbios leves. Experimente-os!

Remédios com chá preto

1. Antioxidante com limão

Remédios com chá preto

O chá preto se destaca como uma bebida muito antioxidante, graças ao seu teor de flavonoides. Esses componentes nos ajudam a prevenir e combater o envelhecimento que os radicais livres nos causam, tanto por dentro quanto por fora.

O chá preto com limão é uma das combinações mais comuns, tanto por gosto como medicinalmente. O limão é um alimento que também retarda a oxidação celular devido ao seu conteúdo de vitamina C. Além disso, se quisermos adoçar essa infusão, recomendamos fazê-la com estévia para torná-la ainda mais antioxidante.

Confira também: Chás e infusões: para que servem?

2. Digestivo com hortelã

Tomar um chá preto após a refeição é um bom remédio para facilitar a digestão. Graças às suas propriedades adstringentes e anti-inflamatórias, é muito eficaz na prevenção da diarreia e outros distúrbios gastrointestinais semelhantes.

Além disso, podemos combinar nosso chá com folhas de hortelã, como é consumido em muitos países árabes. Essa mistura, além de ser deliciosa, aumenta ainda mais suas propriedades digestivas.

No entanto, não recomendamos tomar o chá junto com os alimentos se sofrermos de anemia, já que o chá preto pode interferir na assimilação do ferro. Nesse caso, é melhor retirá-lo das refeições.

3. Hipoglicemia com estévia

A resistência à insulina é um problema muito mais frequente do que pensamos. Entre seus sintomas, estão inclusos o acúmulo de gordura na região da barriga, fadiga, insônia, perda de cabelo, etc.

Para prevenir e tratar essa condição, além de prevenir o diabetes, também podemos consumir alimentos que nos ajudem a reduzir os níveis de glicose no sangue. Um deles é o chá preto, que se destaca pelo seu poder hipoglicemiante.

No entanto, devemos evitar adoçá-lo com açúcar, pois, nesse caso, tornaria nosso problema ainda pior. A melhor maneira de adicionar um toque doce ao chá é usando a estévia, uma planta que também reduz os níveis de açúcar no sangue.

4. Estimulante com canela e mel

Chá preto com canela e mel

O chá preto é uma bebida estimulante e, na verdade, é a variedade que contém mais cafeína. Por esse motivo, ao beber essa infusão, ativamos nosso corpo e nossa mente para ficarmos mais despertos e mais atentos. Além disso, ao mesmo tempo, podemos tomá-la para equilibrar a pressão arterial baixa.

No entanto, a cafeína tem um efeito rápido, mas limitado. Por esta razão, recomendamos a combinação do chá preto com canela e mel de Ceilão. Ambos os ingredientes são estimulantes que não afetam o sistema nervoso, pois nos fornecem energia e combatem a exaustão física e mental naturalmente.

Não deixe de ler: O consumo de chá produz mudanças epigenéticas na mulher para combater o câncer

5. Fortalecedor com leite de coco e cúrcuma

Se precisarmos fortalecer nosso sistema imunológico e aumentar nossas defesas, também podemos recorrer ao chá preto. No entanto, recomendamos combiná-lo com dois ingredientes medicinais muito eficazes: a cúrcuma e o leite de coco.

O resultado dessa mistura é uma bebida reconfortante que ativa nosso metabolismo, nos proporciona calor e nos ajuda a prevenir todos os tipos de infecções. Além disso, o seu sabor é delicioso, tanto frio como quente.

Recomendamos preparar o chá preto com a cúrcuma em infusão primeiro. Depois de alguns minutos, podemos adicionar o leite de coco e adoçar a gosto com mel ou estévia.

6. Diurético com anis

Por último lugar, propomos esse remédio para as pessoas que sofrem com a retenção de líquidosinchaço, peso e inflamação e edema em diferentes partes do corpo.

Além disso, ao combinar o chá preto com anis, além de obter um aroma delicado, obtemos uma bebida medicinal com propriedades diuréticas. Desta forma, aumentamos a produção de urina e eliminamos o excesso de fluido do nosso corpo.

Sem dúvida alguma, o momento mais eficaz para beber esta bebida é em jejum ou fora das refeições. Podemos tomar duas ou três xícaras por dia, no meio da manhã e no meio da tarde. Rapidamente notaremos os resultados nas horas seguintes.

  • Nagao, T., Komine, Y., Soga, S., Meguro, S., Hase, T., Tanaka, Y., & Tokimitsu, I. (2005). Ingestion of a tea rich in catechins leads to a reduction in body fat and malondialdehyde-modified LDL in men. American Journal of Clinical Nutrition. https://doi.org/81/1/122 [pii]
  • Imran, A., Butt, M. S., Arshad, M. S., Arshad, M. U., Saeed, F., Sohaib, M., & Munir, R. (2018). Exploring the potential of black tea based flavonoids against hyperlipidemia related disorders. Lipids in Health and Disease. https://doi.org/10.1186/s12944-018-0688-6
  • Davies, M. J., Judd, J. T., Baer, D. J., Clevidence, B. A., Paul, D. R., Edwards, A. J., … Chen, S. C. (2003). Black Tea Consumption Reduces Total and LDL Cholesterol in Mildly Hypercholesterolemic Adults. The Journal of Nutrition. https://doi.org/10.1093/jn/133.10.3298S
  • Cardona, F., Andrés-Lacueva, C., Tulipani, S., Tinahones, F. J., & Queipo-Ortuño, M. I. (2013). Benefits of polyphenols on gut microbiota and implications in human health. Journal of Nutritional Biochemistry. https://doi.org/10.1016/j.jnutbio.2013.05.001
  • Wang, D., Chen, C., Wang, Y., Liu, J., & Lin, R. (2014). Effect of black tea consumption on blood cholesterol: A meta-analysis of 15 randomized controlled trials. PLoS ONE. https://doi.org/10.1371/journal.pone.0107711