6 alimentos anti-inflamatórios para incluir na dieta

Incluir alimentos anti-inflamatórios em nossa dieta nos ajudará a prevenir o desconforto. Graças à sua contribuição de nutrientes, podemos fortalecer o sistema imunológico e evitar vários problemas de saúde.
6 alimentos anti-inflamatórios para incluir na dieta

Última atualização: 06 Fevereiro, 2021

Você sabe quais são os melhores alimentos anti-inflamatórios para incluir na dieta? Você tem analisado se consome com a frequência e na quantidade que necessita? A verdade é que a inflamação está ligada a vários problemas de saúde, desde pressão alta a asma e diabetes, de acordo com um artigo publicado no British Journal of Pharmacology.

Por isso, consumir alimentos que combatam a inflamação é importante para evitar desconforto a médio e longo prazo. Mesmo se você estiver muito saudável hoje e não tiver experimentado esses problemas, nunca é cedo demais para evitá-los.

Aqui está uma lista de alimentos anti-inflamatórios que você deve incluir mais regularmente.

6 alimentos anti-inflamatórios

Os alimentos anti-inflamatórios que discutiremos aqui não constituem uma solução por si só, portanto, sempre os consuma como complementos para um estilo de vida saudável. 

1. Vegetais de folhas verdes

Vegetais de folhas verdes é um dos alimentos anti-inflamatórios

Qualquer um dos alimentos que você inclui em seu prato deve ter uma boa porção de vegetais de folhas verdes. Estes são um dos melhores alimentos anti-inflamatórios, graças aos seus antioxidantes. Quando são consumidos na porção correta, você ajuda suas células a se regenerarem.

Caso você não goste particularmente de consumir legumes verdes em sua forma natural, brinque com eles e prepare batidas. Dessa forma, você obterá seus nutrientes com um sabor delicioso e de uma maneira menos chata.

Além disso, recomenda-se alternar entre vários vegetais de folhas verdes. Embora sejam semelhantes, pode haver diferenças nos nutrientes que eles fornecem.

2. Amoras

Estas pequenas bagas são outro alimento anti-inflamatório que você deve incluir em sua dieta sempre que puder. Além de deliciosas, neutralizam os efeitos da inflamação causada por alimentos gordurosos ou com alto teor de carboidratos.

Este efeito é devido ao fato de que as amoras são ricas em flavonoides, um tipo de antioxidante que fortalece o sistema imunológico. Além disso, elas nos fornecem vitamina C e resveratrol, dois compostos que, por si só, reduzem a inflamação. O resveratrol em si está intimamente ligado à redução do risco cardiovascular, de acordo com um estudo publicado em 2018.

Por tudo isso, recomendamos que você aproveite as frutas para suprir o desejo por algo doce.

3. Flocos de aveia natural

Você costuma comer aveia no café da manhã? De que tipo? Se a resposta for “instantânea”, recomendamos alterá-la para a natural. A razão é que a última é um dos alimentos anti-inflamatórios.

Além de ser mais econômica que a comercial com sabores, é muito mais saudável. Os flocos naturais fornecem carboidratos que passam quase sem alterações no estômago. Este tipo de carboidrato favorece a criação de bactérias benéficas, reduz a oxidação e a inflamação.

No caso de você estar lidando com problemas de resistência à insulina ou diabetes, a aveia ajuda a reduzir este problema e a inflamação associada. Inclua a aveia na sua dieta!

4. Aipo

Um vegetal que é delicioso e fácil de combinar é o aipo. Além do seu sabor delicioso, é um bom anti-inflamatório e antioxidante natural. Portanto, é comum encontrá-lo em receitas recomendadas para baixar os níveis de pressão arterial e colesterol.

Outro bom momento para consumi-lo é quando você está passando por uma infecção bacteriana ou uma deficiência de potássio. No caso de você consumir alimentos processados ​​regularmente, o aipo é um dos alimentos anti-inflamatórios que você deve incluir na sua rotina alimentar.

A razão é que os alimentos processados ​​são ricos em sódio, um elemento que pode alterar a sua saúde a longo prazo. No entanto, ao consumir potássio, você neutraliza seus efeitos. Em geral, a recomendação é ter refeições balanceadas de potássio e sódio.

5. Gengibre

gengibre tem um produto químico chamado gingerol. Este produto químico é conhecido por reduzir a inflamação e ser um ótimo antioxidante e antibacteriano.

Quando se trata de inflamação, o gingerol ajuda a reduzir o desconforto da artrite reumatoide. Opções para aproveitar seus benefícios incluem usar seu extrato na forma de óleo ou consumir a raiz.

Se você optar por este último, pode consumir uma infusão ou adicionar um pequeno pedaço de gengibre às suas batidas. Você também pode aproveitar seu sabor característico em pães e sopas para melhorar suas receitas.

6. Chá verde

Chá verde

O último dos alimentos anti-inflamatórios que você deve incluir em sua dieta regularmente é o chá verde. Esta bebida se tornou uma favorita nos últimos anos devido aos seus benefícios para a saúde.

O composto que faz com que seja uma boa escolha para a sua saúde são as catequinas. Estas são um tipo de antioxidantes que são encontrados apenas nesta bebida e que combatem a inflamação generalizada.

Inclua esses alimentos em uma dieta variada

Embora esses alimentos tenham propriedades anti-inflamatórias, eles não são milagrosos. Para se beneficiar dos seus efeitos, você deve incluí-los no quadro de uma alimentação variada e equilibrada. Também é importante combinar uma alimentação correta com a prática regular de exercícios físicos.

Pode interessar a você...
Dieta depurativa para o fígado
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Dieta depurativa para o fígado

Assim como é importante incluir alimentos benéficos para o fígado, também devemos evitar aqueles que possam dificultar seu trabalho ou impedir suas...



  • Maffia P., Cirino G., Targeting inflammation to reduce cardiovascular disease risk. Br J Pharmacol, 2017. 174 (22): 3895-3897.
  • Wicinski M., Socha M., Walczak M., Wodkiewicz E., et al., Beneficial effects of resveratrol administration focus on potential biochemical mechanisms in cardiovascular conditions. Nutrients, 2018. 10 (11): 1813.
  • Singh R., De S., Belkheir A., Avena sativa (oat), a potential neutraceutical and therapeutic agent: an overview. Crit Rev Food Sci Nutr, 2013. 53 (2): 126-44.
  • Mashhadi NS., Ghiasvand R., Reza M., Anti oxidative and anti inflammatory effects of ginger in health and physical activity: review of current evidence. Int J Prev Med, 2013.