5 táticas naturais para controlar o colesterol alto

· 2 de junho de 2018
Ainda que alguns casos de colesterol alto requeiram um tratamento farmacológico, a maioria pode ser controlada com uma série de táticas naturais que incluam uma dieta equilibrada e evitar elementos nocivos como o cigarro.

Para controlar o colesterol alto nem sempre é necessário recorrer a tratamentos farmacológicos; apesar de tudo depender da gravidade do problema, existem táticas 100% naturais que reduzem seus níveis.

A atenção oportuna desta condição é determinante para evitar o desenvolvimento de outras complicações graves como a aterosclerose, a insuficiência circulatória ou os ataques cardíacos.

O problema é que faz parte dos chamados “assassinos silenciosos” do corpo, pois não costuma se manifestar de forma contundente desde suas etapas iniciais. Por este motivo, é primordial ficar atento diante de qualquer sinal de alerta e, principalmente, solicitar check-ups médicos para determinar com um exame de sangue em que estado se encontra.

A seguir queremos compartilhar em detalhes os aspectos mais relevantes da doença e várias recomendações para controlá-lo a partir do estilo de vida.

Preste atenção!

O que significa ter o colesterol alto?

Colesterol na veia

O colesterol alto, uma condição conhecida em termos médicos como hipercolesterolemia, acontece quando o lipídio se concentra no sangue, marcando níveis iguais ou superiores aos 200 mg/dl.

Esta substância lipídica se produz de forma natural no fígado, mas também se obtém de alguns alimentos que o contêm em abundância.

Faz parte de todas as membranas celulares e, quando seus níveis são equilibrados, contribui para síntese de alguns hormônios, a absorção de vitamina D e a formação de sais biliares. Segundo sua composição, se classifica em:

  • Lipoproteína de alta densidade (HDL) ou colesterol “bom”
  • Lipoproteína de baixa densidade (LDL) ou colesterol “mau”
  • Colesterol total (todos os colesteróis combinados)

Apesar de ser uma substância tão importante no corpo, seus níveis excessivos acarretam grandes consequências na saúde, principalmente porque costuma formar placas que obstruem as artérias. Sua falta de controle eleva o risco de transtornos cardiovasculares graves, incluindo ataques cardíacos, acidentes cerebrovasculares e angina no peito.

A longo prazo compromete as funções de outros órgãos vitais, como é o caso do fígado e dos rins.

Sintomas do colesterol alto

Muitos pacientes têm problemas para controlar o colesterol alto porque não conseguem uma detecção oportuna pela falta de sintomas. Este, em geral, manifesta-se quando a doença avança a outro nível de gravidade.

Os mais comuns são:

  • Sensação de abdômen pesado
  • Gases e mau hálito
  • Articulações inflamadas
  • Dor no peito
  • Cefaleias e enxaquecas
  • Alergias cutâneas
  • Digestões lentas
  • Perda do equilíbrio e enjoos
  • Vista borrada
  • Sensação de fatiga

As melhores táticas naturais para controlar o colesterol alto

Muitos casos de hipercolesterolemia são de origem genética e requerem atenção médica e farmacológica para reduzir o risco de complicações.

Porém, os casos mais leves, que são os que se derivam do estilo de vida, podem ser controlados com a adoção de alguns hábitos saudáveis.

1. Fazer exercício físico

Fazer exercício ajuda a controlar o colesterol alto

O exercício físico é um dos melhores aliados para controlar o colesterol alto. Graças a ele, as gorduras prejudiciais se decompõem com mais facilidade e, por sua vez, aumenta a síntese de gorduras boas.

Por outro lado, cabe destacar que é uma atividade imprescindível evitar o sobrepeso e a obesidade, transtornos estreitamente relacionados com este problema.

2. Consumir ácidos graxos ômega 3

Os ácidos graxos ômega 3 estão em muitos alimentos que são benéficos para a saúde cardiovascular como peixes, sementes ou frutos secos, dentre outros.

Sua assimilação no organismo aumenta a presença de lipídios que limpam as artérias e, devido a isso, favorece a redução do colesterol ruim.

3. Aumentar as proteínas vegetais

Proteínas vegetais ajudam a controlar o colesterol alto

As proteínas não devem faltar em nenhuma dieta; este macronutriente intervém em muitos processos do organismo que são determinantes para ter uma boa qualidade de vida.

O inconveniente é que muitas de suas fontes são de origem animal e contêm muito colesterol. Por isso, devemos procurar alimentos vegetais que também os ofereçam.

Algumas opções recomendadas são:

  • Soja e derivados
  • Lentilhas
  • Feijões
  • Frutos secos
  • Arroz
  • Alga espirulina
  • Maca peruana
  • Ervilhas

Visite este artigo: 4 propriedades das lentilhas vermelhas para a saúde

4. Assegurar a dose de fibra

Os alimentos ricos em fibra, como os cereais integrais e vegetais, são essenciais para controlar o colesterol a partir do plano de dieta.

A fibra solúvel especificamente ajuda a reduzir a absorção de colesterol no intestino, impedindo que se reabsorva no sangue.

Outros alimentos que a oferecem são:

  • Sementes e frutos secos
  • Legumes e grãos
  • Algas
  • Tubérculos

5. Evitar o consumo de cigarro

Evitar o cigarro ajuda a controlar o colesterol alto

Os consumidores de cigarro têm mais dificuldades para controlar o colesterol alto do que aqueles que evitam este hábito a todo custo.

Este inimigo da saúde concentra ao redor de 19 substâncias químicas que interferem de múltiplas formas nas funções vitais do corpo.

Seu consumo excessivo compromete a saúde circulatória e acelera a deterioração arterial causada pela acumulação deste lipídio.

Diagnosticaram você com colesterol alto ou tem fatores de risco? Cuidado! Procure seguir estas recomendações simples para evitar doenças de maior gravidade.