5 remédios para acelerar o alívio da garganta irritada

17 de maio de 2019
A dor de garganta pode ser o produto de alergias ou doenças respiratórias. Embora seja importante determinar sua causa, alguns remédios de origem natural ajudam a aumentar a sensação de alívio.

A sensação de garganta irritada é desconfortável e pode dificultar ações comuns, como o consumo de alimentos. Embora seja geralmente um sintoma leve e esporádico, sua atenção imediata é crucial para evitar complicações. Como acelerar o alívio da garganta irritada com remédios naturais?

Por que a garganta fica irritada?

Por que a garganta fica irritada?

Às vezes, a dor de garganta é uma manifestação de alergias ou doenças respiratórias. A exposição constante a alérgenos ou patógenos detona uma resposta imune que faz você sentir esse desconforto acompanhado de ardor e desconforto.

Os gatilhos mais comuns incluem:

  • Caspa de animais
  • Poeira
  • Alimentos, como manteiga de amendoim, produtos lácteos ou morangos
  • Pólen
  • Partículas de produtos químicos de limpeza
  • Cosméticos e perfumes
  • Fumaça de cigarro
  • Pesticidas
  • Vírus e bactérias (como aqueles que causam um resfriado comum ou uma faringite estreptocócica)

Remédios para aliviar a garganta irritada

Sem dúvida alguma, o tratamento da garganta irritada pode variar dependendo da causa. Portanto, se estiver relacionado a uma infecção viral ou bacteriana, é melhor consultar um médico. Agora, independentemente do tipo de doença, você pode considerar alguns remédios naturais para ajudar a aliviar o desconforto.

Além disso, estes suplementos suavizam os tecidos e reduzem a presença de alérgenos e micro-organismos prejudiciais. Além disso, eles fortalecem o sistema imunológico e geram uma maior sensação de alívio. Consulte o médico antes de tomá-los se você estiver sob tratamento farmacológico.

Não deixe de ler: 4 remédios para aliviar uma infecção na garganta

1. Mel de abelhas

Remédios para aliviar a garganta irritada

Um dos remédios naturais por excelência para aliviar a dor de garganta é, sem dúvida, o mel das abelhas. Devido às suas propriedades hidratantes e reparadoras, minimiza a dor nesta área. Também atua positivamente contra a tosse, o que piora a dor.

Como usar?

  • A primeira opção é consumir uma colher de chá de mel a cada 3 horas.
  • Outra maneira de aproveitá-lo é adicionando-o em água quente ou chá.
  • Ele também pode ser combinado com um alho esmagado para aumentar seu efeito.

2. Gargarejo com água salgada

Um remédio tradicional para o desconforto na garganta é o gargarejo com água salgada. Graças ao seu efeito antibacteriano leve, ajuda a reduzir a presença de bactérias na garganta. Também acalma a dor e o excesso de secreções para certas infecções.

Como usar?

  • Primeiramente, faça uma mistura de meia colher de chá de sal com um copo de água morna.
  • Posteriormente, gargareje por 2 ou 3 minutos.
  • Finalmente, repita o tratamento a cada 3 horas até sentir uma melhora.

3. Chá de camomila

Chá de camomila

A bebida de camomila é um analgésico natural que pode contribuir para o tratamento de várias doenças. Na verdade, ele tem sido usado desde a antiguidade como um suplemento medicinalSuas propriedades adstringentes e anti-inflamatórias ajudam a tratar a garganta irritada.

Em adição, alguns estudos sugerem que a inalação de óleos essenciais de camomila contribui para aliviar os sintomas do resfriado, incluindo a dor de garganta. Além disso, essa mesma planta medicinal pode ser usada através do consumo do seu chá.

Como usar?

  • Primeiramente mergulhe uma colher de sopa de flores de camomila em um copo de água quente.
  • Assim que a bebida estiver quente, coe e consuma o líquido.
  • Finalmente, repita o tratamento até sentir uma melhora. Você pode tomar a infusão 2 ou 3 vezes ao dia.

4. Raiz de alcaçuz

A raiz de alcaçuz é um remédio natural para aliviar o desconforto na garganta. Embora a planta tenha outras aplicações, um dos seus usos populares é a redução da irritação e queimação. Uma pesquisa mostra que ela é eficaz se combinada com a água para criar um remédio de gargarejo.

Como usar?

  • Em primeiro lugar, despeje uma colher de chá de raiz de alcaçuz em meia xícara de água fervente.
  • Assim que estiver quente, filtre com um coador.
  • Finalmente, gargareje por 2 ou 3 minutos.
  • Repita o remédio até sentir alívio.

5. Hortelã-pimenta para a garganta irritada

Hortelã para tratar a garganta irritada

Tanto a infusão como o óleo de hortelã-pimenta podem ajudar a tratar a garganta irritada. Este ingrediente concentra um composto ativo chamado mentol, que ajuda a aliviar a irritação no revestimento da garganta. Além disso, dilui o muco e acalma o desconforto.

Por outro lado, a hortelã-pimenta também tem propriedades anti-inflamatórias, antivirais e antibacterianas que suportam o tratamento de infecções. É um bom complemento para os sintomas da gripe, resfriado e alergias.

Não perca ademais: Bebidas quentes e frias para aliviar a dor de garganta

Como usar?

  • Em primeiro lugar pode adicionar um punhado de folhas de hortelã em uma xícara de água fervente.
  • Logo depois de deixar a bebida repousar, coe e consuma quente.
  • Finalmente, se desejar, combine o óleo essencial de menta com um óleo transportador, como o azeite de oliva ou óleo de coco. Esta preparação você aproveita externamente, massageando o pescoço e o peito. Evite consumir óleos essenciais.

Então, você sente desconforto na garganta? Experimente esses remédios e diga adeus a essa irritação desconfortável. Só não se esqueça de consultar o médico se o sintoma persistir ou piorar.

 

  • Jull, A. B., Cullum, N., Dumville, J. C., Westby, M. J., Deshpande, S., & Walker, N. (2015). Honey as a topical treatment for wounds. Cochrane Database of Systematic Reviews. https://doi.org/10.1002/14651858.CD005083.pub4
  • Kwakman, P. H. S., & Zaat, S. A. J. (2012). Antibacterial components of honey. IUBMB Life. https://doi.org/10.1002/iub.578
  • Srivastava, J. K., Shankar, E., & Gupta, S. (2010). Chamomile: A herbal medicine of the past with a bright future (review). Molecular Medicine Reports. https://doi.org/10.3892/mmr.2010.377
  • McKay, D. L., & Blumberg, J. B. (2006). A review of the bioactivity and potential health benefits of chamomile tea (Matricaria recutita L.). Phytotherapy Research. https://doi.org/10.1002/ptr.1900
  • Agarwal, A., Gupta, D., Yadav, G., Goyal, P., Singh, P. K., & Singh, U. (2009). An evaluation of the efficacy of licorice gargle for attenuating postoperative sore throat: A prospective, randomized, single-blind study. Anesthesia and Analgesia. https://doi.org/10.1213/ane.0b013e3181a6ad47
  • Kligler, B., & Chaudhary, S. (2007). Peppermint oil. American Family Physician.
  • Pushpangadan, P., & Tewari, S. K. (2006). Peppermint. In Handbook of Herbs and Spices. https://doi.org/10.1533/9781845691717.3.460
  • Singh, R., Shushni, M. A. M., & Belkheir, A. (2015). Antibacterial and antioxidant activities of Mentha piperita L. Arabian Journal of Chemistry. https://doi.org/10.1016/j.arabjc.2011.01.019