5 recomendações na hora de tomar sol

· 10 de agosto de 2018
A seguir te detalhamos o que se deve fazer na hora de toar sol para conseguir um bronzeado bonito porém saudável.

Na hora de tomar sol obtemos vitamina D, ela favorece o cuidado da pele e os ossos. Por algum motivo as pessoas parecem mais radiantes, com um aspecto mais alegre, sensual e enérgico. Tendo isso em vista, muitos decide optar por uma pele bronzeada. Agora, há várias recomendações que devem ser levadas em conta para poder tirar proveito do sol.

Você sabe realmente como se deve tomar sol da maneira correta? Se não está tão segura, não se preocupe. Aqui repassaremos alguns aspectos. Para começar, é preciso se desfazer da ideia de que se deve tomar sol só durante o verão. Qualquer mês do ano é um bom momento para que reponhamos energias sob os raios do astro rei.

Recomendações na hora de tomar sol

1. Menos tempo, mais vezes

Para começar, se nos expomos durante muito tempo ao sol corremos o risco de sofrer uma insolação. Este é um perigo que devemos evitar a todo custo, já que as insolações podem causar:

  • Enjoos.
  • Vômitos.
  • Convulsões.
  • Perda do conhecimento.
  • Queda da pressão arterial.

Por este motivo, é muito importante tomar sol durante períodos curtos de tempo. Ou seja, ter várias exposições mas de curta duração. Sempre devemos estar protegidos e escolher lugares onde tenhamos uma sombra por perto, em especial se não acompanham crianças. O tempo aconselhado é de 10 a 20 minutos no verão e 1 hora e meia no inverno.

Confira esses 5 cremes naturais para proteger o colo do sol

Use chapéu na hora de tomar sol

2. A melhor hora do dia

Médicos e dermatologistas aconselham evitar as horas em que o sol cai de forma perpendicular. Na realidade, o mais saudável para a nossa pele é tomar sol antes das 10 da manhã ou depois das 4 da tarde. Ou, dito de outro modo, se desaconselha fazê-lo durante as horas do meio dia.

Um dado a ter em conta, que muitas pessoas desconhecem, é que nos dias nublados o sol afeta igualmente aos dias em que não há nuvens. Na realidade, as radiações ultravioleta atravessam as nuvens. Em concreto, 90% dos raios UVA chegam a nós ainda que o dia esteja nublado e podem causar queimaduras ou, a longo prazo, câncer de pele.

3. O protetor solar adequado

Do mesmo modo que quando dirigimos colocamos obrigatoriamente o cinto de segurança, ao tomar sol deveríamos usar sempre protetor solar. Porém, não podemos nos esquecer de proteger a cabeça e os olhos. Para isso usaremos, além do creme, óculos de sol adequados e um gorro ou chapéu.

Para começar, devemos escolher o creme de acordo com o nosso tipo de pele e o grau de radiação ao que nos expomos. Esta forma de nutrir e proteger a pele é imprescindível ainda que para muitas pessoas seja um hábito pesado ou incômodo. Na realidade, há protetores solares que aguentam até quatro banhos de uns 20 minutos de duração.

Nas etiquetas dos cremes está bem assinalado o grau de proteção solar SPF (Sun Protection factor). Este número indica o tempo que podemos tomar sol sem risco de queimaduras. Portanto, não devemos escolhê-lo ao acaso. Além disso, é recomendável ter ao alcance loções de diferentes fatores para cada momento.

Use protetor solar na hora de tomar sol

4. Alternar sol com banho

Outro hábito que nosso corpo agradecerá na hora de tomar o sol é alternar as exposições ao sol com os banhos. A água do mar ou da piscina ajudam a hidratar nossa pele e nos ajudam a diminuir a temperatura corporal em pouco tempo. Além disso, ao estar em movimento também evitamos que o efeito seja tão intenso.

Por este motivo, aconselhamos não passar muito tempo ao sol sem tomar uma ducha. Além disso, pode ser uma atividade divertida praticar algum tipo de jogo ou esporte na beira do mar (frescobol, futebol, castelos de areia, etc.).

Descubra: Benefícios da água do mar

5. Manter-se hidratado

Para acabar, devemos remarcar que é muito importante estar bem hidratado quando vamos tomar sol. Devemos beber muita água em pequenos goles espaçados, já que o sol produz uma desidratação progressiva em nosso organismo. Para isso, o mais prático é levarmos uma garrafa com água fresca, ainda que também não esteja muito fria. Também podemos alterná-la com sucos, limonada, dentre outros.

Beber água enquanto estamos debaixo do sol é o melhor remédio para evitar as ondas de calor, as insolações e os enjoos. Além disso, também é imprescindível para evitar o envelhecimento da pele que as pessoas que se expõe muito aos raios solares sofrem. Não se esqueça: tomar sol com consciência é um hábito saudável e inteligente.