5 perguntas e respostas para um bronzeado saudável

20 de novembro de 2019
O cuidado com a pele é muito importante. Evite se expor por um longo tempo aos raios ultravioleta, porque eles são terríveis para a pele.

Quando o verão se aproxima, começamos a pensar nas atividades que faremos nos próximos meses. Certamente estaremos muito ao ar livre para aproveitar o sol. E por que não uma linda cor de canela? É por isso que também devemos considerar cuidar de nossa pele para obter um bronzeado saudável.

A pele é o maior órgão do corpo e é constantemente exposta ao exterior. Os raios ultravioleta emitidos pelo sol podem ser prejudiciais e causar queimaduras e câncer.

Existem muitas opções para dourar nossa pele sem prejudicá-la. Portanto, responderemos a algumas perguntas que sempre surgem durante a temporada de verão em relação ao bronzeado saudável.

1. Qual protetor solar devemos usar?

Mulher colocando protetor solar

Isso depende do seu fototipo, ou seja, da pigmentação da sua pele. Existem seis diferentes, de acordo com a classificação de Fitzpatrick.

Isso varia das peles mais brancas, sensíveis às queimaduras solares e resistentes ao bronzeado, às mais escuras e propensas a bronzear-se sem danos.

Uma pele muito clara precisa de um fator de proteção solar (FPS) de 50, enquanto que para as mais escuras é suficiente um de 25.

Em todos os casos, o filtro solar deve ser aplicado a cada duas horas para proteger nossa pele.

2. Os bronzeadores são prejudiciais à pele?

Embora os bronzeadores tenham um FPS menor do que os protetores, são ricos em substâncias hidratantes lipídicas, óleos vegetais e vitaminas A e E que ajudam a proteger a pele dos radicais livres, mas não refletem a luz solar.

No entanto, bronzeadores não são recomendados para peles muito claras. Pessoas que têm esse tipo de pele devem usar protetores solares, pois a proteção será mais completa.

3. Existe um horário ideal para se bronzear?

Quando ficamos um dia na praia ou na piscina, devemos ter em mente que entre as 12:00 e as 16:00, os raios solares são mais perigosos.

Durante esse horário, afetam nossa pele verticalmente com mais intensidade e podem causar mais danos.

Durante esse período, é recomendável ficar na sombra e se expor muito pouco aos raios do sol. Embora estejamos usando um protetor solar, os raios podem afetar a pele.

Lembre-se de que nenhum bloqueia completamente a penetração dos raios ultravioleta na pele.

Leia também: A importância do uso do protetor solar

4. Existe algum alimento que ajude a obter um bronzeado saudável?

Cenouras promovem o bronzeado

Sim, existem e são ricos em vitamina E, um antioxidante que neutraliza a ação dos radicais livres.

Os betacarotenos da cenoura, por exemplo, ajudam a obter um bronzeado saudável.

Vejamos mais alimentos que favorecem o bronzeado:

  • Cenoura, espinafre, cevada, pêssego, pimentão e beterraba contêm betacarotenos, o nutriente responsável pela pigmentação desses vegetais, além de gerar renovação das células da pele e produção de colágeno. Também foi demonstrado que estimula a melanina e protege a pele.
  • Sementes de girassol, linho e gergelim, frutos secos, abacate, aspargo, espinafre, acelga, salsinha, pêssego, kiwi e azeitonas também são bons aliados para a nossa pele.
  • Lentilhas, uvas, ervilhas, soja, chá, vinho tinto, frutas e verduras roxas ou avermelhadas, tomate, cebola, trigo sarraceno e outros grãos integrais, cacau, cerveja e azeite combatem a oxidação causada pelos radicais livres porque contêm polifenóis.
  • Outro excelente protetor solar é o ômega 7, encontrado no abacate, curry, azeite de oliva, queijo parmesão e alimentos de origem asiática, como a enguia japonesa.
  • A astaxantina, pigmento avermelhado encontrado no salmão e truta selvagem também atua como filtro solar.

Entretanto, além de tudo isso, não podemos esquecer o líquido vital! É importante manter uma boa hidratação para que a pele se fortaleça e não fique seca.

É necessário tomar pelo menos oito copos de água por dia, embora também possam ser sucos e vitaminas naturais, caldos de verduras ou infusões sem açúcar.

No entanto, embora possamos consumir esses alimentos, devemos mesmo assim, aplicar protetor solar. Caso contrário, estaremos expondo nossa pele.

Descubra: Protetor solar: saiba quantas vezes deve aplicá-lo

5. Posso obter um bronzeado saudável sem me expor aos raios ultravioleta?

Tanto os raios do sol quanto as câmaras de bronzeamento emanam raios ultravioleta que tentamos evitar em excesso.

Entretanto, queremos esclarecer que A Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa – proibiu há dez anos o uso de câmaras de bronzeamento artificial para prevenir o surgimento de novos casos de câncer de pele e outros riscos à saúde.

No entanto, existe outra maneira de obter um bronzeado saudável sem que nos exponhamos aos efeitos prejudicais dos raios UV.

Produtos autobronzeadores são uma boa opção para dourar a pele mesmo durante os meses mais nublados do ano. Sua função é tingir a epiderme, camada superior da pele.

Você deve esperar entre 3 e 6 horas após a aplicação, para que o resultado seja visível e, em média, o efeito dure 5 dias. No entanto, é possível manter um tom constante usando o produto aproximadamente a cada 4 dias.

Gostaríamos que você se animasse a tomar as devidas precauções ao se expor ao sol. Hoje, existem muitas opções para obter um bronzeado saudável. Não arrisque a saúde da sua pele.

  • Lage, I. R., Ramírez, E. L. A., Ayalas, J. A. R., & Lage, M. R. (2001). Epidemología del câncer de piel no melanoma. Rev Cubana Oncol17(1), 43-7.
  • Mora Ochoa, M., Savigñon, O., Rosa, A., González Gross, T. M., & Castro Mela, I. (2010). El sol:¿ enemigo de nuestra piel?. Medisan14(6), 0-0.
  • Sordo, C., & Gutiérrez, C. (2013). Cáncer de piel y radiación solar: experiencia peruana en la prevención y detección temprana del cáncer de piel y melanoma. Revista Peruana de Medicina Experimental y Salud Pública30, 113-117.