5 infusões diuréticas para eliminar líquidos do corpo

03 Novembro, 2020
Se você estiver seguindo algum tratamento médico para controlar a retenção de líquidos, deve consultar o especialista antes de consumir esses remédios, caso eles possam interferir em algo.

As propriedades diuréticas e anti-inflamatórias de algumas infusões de plantas nos ajudam a eliminar os líquidos retidos em nosso corpo. Portanto, podemos usá-los de tempos em tempos para obter alívio e nos sentimos melhor.

Infusões diuréticas: um complemento válido

A retenção de líquidos é um incômodo comum, relacionado a diferentes questões, como alterações hormonais, consumo excessivo de sal (sódio), hipertensão, doenças cardiovasculares,  consumo de certos medicamentos, entre outros.

Para aliviar o problema, dependendo da causa, é imprescindível seguir as indicações do médico e, ao mesmo tempo, fazer certas mudanças no estilo de vida, além de, acima de tudo, aprender a manter uma hidratação adequada.

Os especialistas da Fundação Espanhola do Coração indicam que “além da melhoria dos hábitos alimentares, outras medidas que ajudam a reduzir os edemas são: manter as pernas elevadas, evitar ficar sentado por muito tempo e praticar exercícios físicos regularmente”.

De acordo com a sabedoria popular, outra maneira de aliviar a retenção de líquidos é combinar a ingestão de água com algumas bebidas naturais com propriedades diuréticas. Para ajudar você, aqui estão algumas opções para quando precisar.

1. Infusão de bétula

Chá de bétula branca

Ingredientes

  • 1 xícara de água (250 ml).
  • 1 colher de chá de folhas secas de bétula (5 g).

Preparo

  • Adicione as folhas de bétula em uma xícara de água fervente. Em seguida, deixe repousar por 10 minutos.
  • Após o tempo recomendado, coe com uma peneira.

Modo de consumo

  • Tome uma xícara de infusão no meio da manhã e repita no meio da tarde.
  • Evite adicionar açúcar ou adoçantes, pois eles promovem a retenção de líquidos.

Nota: essa infusão é contraindicada para mulheres grávidas e pessoas com hipertensão ou doença cardíaca. 

2. Infusão de casca de salgueiro

As propriedades diuréticas da casca de salgueiro são ideais para aliviar o edema e as doenças associadas. Além disso, contém óleos essenciais, antioxidantes, vitaminas, e minerais que ajudam a remover toxinas através da urina.

Ingredientes

  • 1 xícara de água (250 ml).
  • 1 colher de chá de casca de salgueiro (5 g).

Preparo

  • Em primeiro lugar, mergulhe a casca do salgueiro em uma xícara de água fervente. Depois, cubra a bebida.
  • Por fim, deixe-a descansar por 10 minutos e coe.

Modo de consumo

  • Consuma a infusão no meio da manhã, durante 2 semanas seguidas.

Nota: a bebida deve ser evitada por pessoas alérgicas à aspirina ou com alergias respiratórias e úlceras gástricas.

3. Chá verde

Chá verde

Devido ao seu conteúdo de substâncias antioxidantes e seu efeito diurético, o chá verde é uma das bebidas mais consumidas no combate natural à retenção de líquidos.

Ingredientes

  • 1 xícara de água (250 ml).
  • 1 colher de chá de chá verde (5 g).

Preparo

  • Para começar, adicione uma colher de chá de chá verde em uma xícara de água fervente e deixe-a descansar por 10 minutos.
  • Em seguida, uma vez que seus extratos tenham sido liberados, coe com uma peneira.

Modo de consumo

  • Beba 45 minutos após uma refeição principal, para que a bebida não impeça a absorção dos nutrientes.
  • Evite consumir mais de 3 xícaras por dia.

Nota: é contraindicada em caso de gravidez, amamentação e pacientes com anemia ferropênica, hipotensão e nervosismo.

4. Infusão de alcachofra

A infusão de alcachofra é considerada um dos melhores remédios para acabar com a retenção de líquidos no corpo. Além disso, acredita-se que ela melhore o funcionamento do fígadoestimule a função renal e alivie as doenças decorrentes da inflamação.

Ingredientes

  • ½ alcachofra.
  • 1 xícara de água (250 ml).

Preparo

  • Em primeiro lugar, separe as folhas da meia alcachofra e adicione-as em uma xícara de água fervente.
  • Depois, reduza o fogo e deixe a bebida por mais 2 ou 3 minutos.
  • Por fim, desligue, deixe descansar e coe.

Modo de consumo

  • Tome a infusão com o estômago vazio e, se quiser, repita o uso no meio da tarde.
  • Evite consumir à noite para evitar ter que se levantar para urinar e não ter um bom descanso noturno.

Nota: não é recomendada para pessoas com pedras na vesícula, devido ao seu teor de oxalato.

5. Infusão de dente-de-leão

Infusões diuréticas: dente-de-leão

Considera-se que a infusão de dente-de-leão seja uma das mais eficazes quando se trata de expulsar os líquidos retidos e desinchar o corpo. Isso ocorre devido a suas propriedades diuréticas e depurativas.

Ingredientes

  • 1 xícara de água (250 ml).
  • 1 colher de sopa de dente-de-leão (10 g).

Preparo

  • Em primeiro lugar, incorpore o dente-de-leão em uma xícara de água fervente e tampe.
  • Depois, deixe descansar por 5 ou 10 minutos e coe.

Modo de consumo

  • Beba uma xícara de chá no meio da manhã.
  • Não beba mais de 3-4 xícaras por dia.

Nota: não deve ser consumida em caso de gravidez ou se houver problemas na vesícula ou no estômago.

Você tem dificuldade para eliminar líquidos retidos?

Você sente peso nos membros? Tem problemas para eliminar líquidos retidos? Se você tiver algum sintoma de retenção e outros desconfortos, não hesite em ir ao médico e seguir as instruções que ele der.

Além disso, você pode preparar essas infusões que recomendamos. São opções mais recomendáveis do que as bebidas industriais, que são ricas em açúcar e sal, e prejudicam sua saúde.

Lembre-se de que, por si só, essas bebidas não resolverão seus problemas de saúde. Portanto, sempre as tenha como suplementos, nunca como curas ou tratamentos para doenças e afecções.

  • Wang, D. J., & Gottlieb, S. S. (2008). Diuretics: Still the mainstay of treatment. Critical Care Medicine. https://doi.org/10.1097/01.CCM.0000296272.68078.6B
  • Cáceres, A., Saravia, A., Rizzo, S., Zabala, L., De Leon, E., & Nave, F. (1992). Pharmacologie properties of Moringa oleifera. 2: Screening for antispasmodic, antiinflammatory and diuretic activity. Journal of Ethnopharmacology. https://doi.org/10.1016/0378-8741(92)90049-W
  • Benjumea, D., Abdala, S., Hernandez-Luis, F., Pérez-Paz, P., & Martin-Herrera, D. (2005). Diuretic activity of Artemisia thuscula, an endemic canary species. Journal of Ethnopharmacology. https://doi.org/10.1016/j.jep.2005.03.005