5 exercícios que ajudam a aliviar a dor no joelho

· 3 de agosto de 2017
O sedentarismo e a obesidade podem ser as principais causas de dor nos joelhos. Portanto, é essencial manter-se ativo para evitar problemas.

A dor no joelho é algo muito comum, tanto em crianças como em pessoas de idade avançadaPode ser resultado de uma lesão, como um ligamento rompido ou uma ruptura da cartilagem. Algumas doenças, como a artrite, a gota e as infecções, também podem causar dor no joelho.

A dor geralmente está associada com o desgaste da cartilagem, um tecido que recobre as articulações superficiais do joelho. Muitas vezes, o incômodo chega a ser tão intenso que causa problemas de mobilidade.

A fisioterapia e os dispositivos de imobilização dos joelhos também podem ajudar a aliviar a dor. No entanto, em alguns casos, pode ser necessário um reparo cirúrgico.

O mais recomendável é recorrer a um especialista para fazer um diagnóstico e saber qual é a causa da dor. Uma vez detectado o problema, o médico nos dará o tratamento a ser seguido, seja farmacológico ou cirúrgico, assim como nos indicará os exercícios apropriados para cada caso.

Exercícios que ajudam a aliviar a dor no joelho

Exercícios que ajudam a aliviar a dor no joelho

O exercício é a melhor forma de manter a saúde dos joelhos. Ajuda a aliviar a dor e a conservar a elasticidade, tanto da cartilagem como do músculo.

São empregadas esses exercícios para manter a cartilagem em movimento e, assim, dar força ao músculo para evitar lesões ou desgastes no futuro.

Explicamos 5 exercícios simples que te ajudarão, de uma maneira efetiva, a aliviar e combater a dor no joelho.

Leia também: Fortaleça os joelhos lesionados com estes 5 exercícios

1. Tábua

Uma maneira muito simples de fortalecer os joelhos e também os quadríceps é praticar este seguinte exercício. É ideal para as pessoas que tenham lesões no joelho, seja por praticar esportes ou por uma queda.

Deite-se em um lugar confortável, seja sua cama ou em colchonete de ioga e levante as pernas. É muito importante que você não as flexione. Mantenha-as esticadas e os joelhos eretos.

O recomendado é realizar este exercício 3 ou 4 vezes, com intervalos de descanso.

Embora a continuidade seja importante, não exceda o número de repetições, pois a força exercida pode causar desconforto nas suas costas.

2. Sentar no ar

O exercício de sentar no ar pode ajudar a aliviar a dor no joelho

Mantendo a prática deste exercício, seus joelhos voltarão a ficar flexíveis e recuperarão a força.

  • Apoie suas costas contra a parede e separe seus pés da parede e um do outro.
  • Já nessa posição, comece a descer bem lentamente até ficar “sentado” no ar.
  • Mantenha essa posição por cerca de 10 ou 15 segundos. Devagar, volte a posição inicial e faça de novo.
  • O recomendável é realizar o exercício 5 vezes por dia, fazendo 10 repetições a cada vez.

3. Joelhos flexionados

  • Deite-se no chão e estique uma perna enquanto mantém a outra dobrada com o pé apoiado.
  • Levante a perna esticada e mantenha essa posição por cerca de 10 segundos.
  • Abaixe esta perna, flexione-a e faça o mesmo com a que estava dobrada anteriormente.

Este é um exercício em que você também faz um trabalho a nível abdominal, por isso é aconselhável utilizar um colchonete.

Lembre-se de executar todos esses exercícios com cuidado e sem exercer muita força. Faça-o apenas até onde sua perna pode subir.

4. Extensão da perna

  • Você pode se sentar ou deitar diretamente no chão.
  • Levante a perna em linha reta, cerca de 20 cm acima do chão.
  • Mantenha essa posição por 10 segundos e abaixe-a enquanto flexiona o joelho.
  • Realize este exercício 10 vezes com cada perna.
Caminhar pode ajudar a aliviar a dor no joelho

5. Caminhar

Finalmente, para aliviar a dor no joelho, falaremos sobre caminhar, que é um dos exercícios mais saudáveis ​​que existem. Trata-se de uma atividade que não compromete os limites cardíacos nem arrisca as articulações dos pés, do joelho ou do quadril.

Pode te interessar: 7 benefícios de caminhar todos os dias

Não é trotar e muito menos correr, mas também não é um passeio descontraído. Caminhar com um passo firme e constante, por 30 ou 40 minutos, proporciona muitos benefícios à nossa saúde:

  • Aumenta a capacidade cardiorrespiratória.
  • Diminui ou melhora a pressão arterial e o risco de doenças coronárias.
  • Retarda a osteoporose ao melhorar a produção de massa óssea.
  • Aumenta a massa muscular e sua flexibilidade.
  • Ajuda a reduzir o peso corporal.
  • Fortalece as articulações.
  • Mallorques, S. S. (2003). Artrosis de rodilla. Jama.
  • Ibarra Cornejo, J. L., Fernández Lara, M. J., Eugenin Vergara, D. A., & Beltrán Maldonado, E. A. (2015). Efectividad de los agentes físicos en el tratamiento del dolor en la artrosis de rodilla: una revisión sistemática. Revista Médica Electrónica.