7 chaves para melhorar a circulação das pernas em 20 dias

· 11 de julho de 2017
Se você tiver um trabalho que envolve ficar na mesma posição por muitas horas, seja de pé ou sentado, deve procurar se mexer um pouco a cada 30 minutos para favorecer a circulação das pernas.

Melhorar a circulação das pernas e a qualidade do retorno venoso é um fator-chave para evitar o desenvolvimento de varizes ou para reduzir seu impacto se elas já estiverem presentes.

Não é fácil. Cabe dizer que a clássica sensação de formigamento, dormência e o incômodo pulsátil nas extremidades podem ocorrer devido a diversas origens que sempre devemos conhecer.

Uma circulação sanguínea defeituosa nas pernas pode ter como desencadeante a diabetes, problemas cardíacos, obesidade ou complicações circulatórias ou genéticas.

Será nosso médico quem determinará a causa para nos oferecer um tratamento mais adequado.

Por outro lado, tanto se já tivermos problemas circulatórios ou não, é recomendável seguir estas dicas simples que vamos sugerir agora.

São estratégias bem simples que melhorarão nosso bem-estar em muitos aspectos.

Não se esqueça jamais de que algo tão essencial quanto poder desfrutar de uma circulação sanguínea adequada é sinônimo de qualidade de vida.

Sintomas gerais de uma má circulação do sangue

Antes de nos aprofundar nessas chaves que nos ajudarão a melhorar a circulação das pernas, é interessante que nos detenhamos, em primeiro lugar, na sintomatologia.

Ter varizes ou sentir câimbras constantes nas pernas, além do inchaço é, sem dúvidas, um primeiro indicador de que nossa circulação sanguínea não está tão boa quanto deveria.

Porém, também é comum que nosso corpo ofereça outras pistas mais gerais que valem a pena destacarmos na consulta médica:

  • Manchas vermelhas nas pernas;
  • Pele seca;
  • Inchaço nos tornozelos;
  • Unhas e cabelos frágeis;
  • Sensação de frio nas mãos e nos pés;
  • Cansaço;
  • Sonolência.

Vejamos a seguir a forma como podemos melhorar a qualidade da circulação das pernas.

Leia também: Sintomas de uma trombose venosa nas pernas

7 mudanças para melhorar a circulação das pernas

Aloe vera para melhorar a circulação das pernas

1. Estimular a circulação com babosa

Este remédio, além de favorecer a circulação das pernas, nos proporcionará descanso, frescor, e aliviará, inclusive, a sensação de peso nas pernas e o formigamento.

O que fazer?

  • Congele uma folha da planta de babosa.
  • Lave as pernas e posicione-as em uma cadeira de forma confortável.
  • Depois, com a ajuda de uma faca, corte um pedaço da folha de babosa congelada.
  • Passe esse pedacinho da babosa nas pernas fazendo movimentos ascendentes, ou seja, dos tornozelos até os joelhos.

2. Infusão de espinheiro-branco

O espinheiro-branco é a planta mais utilizada na medicina natural para regular a circulação e reduzir a hipertensão.

  • Se nos acostumarmos a tomar esta infusão entre 4 e 5 dias por semana, nos beneficiaremos de seus ácidos triterpênicos, seus flavonoides e polifenois.
  • Além disso, por ser muito rica em taninos, flavonoides e pectinas, atua como relaxante e como um bom depurador de nosso organismo para evitar a retenção de líquidos.

Como advertência, cabe assinalar que nunca devemos exceder a dose de 1 grama por dia desta planta em infusão.

Ainda, se estivermos tomando algum medicamento para o coração, é melhor consultar o médico sobre a conveniência ou não de fazer uso deste remédio natural.

3. Exercícios regulares em casa e no trabalho

Nem sempre temos tempo de frequentar uma academia. Às vezes, as ocupações são muitas e o tempo para os exercícios é muito reduzido.

Pode ser, inclusive, que você pense que por estar o dia todo em pé, já faz exercício o suficiente.

Porém, o que nosso corpo precisa é de movimentos aeróbicos, uma rotina que favoreça a oxigenação do sangue e o bombeamento regular do coração.

Descubra também 10 partes do corpo que são afetadas pelo estresse

Por isso, não deixe de aproveitar qualquer instante para cumprir com estes requisitos:

  • Levante a cada meia hora e ande um pouco.
  • Se passar muitas horas sentado, faça uso de um dispositivo móvel para repousar os pés com o qual possa fazer pequenos exercícios.
  • Escolha sempre as escadas em vez do elevador.
  • Se possível, opte por fazer suas tarefas a pé em vez de usar o carro.
  • Procure tempo ao longo do dia para sair para caminhar a passos rápidos, pelo menos por 20 minutos.

4. Diga sim aos alimentos ricos em potássio

Suco de rabanete para melhorar a circulação das pernas

Os alimentos ricos em potássio favorecem a circulação sanguínea e combatem à retenção de líquidos.

Confira o que não pode faltar em sua dieta:

  • Bananas;
  • Sementes de girassol, de abóbora, de gergelim, de linhaça ou de chia;
  • Abacates;
  • Algas;
  • Cacau puro em pó;
  • Rabanetes;
  • Brócolis;
  • Cenouras;
  • Tomates;
  • Abóboras.

5. Durma com as pernas mais altas

Uma sugestão ideal que você deve experimentar hoje mesmo é dormir com as pernas levemente mais elevadas em relação à sua cabeça.

Para isso, não é preciso mudar de cama e nem incomodar seu parceiro: basta colocar algumas almofadas debaixo das pernas.

Deste modo, melhorará também o retorno venoso e você se levantará pela manhã com as pernas leves e descansadas.

6. Suco de laranja e cenoura no café da manhã

Você vai amar! Assim que acordar, lembre-se de preparar este suco natural à base de laranja e cenoura.

Se adicionar uma pitadinha de gengibre ralado, conseguirá um remédio fabuloso para estimular sua circulação sanguínea e cuidar do seu coração.

Experimente!

7. Drenagem linfática manual com óleo de alecrim

Você mesmo pode fazer esta massagem ou pedir a um bom fisioterapeuta ou massagista que faça esse tipo de terapia.

Com ela, conseguirá eliminar o excesso de líquido que se acumula e melhorará a circulação das pernas.

Para concluir, assim como você pôde ver, estas propostas são fáceis de cumprir.

Porém, lembre-se: procure sempre seu médico para que, em primeiro lugar, ele faça uma avaliação sobre a causa de sua possível má circulação das pernas.

Mais tarde, estes simples remédios naturais serão, sem dúvidas, seus aliados cotidianos.

Coloque-os em prática hoje mesmo e em 20 dias você verá os resultados!