5 conselhos para não depender emocionalmente de seu parceiro

Inseguranças pessoais, uma baixa autoestima e a necessidade de afeto levam a depender emocionalmente do parceiro. Saber identificar os sintomas deste problema pode prevenir depressões e uma solidão difícil de superar.

Não depender emocionalmente do parceiro é um estado que muitas pessoas não conseguem alcançar. Quem depende emocionalmente de seu parceiro se envolve na relação a tal ponto em que passa a crer que os dois são um só. O que é pior, seu parceiro chega a se transformar em sua única prioridade.

Quem depende emocionalmente de seu parceiro precisa do consentimento do outro para fazer qualquer coisa, por mais simples que ela seja. Se limitam a ficar quietos por medo de não ter ideias importantes o suficiente. Em geral, chega um momento em que a dependência emocional é tão forte que perdem a autonomia sobre suas emoções.

O que fazer para não depender emocionalmente do seu parceiro?

1. Manter o vínculo familiar

A família constitui o núcleo primário do desenvolvimento emocional das pessoas. Alguns cometem o grave erro de se afastar paulatinamente de pais ou irmãos quando formam um casal. Talvez porque não têm um vínculo muito forte ou talvez acreditam que esse tempo agora pertence à sua nova relação.

Os idosos podem depender emocionalmente dos mais jovens

Mas, se considerarem melhor, poderão se dar conta de que são só desculpas. Está bem pôr limites quanto a comentários ou críticas para evitar momentos ruins, mas romper com os laços familiares é desnecessário.

Se uma pessoa chega a se separar de seu parceiro e antes disso se distanciou de seus familiares, não terá a quem recorrer. e se tem a sorte de se manter unida ao parceiro no futuro, ter outros contatos e afetos é saudável.

Leia também: Como comprometer-se com seu parceiro sem sacrificar suas necessidades

2. Não se afastar das amizades

Os amigos são um bem precioso que toda pessoa deve cuidar e preservar. Há quem, quando começa um relacionamento, começa a rejeitar convites que antes esperavam com ânsias. Deixam de fazer planos com amigos porque já os consideram chatos ou uma perda de tempo. Na realidade, o afastamento ocorre porque está focando todo o seu mundo no relacionamento.

Em muitos casos, os ciúmes são a principal causa deste terrível erro. Um companheiro inseguro pode manipular com facilidade seu parceiro quando é dependente emocional. Em consequência esta, por culpa ou medo da separação, rompe suas relações de amizade anteriores.

Assim, chega um dia em que quem depende emocionalmente de seu parceiro se encontra em plena solidão e não entende como aconteceu.

As amizades ajudam a evitar depender emocionalmente do parceiro

3. Ter atividades próprias

Cada indivíduo é um ser diferente que tem seus próprios gostos e projetos. Manter esta individualidade e respeitar a alheia é a base para não depender emocionalmente do parceiro. Estar juntos não impede de poder se sentar em um café e ler um livro sem o parceiro ou assistir a um evento esportivo sozinho.

Cada um deve ter seu próprio espaço emocional dentro da relação. Ter o caráter para se olhar no espelho e dizer: “estou aqui”, dá uma confiança que fortalece todo tipo de vínculo. Do contrário, a vida se torna chata com a probabilidade de cair em depressão.

Veja também: 7 coisas que destroem o relacionamento de um casal

4. Ter decisões próprias

O maior dos problemas de uma pessoa que depende emocionalmente de seu parceiro é não tomar decisões próprias. Desde o preparo do almoço até qual trabalho escolher, são escolhas que só tomam com a aprovação do outro. É importante que haja um diálogo fluido, mas a decisão nos temas pessoais deve ser individual.

Do contrário, é possível cair em frustrações ou censuras no futuro. Ainda, o parceiro chega a se cansar de uma pessoa que lhe entrega em uma bandeja todas as responsabilidades. É que não é agradável se sentir o único adulto na relação.

Mulher com dúvidas sobre seu relacionamento

5. Detectar atitudes próprias que levam à dependência emocional

As pessoas que não desejam depender emocionalmente do parceiro podem evitar isso se identificam e trabalham certas características, tais como:

  • Impossibilidade de suportar as separações, sem se apegar à pessoa.
  • Necessidade de fazer ou planejar tudo em conjunto.
  • Estar pendente de agradar ao outro a todo momento, apesar de se sentir incômodo.
  • Suportar passivamente maus tratos por medo do fim do relacionamento.
  • Pedir desculpas por pensar diferente ou discutir algum tema.

Reflexão

Depender emocionalmente do parceiro traz como consequência direta a destruição da autoestima. O pensamento que domina em uma pessoa que depende emocionalmente de seu parceiro é que não conseguirão a felicidade se não tiverem a essa pessoa ao seu lado. Definitivamente, estas pessoas são vítimas de si mesmas.

É preciso trabalhar mentalmente para sermos pessoas autoconfiantes e seguras. A plenitude do casal se consegue quando os dois têm uma personalidade firme e a liberdade de expressar seus pensamentos, ainda que sejam diferentes entre si.

Recomendados para você