3 reflexões sobre a importância de sair da zona de conforto

Em vez de se conformar com as suas condições e permanecer na sua zona de conforto, você deve sair dela para viver verdadeiramente.
3 reflexões sobre a importância de sair da zona de conforto

Última atualização: 19 Fevereiro, 2021

É hora de avançar. Não seja prisioneiro da conformidade. Experiências o esperam, e enquanto você não sair da sua zona de conforto, você não poderá desfrutar delas. O que te dá tanto medo? Os seres humanos buscam segurança, um trabalho estável, uma casa e ver sua família bem. Mas e os seus objetivos? Onde ficou o desafio de viver?

Se você quer ser alguém bem-sucedido, precisa superar testes, mesmo que elas façam seus joelhos tremer. A vida se trata de aprender, e somos todos pequenas esponjas absorvendo o que há ao nosso redor. Não importa o nosso nível de instrução: todos nós temos algo a aprender e ensinar.

O que é a zona de conforto?

A zona de conforto é um estado mental cuja principal característica são os comportamentos rotineiros para atingir um nível de desempenho constante sem uma sensação de risco. Em outras palavras, são comportamentos, atitudes e estratégias que costumamos usar para permanecer no ambiente que nos faz sentir seguros. 

O problema é que, embora tudo pareça estar sob controle, muitas vezes isto leva a um estado de apatia e vazio existencial que o impede de sentir satisfação ou orgulho pelo que você faz. Além disso, dificulta o crescimento pessoal e profissional.

Portanto, é um estado psicológico e comportamental de conforto e conformidade. Envolve evitar a incerteza e o comprometimento que as mudanças acarretam, mesmo que sejam positivas.

Por que é difícil sair da zona de conforto?

Por que é difícil sair da zona de conforto?

Você reage por instinto, evitando possíveis ameaças. Você quer o que te faz feliz e foge da incerteza e do fracasso. O problema é que você inventa muitas desculpas para o medo de correr riscos.

Você é o rato que vive no buraco vendo tudo de dentro e que quer estar lá fora, mas não se atreve a dar esse passo; você não quer ser comido pelo gato. Por que? Porque você não confia em si mesmo, você não sabe do que é capaz, porque não percebe que, se correr sem olhar para trás, ele não conseguirá te pegar.

Por que você não vive o que você imagina? Na sua imaginação você viaja para o lugar com o qual você sempre sonhou, se demite daquele trabalho que você odeia, luta para fazer o que realmente gosta, e desfruta de cada momento, de cada boa companhia e até da solidão.

Você fez de tudo para ter aquela “vida perfeita” aos olhos das outras pessoas, conformando-se com o que os outros querem, e acabou se perdendo no caminho. Acorde! Você não é uma máquina. Quebre a rotina e saia da zona de conforto!

Motivos para sair da zona de conforto

1. A ideia de que essa é a vida que você está destinado a viver

Por que você continua aí se tudo deu errado? Você está tão imerso na rotina que se conforma em pensar: “é a vida que estou destinado a viver”. O papel de vítima é algo que cai perfeitamente e, de fato, buscamos o que encaixa com o drama e a decepção. Rejeitamos o que nos faz dar a volta por cima, ainda que no fundo saibamos que é o melhor.

A pergunta é: isto é realmente viver? Quando você pára de conhecer pessoas novas e de tentar coisas novas, se recusa a terminar um relacionamento que não te faz mais feliz e trabalha de forma automática, a única coisa que você está fazendo é morrer, mesmo que seu coração continue batendo.

Abandone estes clichês que se tornaram um fardo para você. Não se engane, essa não é a vida que você está destinado a viver, é a vida que você decidiu ter. Você é o autor da sua própria história: você pode modificar o roteiro quando desejar, eliminar personagens e fazer uma revolução inteira se quiser, mas não tenha medo de encontrar um final feliz.

2. “Haverá tempo”

Você é imortal? Quem te disse que sempre haverá um amanhã? Sua agenda é a prova de que você não se arrisca. Você planeja detalhadamente o futuro focando no que você não tem: “Quando eu tiver uma casa”, “quando eu me casar”, “quando meus filhos crescerem”.

E se este momento não chegar? A vida acontece agora, não amanhã. Faça isso mesmo que seu coração dispare e seu sangue suba rapidamente para sua cabeça. Porque ao esperar você pode acabar no meio da estrada sem fazer nada. Você pode ter dias cômodos e um teto seguro, uma zona de conforto, mas de que adianta se você não tiver um sorriso no rosto?

Resumindo, não espere o momento perfeito, porque ele não existe. Além disso, o perfeito é inimigo do bom, e o bom momento é agora.

3. O autobloqueio

Motivos para sair da zona de conforto

Chegou a hora de transcender, de transformar suas fraquezas em um impulso para melhorar. Ninguém deve tomar suas decisões por você. Pare de se culpar por não atender às expectativas dos outros. Cada pessoa é diferente. Então, até onde você pode chegar?

A única pessoa que pode te impedir é você. Se você se bloquear, você não conseguirá avançar. Supere seus próprios objetivos. Se você pode imaginá-los, você pode alcançá-los! Comece aceitando a si mesmo, dedicando-se a se conhecer, e então pergunte-se: eu sou feliz? Se a resposta for não, é hora de sair da zona de conforto, mesmo que isso o faça sentir que o mundo está girando.

Pode interessar a você...
Quero começar a viver sem medo e com coragem
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Quero começar a viver sem medo e com coragem

Para viver sem medo, devemos aceitar que tudo pode acontecer e que de tudo obteremos um ensinamento, tanto das coisas boas quanto das ruins.