Tipos e variedades de ameixas

A ameixa é uma fruta que muitos de nós já experimentamos. Embora a maioria conheça apenas a de cor vermelha ou roxa, existem outras variedades. A seguir, compartilhamos mais detalhes.
Tipos e variedades de ameixas

Última atualização: 09 Março, 2021

Você sabe quais variedades de ameixas existem? Embora a maioria das pessoas já tenha comido essa fruta, nem todos sabem quais são as diferenças específicas que cada tipo apresenta. Portanto, neste artigo, vamos falar mais sobre este tópico.

A ameixa é uma fruta que tem um sabor particular; pode ser doce ou ter um grau significativo de acidez . Por isso, há quem seja fã. Além disso, contém nutrientes que são benéficos para o corpo, como fibras, vitaminas A, C e E, e minerais como magnésio, zinco e selênio.

Ameixeira

Esse fruto vem da árvore conhecida como ameixeira, que faz parte da família Rosaceae e pertence ao subgênero Prunus, como a amendoeira, a cereja e o pêssego.

Em geral, tem 5 ou 6 metros de altura, tronco liso ou rachado e galhos com espinhos em algumas espécies. Além disso, suas folhas são de formato elíptico com bordas serrilhadas, e possui flores brancas com botões ásperos ao toque. Um destaque é que ela resiste a baixas temperaturas e geadas.

Os frutos que esta árvore produz podem ser amarelos, roxos, vermelhos, brancos ou verdes. No seu interior, têm uma carne suculenta de consistência firme e um caroço ou semente não comestível. No exterior, têm uma casca lisa e macia. Em geral, as ameixas amarelas destacam-se pela acidez, as de tons avermelhados ou violetas são doces, e as verdes são amargas.

Variedades de ameixas
A ameixa vem da árvore chamada de “ameixeira”, e existem muitas variedades que podemos encontrar.

Variedades de ameixas

Conforme explicado pelo Sistema de Vigilância e Monitoramento de Pragas da Argentina, os tipos mais conhecidos são a europeia e a japonesa, que, por sua vez, também apresentam diferentes variedades de ameixas. No entanto, outra forma de classificação pode ser por cor. Contaremos mais detalhes a seguir.

Ameixas europeias (Prunus domestica)

A ameixa europeia é a mais comum. Essas frutas geralmente são verdes claras (como a variedade Claudia) ou roxas. Elas não contêm uma quantidade significativa de água, por isso são boas opções para o processo de desidratação.

Claro que também podem ser consumidas como fruta ou usadas ​​para fazer doces, compotas e conservas. Elas são cultivadas na França, Inglaterra, Bélgica e Espanha. Especificamente, as variedades pertencentes a este grupo são Claudias, Stanley, President, Giant e Ana Apath.

Ameixas japonesas (Prunus salicina)

Em geral, são consumidas in natura. Têm casca avermelhada ou preta, embora existam variedades amarelo-claras. São características de climas quentes. Dentro deste tipo, estão as seguintes variedades: Red Beauty, Golden Japan, Menthey, Formosa, Santa Rosa.

Ameixa amarela

É também conhecida como ameixa-limão e é fruto da árvore Hobo, Jobo ou Yuplon. Este tipo é nativo do continente americano e da Índia Ocidental.

Tem um tamanho pequeno em comparação com as outras, tem uma polpa firme e tanto o interior quanto o exterior são de cor amarela. É usada para fazer bolos, geleias, sucos, conservas de frutas e conhaque de ameixa.

Outras variedades de ameixas

Como já mencionamos, existem variedades dentro desses tipos. Aqui estão mais detalhes sobre algumas delas.

Ameixa amarela ou sungold

É uma variedade de ameixa japonesa que vem da África do Sul, mas é cultivada em vários países. Este tipo é grande e aromático, tem casca amarela e, quando atinge a maturação, pode ficar com a cor vermelha escura.

A polpa é de cor amarela ou laranja e possui uma doçura notável. Pode ser consumida fresca, embora também seja útil para fazer compotas.

Red Beauty Plum

É uma variedade de ameixa japonesa de formato arredondado. A pele é vermelha e pode escurecer, dependendo do estado de maturação. Por dentro, é de cor amarela e tem uma textura dura, por isso é uma boa opção para manuseio e transporte.

Ameixa dourada do Japão

É um fruto amarelo claro com casca brilhante e resistente. Possui polpa suculenta e, como as anteriores, é uma variedade japonesa. Geralmente é cultivada na França, Itália, África do Sul e Estados Unidos.

Black Amber

Este fruto tem a casca preta e formato redondo e ligeiramente achatado. A polpa é de cor âmbar e firme. Devido à sua dureza, é resistente à manipulação. Esta variedade de ameixa se adapta a regiões quentes.

Santa Rosa

Destaca-se pelo formato arredondado e em forma de coração. Sua casca tem um tom vermelho profundo e o interior é amarelo âmbar ou carmim claro. Além disso, sua polpa é suculenta e possui sabor semelhante ao do morango.

Ameixa verde Rainha Claudia 

É uma variedade de ameixa do tipo europeu. É de tamanho médio e arredondado. Por fora é verde, com polpa fina e suculenta. É ideal para consumir fresca, em compotas ou conservas.

Benefícios de consumir diferentes variedades de ameixas

De acordo com diversos estudos, o consumo de ameixas tem efeitos benéficos para a saúde. Especificamente, isso se deve ao fato de fornecerem antioxidantes, fitoquímicos (um grupo diverso de compostos presentes nas plantas), vitaminas e minerais.

Para ficar claro, todas essas variedades de ameixas, apesar de terem sabor ou cor diferentes, podem contribuir para o bem-estar. Em relação a isso, o consumo regular dessa fruta auxilia no seguinte:

  • Melhorar a condição da pele e da visão: graças ao seu teor de vitamina A.
  • Previne a constipação: melhora a digestão devido ao seu teor de fibra alimentar e de sorbitol, seu adoçante natural.
  • Alivia a retenção de líquidos: seu alto teor de potássio favorece a eliminação dos líquidos para que não se acumulem nos tecidos moles, o que é favorável em pessoas com hipertensão.
  • Manter os níveis de açúcar e colesterol no sangue: essa ação também é mediada pelas fibras, que evitam a alta absorção de gordura.
  • Fortalece o sistema imunológico: pois fornece vitaminas e minerais de que o organismo necessita para funcionar bem no que diz respeito ao metabolismo celular dos glóbulos brancos.
Ameixas secas
Existem variedades de ameixas que resistem melhor à desidratação do que outras.

Existem variedades de ameixas para todos os gostos

Como você viu, existem vários tipos de ameixas além das típicas roxas ou vermelhas. Além disso, o sabor, a quantidade de água e a contribuição de nutrientes que elas oferecem podem variar.

Apesar disso, considere que o consumo de qualquer uma das variedades de ameixas existentes traz benefícios para a sua saúde. As fibras regulam o seu intestino, os minerais ajudam o sistema imunológico e o potássio contribui para estabilizar os níveis de pressão arterial.

Pode interessar a você...
As ameixas contra a perda de massa óssea
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
As ameixas contra a perda de massa óssea

Sempre nos dizem que é conveniente tomar muito cálcio para evitar a perda de massa óssea. Hoje falaremos sobre as ameixas para tratar desse problema.



  • Parra-Coronado, A., Hernández-Hernández, J. E., & Camacho-Tamayo, J. H. (2007). Estudio de algunas propiedades fisicas y fisiológicas precosecha de la ciruela variedad horvin. Revista Brasileira de Fruticultura29(3), 431-437.
  • Vargas-Simón, G., Hernández-Cupil, R., & Moguel-Ordoñez, E. (2011). Caracterización morfológica de ciruela (Spondias purpurea L.) en tres municipios del estado de Tabasco, México. Bioagro23(2), 141-149.
  • Caballero-Gutiérrez, L., & Gonzáles, G. F. (2016). Alimentos con efecto anti-inflamatorio. Acta Médica Peruana33(1), 50-64.
  • Prunus domestica y P. salicina. Sistema de Vigilancia Argentino y monitoreo de plagas. Disponible en: https://www.sinavimo.gov.ar/cultivo/prunus-domestica-y-p-salicina.
  • González-Flores, D., Velardo, B., Garrido, M., González-Gómez, D., Lozano, M., Ayuso, M. C., … & Rodríguez, A. B. (2011). Ingestion of Japanese plums (Prunus salicina Lindl. cv. Crimson Globe) increases the urinary 6-sulfatoxymelatonin and total antioxidant capacity levels in young, middle-aged and elderly humans: Nutritional and functional characterization of their content. Journal of Food & Nutrition Research50(4).
  • Vilcanqui-Pérez, Fulgencio, and Carlos Vílchez-Perales. “Fibra dietaria: nuevas definiciones, propiedades funcionales y beneficios para la salud. Revisión.” Archivos Latinoamericanos de Nutrición 67.2 (2017): 146-156.
  • Villanueva-Flores, Rafael Mauricio. “Fibra dietaria: una alternativa para la alimentación.” Ingeniería Industrial 037 (2019): 229-242.
  • Ortega Anta, Rosa M., et al. “Pautas nutricionales en prevención y control de la hipertensión arterial.” Nutrición Hospitalaria 33 (2016): 53-58.