Vampire facial: o que é e quais são seus riscos

O vampire facial é uma técnica que consiste em usar o próprio sangue do paciente para ajudar a regenerar e rejuvenescer a pele.
Vampire facial: o que é e quais são seus riscos

Última atualização: 06 maio, 2022

Este procedimento começou a chamar a atenção quando algumas celebridades revelaram que tinham o hábito de fazer o vampire facial. Consequentemente, a demanda e a oferta em centros de beleza aumentaram.

O vampire facial envolve tirar sangue, centrifugar e re-inocular o plasma rico em plaquetas. Embora exista também outro procedimento que é realizado com microagulhas e que recebe o mesmo nome.

Explicaremos em que consiste, como ele é feito, quais são seus benefícios e riscos.

O que é o vampire facial e como ele é feito?

Existem dois procedimentos que são conhecidos pelo nome de vampire facial. Embora um seja mais popular que o outro, ambos têm em comum o fato de o rosto parecer sangrento. Daí o nome.

No vampire facial que foi popularizado há algum tempo por uma celebridade, o procedimento envolve retirar o sangue do paciente e centrifugar para isolar o plasma rico em plaquetas.

Acredita-se que ele está cheio de trombócitos e fatores de crescimento, por isso pode ajudar a induzir o reparo celular. Esse fluido então se infiltra no rosto e o restante do sangue é aplicado como uma máscara. Dá a impressão de que a pessoa está ferida.

Quanto ao outro procedimento, é praticado com microagulhamento com rolo. O nome foi extrapolado porque ocorre sangramento; e embora seja leve, é igualmente escandaloso de se olhar.

Neste último, as múltiplas agulhas do aparelho abrem microcanais. O objetivo é permitir a penetração de alguns nutrientes (vitaminas e antioxidantes), bem como de medicamentos. Diz-se também que a derme libera fatores de crescimento ao tentar reparar os danos causados pelas agulhas.

Ambos os procedimentos podem ser combinados. Ou seja, o plasma rico em plaquetas é inoculado nos microcanais produzidos pelas agulhas; ou é injetado, usando a técnica conhecida como mesoterapia.

Microagulhamento em uma mulher recebendo um tratamento facial de vampiro.
Os microneedles ferem a pele para estimular a produção de novas fibras de colágeno através da reparação e cura.

Benefícios do rosto do vampire facial

O vampire facial é apresentado como um procedimento que promove a reativação de células-mãe, o que contribuiria para o rejuvenescimento da pele. Em geral, os seguintes benefícios são atribuídos a ele:

  • Pode dar luminosidade ao rosto.
  • Atenua manchas e cicatrizes.
  • Pode reduzir a hiperpigmentação.
  • Estimula a produção de colágeno e elastina.
  • Reduz rugas e linhas de expressão.

Riscos e efeitos colaterais

Tanto o nome do tratamento quanto a aparência da pessoa durante o tratamento podem ser perturbadores. No entanto, é certo que as chances de reações alérgicas e efeitos colaterais são relativamente baixas com o vampire facial, já que ele funciona com o plasma sanguíneo do próprio paciente.

Por outro lado, por ser uma abordagem um tanto invasiva, algumas reações podem ocorrer. Uma delas é a dor devido ao microagulhamento. Embora um anestésico tópico seja usado para minimizá-la e torná-la suportável.

Além disso, outros efeitos colaterais que podem aparecer são hematomas, vermelhidão, cicatrizes, granulomas, feridas que demoram em cicatrizar, bem como reações às substâncias que são introduzidas. Quando realizado sob condições assépticas rigorosas, por profissionais de saúde certificados, as chances de infecções são reduzidas.

Outro perigo potencial é a disseminação de doenças, como HIV e hepatite B ou C, que são transmitidas pelo contato com o sangue de uma pessoa infectada. Portanto, microagulhas estéreis devem ser usadas.

Embora esse risco também possa estar presente quando os componentes do sangue são separados. Nesse sentido, casos de infecções graves devido a esses tratamentos têm sido descritos.

Por fim, cabe destacar que existem aparelhos que podem ser adquiridos pelas pessoas para praticar o procedimento em casa. Isso é considerado um risco potencial, pois seriam utilizados sem a presença ou supervisão de um profissional de saúde.

Precauções a serem tomadas

Levando em consideração todos os pontos acima, existem algumas medidas de segurança a serem considerada:

  • Pratique o procedimento em um centro médico autorizado, em ambiente controlado, sob rigorosas medidas de higiene.
  • É imprescindível o uso de equipamento estéril e hipoalergênico (recomenda-se agulhas de titânio, ouro ou aço inoxidável).
  • É necessário que a pessoa passe por uma avaliação completa antes, para saber se é alérgica ou se existe alguma patologia que possa ser ativada ou agravada.
Centro de Estética.
Nos centros de estética certificados, os aparelhos e profissionais cumprem as normas para procedimentos autorizados por órgãos governamentais.

O vampire facial é eficaz?

Dentre os estudos sobre o tema, podemos citar o realizado por Vikas et al. Ele afirma que o microagulhamento em combinação com o plasma rico em plaquetas (PRP) é eficaz para o rejuvenescimento da pele.

Por sua vez, Porwal, Chahar e Singh realizaram um estudo clínico, no qual participaram 55 pacientes com problemas de cicatrizes de acne. Foi avaliada a eficácia do microagulhamento (com o aparelho Dermaroller ® ) com injeções intradérmicas de PRP em 3 sessões em intervalos mensais.

Após o tratamento, foi observada uma melhora significativa na escala de pontuação analógica visual e no índice dermatológico de qualidade de vida. No entanto, houve alguns efeitos colaterais.

Por sua vez, alguns especialistas em saúde e estética discordam dessas afirmações. A este respeito, advertem que as informações sanitárias divulgadas por celebridades têm mais peso do que se fossem dadas pelas autoridades da saúde.

Em suma, há opiniões conflitantes sobre o procedimento. E embora se afirme que essa técnica tem muitos benefícios, não há conhecimento de análises abrangentes de sua eficácia.

This might interest you...
Isto é o que acontece com a pele durante a gravidez
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Isto é o que acontece com a pele durante a gravidez

São várias as alterações que ocorrem na pele durante a gravidez, principalmente devido a alterações hormonais.



  • Bauer G. Elsallab M, Abou-El-Enein M. Concise review: a comprehensive analysis of reported adverse events in patients receiving unproven stem cell-based interventions. Stem Cells Transl Med. 2018; 7(9):676-685.
  • Beca T, Hernández G, Morante S, Bascones A. Plasma rico en plaquetas. Una revisión bibliográfica. Av Periodon Implantol. 2007; 19, 1: 39-52.
  • Goddard N, Waterhouse N. Regenerative Medicine, Stem Cell Therapies, and Platelet-Rich Plasma: Where Is the Evidence? Aesthetic Surgery Journal. 2020; 40(4): 460–465. https://doi.org/10.1093/asj/sjz317
  • González Guerrero M. Comprobar los beneficios de la aplicación de productos a base de células madres de la manzana suiza en tratamientos de fotoenvejecimiento a mujeres entre 35 a 45 años que acuden al servicio de especialidades médicas del centro de salud n° 4, del D.M.Q. Santo Domingo: UNIBE, 2014.
  • González Lagunas J. Plasma rico en plaquetas. Rev Esp Cirug Oral y Maxilofac. 2006;  28(2): 89-99.
  • Porwal S, Chahar Y, Singh P. A comparative study of combined derma roller and platelet-rich plasma versus derma roller alone in acne scars and assessment of quality of life before and after treatment. Indian J Dermatol. 2018; 63: 403-408.
  • Quesada Leyva L; León Ramentol C; Fernández Torres S; Nicolau Pestana E. Células madre: una revolución en la medicina regenerativa. Medisan. 2017; 21(5):  
  • Sánchez Frenes P, Sánchez Bouza M, Hernández Malpica S. Las enfermedades infecciosas y la transfusión de sangre. Rev Latinoamer Patol Clin. 2012; 59(4): 186-193.
  • Tenjo Aguirre E, Silva Briones G. Efectividad de la aplicación de células madre y factor de crecimiento plaquetario en el tratamiento de mujeres de 40 a 60 años que presentan involución cutánea facial, atendidas en la unidad de medicina y cirugía estética Renove de la ciudad de Guayaquil. Guayaquil: Universidad Católica de Santiago, 2017.
  • Vikas P, Bhavni O, Prerna S, Siddharth B. Single-handed vampire facial: Combining microneedling with platelet-rich plasma for single-hand use. AAD Online Surgical Pearl. 2021; 84(2). DOI:https://doi.org/10.1016/j.jaad.2019.08.013