Treinamento cardiovascular de baixo impacto: exercícios e recomendações

O treinamento cardiovascular de baixo impacto tem benefícios significativos para a saúde. Além disso, é ideal para pessoas com limitações físicas ou que não podem fazer atividades mais extenuantes.
Treinamento cardiovascular de baixo impacto: exercícios e recomendações

Última atualização: 04 Agosto, 2021

Muitas pessoas associam o exercício cardiovascular a atividades de alto impacto, como correr ou pular. Porém, é possível fazer um treinamento cardiovascular de baixo impacto através de exercícios como caminhada, ciclismo, natação, entre outros.

A vantagem desses tipos de exercícios é que eles não colocam pressão adicional nas articulações devido à falta de impacto. Portanto, são ideais para aqueles com limitações físicas ou que estão se recuperando de lesões. O que você deve saber sobre isso? Descubra alguns exercícios e recomendações a seguir.

Quais são os benefícios do treinamento cardiovascular de baixo impacto?

O treinamento cardiovascular de baixo impacto oferece quase os mesmos benefícios para a saúde que as atividades mais exigentes. Eles são ainda melhores para certas pessoas. Quais são seus principais efeitos?

Saúde cardiovascular

Como qualquer forma de exercício físico, o treinamento cardiovascular de baixo impacto contribui para o cuidado da saúde cardiovascular. Sua prática contínua reduz o risco de doenças como hipertensão, hipercolesterolemia, infarto, acidente vascular cerebral, entre outras.

Em qualquer caso, se já existe um diagnóstico prévio de doença cardíaca, é imprescindível consultar o médico ou um especialista. O profissional é quem determina quais atividades são convenientes para o paciente e em qual nível de intensidade.

Coração saudável
O exercício cardiovascular de baixo impacto apoia a saúde cardiovascular e reduz o risco de doenças.

Perda de peso

Aliado a uma alimentação saudável e equilibrada, este tipo de treinamento cardiovascular contribui para a manutenção de um peso saudável e equilibrado. Embora a intensidade e o tempo dedicado aos exercícios afetem a queima de calorias, as atividades de baixo impacto evitam os efeitos de um estilo de vida sedentário.

Saúde do cérebro

De acordo com uma publicação na revista Neurology, o treinamento cardiovascular de baixo impacto beneficia a saúde do cérebro e reduz o risco de demência. Ele também oferece os seguintes benefícios:

  • Aumenta o fluxo sanguíneo.
  • Diminui as chances de acidente vascular cerebral.
  • Melhora a memória.
  • Otimiza a capacidade de raciocínio.

Por outro lado, também combate o declínio das funções cerebrais que ocorrem com a idade e ajuda a proteger contra o desenvolvimento da doença de Alzheimer.

Dor crônica nas costas

O treinamento cardiovascular de baixo impacto ajuda a reduzir a dor crônica nas costas, principalmente atividades como natação e hidroginástica. O movimento favorece o suprimento de sangue e ajuda a melhorar a postura, além de promover elasticidade muscular e trabalho muscular.

Exercícios cardiovasculares de baixo impacto

Um treino cardiovascular de baixo impacto abrange uma variedade de exercícios. A sua vantagem é que eles são adequados para todos os grupos de pessoas, desde crianças a adultos mais velhos. Eles são até recomendados para pessoas com alguma dificuldade física. Claro, é aconselhável consultar um profissional antes de iniciar a sua prática.

Ciclismo: indoor e outdoor

O ciclismo é um excelente exercício cardiovascular, seja praticado ao ar livre ou em ambientes fechados. Algo que destaca essa modalidade de treinamento, principalmente o ciclismo indoor (spinning), é que a sua intensidade pode ser regulada. Desta forma, podem ser realizados treinos mais ou menos intensos, dependendo das necessidades e condições de cada um.

Bicicleta elíptica

Junto com o ciclismo indoor veio um tipo de treinamento chamado walking indoor, que é realizado em uma máquina elíptica. O treinamento segue a mesma estrutura das aulas de ciclismo indoor. Pode ser regulado em intensidade e é muito mais suave para os joelhos, além de envolver mais a parte superior do corpo nos treinos.

Natação

Um estudo divulgado pelo Journal of Exercise Rehabilitation expõe os benefícios da natação para a saúde. Ela não só cuida da saúde cardiovascular, mas também melhora a força muscular e ajuda a prevenir doenças. Claro, é adequada para todos os públicos, uma vez que pode ser regulada em intensidade e se adapta a quase todas as necessidades.

Natação para uma vida saudável
A natação é um dos exercícios cardiovasculares de baixo impacto adequados para todos os públicos.

Ioga

Há quem pense que a ioga não se insere no contexto do treinamento cardiovascular, já que costuma ser orientada para o trabalho de flexibilidade e força. Ainda assim, existem disciplinas dentro da ioga que abrangem o trabalho aeróbico de baixo impacto, como o vinyasa flow

Caminhar

Caminhar é um exercício cardiovascular completo em todas as suas facetas, desde uma simples caminhada até a disciplina olímpica da caminhada esportiva. É claro que, para que o verdadeiro condicionamento cardiovascular seja alcançado, é necessário caminhar em um bom ritmo por um longo período de tempo.

O que você deve se lembrar sobre o treinamento cardiovascular de baixo impacto?

Para que ocorra um verdadeiro treinamento cardiovascular de baixo impacto, a primeira coisa a se considerar é a intensidade. Se o exercício for de baixa intensidade, os benefícios serão menores e o treinamento demorará mais para realmente mostrar seus benefícios.

Mesmo assim, em certas condições, esse tipo de treinamento é preferível ao sedentarismo. Na verdade, é uma boa maneira de descansar ativamente em programas de treinamento intensos.

Uma boa maneira de monitorar a intensidade é usar um monitor de frequência cardíaca e trabalhar em uma faixa de 65-80% da sua frequência cardíaca máxima. Isso permitirá que você saiba se o nível de intensidade ou esforço que está fazendo é suficiente para obter benefícios.

Por fim, vale lembrar que, em caso de problemas de saúde pré-existentes, o ideal é consultar primeiro o seu médico. Uma avaliação prévia pode contribuir para estabelecer uma forma segura e eficaz de treinamento.

Pode interessar a você...
Alimente-se desta maneira e acabe com a gordura corporal
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Alimente-se desta maneira e acabe com a gordura corporal

Para acabar com a gordura corporal, devemos queimar mais calorias do que ingerimos e integrar uma atividade física em nossa rotina.



  • Tanaka H, Shindo M. The benefits of the low intensity training. Ann Physiol Anthropol. 1992 May;11(3):365-8. doi: 10.2114/ahs1983.11.365. PMID: 1642737.
  • Said M, Abdelmoneem M, Alibrahim M, Elsebee M, Kotb A. Effects of diet versus diet plus aerobic and resistance exercise on metabolic syndrome in obese young men. Journal of Exercise Science & Fitness. 2020;18(3):101-108.
  • Swift DL, Johannsen NM, Lavie CJ, Earnest CP, Church TS. The role of exercise and physical activity in weight loss and maintenance. Prog Cardiovasc Dis. 2014;56(4):441-447. doi:10.1016/j.pcad.2013.09.012
  • Slow, steady increase in exercise intensity is best for heart health — much more is not always much better [Internet]. American Heart Association. 2020 [cited 5 May 2021]. Available from: https://newsroom.heart.org/news/slow-steady-increase-in-exercise-intensity-is-best-for-heart-health-much-more-is-not-always-much-better?preview=a716
  • Scheede-Bergdahl C, Minnella E, Carli F. Multi-modal prehabilitation: addressing the why, when, what, how, who and where next?. Anaesthesia. 2019;74:20-26.
  •  Morville T, Sahl R, Trammell S, Svenningsen J, Gillum M, Helge J et al. Divergent effects of resistance and endurance exercise on plasma bile acids, FGF19, and FGF21 in humans. JCI Insight. 2018;3(15).
  • Nokia M, Lensu S, Ahtiainen J, Johansson P, Koch L, Britton S et al. Physical exercise increases adult hippocampal neurogenesis in male rats provided it is aerobic and sustained. The Journal of Physiology. 2016;594(7):1855-1873.
  • Haskins J. Living healthier through low-impact exercise [Internet]. The Nation’s Health. 2018 [cited 5 May 2021]. Available from: https://www.thenationshealth.org/content/48/7/16
  • Mortimer J, Stern Y. Physical exercise and activity may be important in reducing dementia risk at any age. Neurology. 2019;92(8):362-363.
  • Lee BA, Oh DJ. Effect of regular swimming exercise on the physical composition, strength, and blood lipid of middle-aged women. J Exerc Rehabil. 2015;11(5):266-271. Published 2015 Oct 30. doi:10.12965/jer.150242
  • Nilsen T, Holtermann A, Mork P. Physical Exercise, Body Mass Index, and Risk of Chronic Pain in the Low Back and Neck/Shoulders: Longitudinal Data From the Nord-Trondelag Health Study. American Journal of Epidemiology. 2011;174(3):267-273.