Tratamentos médicos para os calos

Os calos são áreas endurecidas da pele que tendem a aparecer nos pés e nas mãos. Embora geralmente não causem complicações, são desagradáveis ​​à vista e podem ser desconfortáveis. Descubra como tratá-los.
Tratamentos médicos para os calos

Última atualização: 21 Junho, 2021

Embora geralmente não causem maiores desconfortos, os calos podem provocar dor quando a área afetada sofre algum tipo de pressão. Eles podem até rachar e sangrar. Felizmente, existem tratamentos médicos para os calos.

Os “helomas” são crescimentos na parte externa da pele e costumam ser bastante incômodos. A questão é que eles não afetam apenas a estética, mas também são desconfortáveis ​​e às vezes causam lesões.

Na maioria dos casos, aparecem em áreas como pés e mãos, mas também podem se localizar entre os dedos dos pés. De qualquer forma, seja qual for a sua localização, se caracterizam por fazer a pele parecer espessa e anormal. Além disso, esses espessamentos tornam-se escamosos e secos.

O que são os calos e por que ocorrem?

Os calos são um crescimento excessivo da camada córnea, que é a camada mais externa da pele. Isso se deve ao atrito ou sobrecarga contínua. A consequência é uma condição chamada “hiperceratose”, que significa uma área espessa e dura da pele.

A principal causa é a pressão e fricção com um elemento externo. Normalmente, isso ocorre nos pés devido ao uso de calçados inadequados. Já nas mãos, geralmente é causado pelo uso contínuo de algum elemento que gere pressão.

Esse espessamento da pele tem uma função protetora. O corpo reage à pressão e ao atrito, gerando mais células para a formação dessa camada dura. Às vezes, as calosidades também aparecem devido a joanetes ou outras deformações dos pés.

Calcanhares rachados
Os calos tendem a surgir devido ao atrito constante da pele contra algum material, como os sapatos, por exemplo.

Tipos de calosidades

Existem três tipos básicos de calosidades. São os seguintes:

  • Calos duros. São os mais comuns e caracterizam-se por apresentarem uma consistência compacta. Eles aparecem mais frequentemente nos pés.
  • Calos macios. Eles têm uma consistência de borracha e são mais comuns entre os dedos dos pés.
  • Calos vasculares e neurovasculares. São semelhantes a calos duros, mas por dentro possuem vasos sanguíneos. No neurovascular existe tecido nervoso, e geralmente são os que mais provocam dores.

Diagnóstico

A maioria dos calos pode ser detectada a olho nu ou pelo toque. O espessamento e a dureza costumam ser suas características distintivas. No entanto, é sempre importante que um médico avalie a situação, pois às vezes há outros problemas subjacentes que também devem ser tratados.

O profissional, geralmente um podólogo, examinará com cuidado toda a área. Se julgar necessário, ele solicitará um raio-X ou outros exames de imagem. O objetivo é avaliar a condição dos ossos e determinar se há alguma anormalidade subjacente.

Quais são os tratamentos médicos para os calos?

O principal tratamento para as calosidades é evitar o atrito ou a pressão que causou o problema. É importante substituir o calçado por outro mais conveniente ou trabalhar com luvas adequadas, se houver calos nas mãos.

Às vezes, é necessário o uso de palmilhas ou acessórios semelhantes para proteger a área e evitar que surjam novos calos. Por outro lado, existem algumas medidas que podemos aplicar, principalmente se o calo for doloroso. A seguir, contamos quais são.

Eliminar o excesso de pele

O médico pode cortar a pele espessada ou o calo com um bisturi. Esta é uma medida adequada para eliminar calosidades. É importante lembrar que este procedimento deve ser realizado por um profissional de saúde para que seja realizado de maneira correta e evitar uma possível infecção.

Remédios para os calos

Podemos encontrar no mercado adesivos de ácido salicílico a 40%. São vendidos sem receita e são muito eficazes na remoção de calos. Entretanto, o mais conveniente é que seja o médico quem indique se essa é a medida adequada para cada caso e como o tratamento deve ser realizado.

Às vezes é conveniente lixar a pele engrossada com uma pedra-pomes ou uma lixa de unha antes de aplicar o adesivo. Também é possível que o profissional indique um gel que contenha a mesma substância.

Órteses e palmilhas

Órteses plantares e palmilhas ortopédicas podem ser uma boa alternativa para algumas pessoas. Geralmente o médico as aconselha para quem tem algum tipo de deformação no pé. As palmilhas atuam evitando o atrito ou a pressão do calçado.

Cirurgia

Não é algo comum, mas em alguns casos a recomendação é passar por uma cirurgia. Isso ocorre quando há uma malformação no pé ou na mão, e isso faz com que haja fricção ou pressão. Se uma ulceração ou infecção se desenvolver, o tecido danificado deverá ser removido.

Podólogo
Existem muitos tratamentos possíveis para as calosidades. Se os produtos tópicos não funcionarem, a cirurgia é uma solução.

Tratamentos naturais contra os calos

Existem alguns tratamentos naturais que também podem ajudar nesses casos. Por exemplo, alguns recomendam colocar meia cebola na área afetada durante a noite. De acordo com a literatura popular, os ácidos desse vegetal amolecem o calo e facilitam a sua remoção quando lixados com uma pedra-pomes.

Algo semelhante pode ser feito com dois dentes de alho ralados e uma colher de azeite. Cobre-se a área com uma gaze deixando que atue durante a noite toda. Este tratamento deve ser repetido até que os calos desapareçam.

Outra boa opção é fazer uma infusão de calêndula e misturá-la ao sulfato de magnésio, também conhecido como sais de Epsom. Em seguida, mergulhe os pés nessa mistura para amolecer os calos. É melhor fazer isso à noite.

O que devemos lembrar sobre os tratamentos médicos para os calos?

É muito importante eliminar o fator que origina os calos; caso contrário, mesmo que os tratemos, eles reaparecerão. Portanto, você deve primeiro determinar o que está causando esse problema.

Os remédios farmacêuticos e os tratamentos médicos para os calos podem ser eficazes se seguirmos as indicações corretamente. Caso contrário, o problema pode piorar. Além disso, eles podem ser complementados com alguns remédios de origem natural. Em qualquer caso, se houver dúvidas, o melhor é consultar um médico e seguir as suas indicações.

Pode interessar a você...
Você tem calos nos pés? Combata-os com esta solução 100% natural
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Você tem calos nos pés? Combata-os com esta solução 100% natural

Se você tem calos nos pés, é muito importante tentar manter seus pés secos e sempre usar sapatos confortáveis. Saiba mais aqui!



  • Singh D, Bentley G, Trevino SG. Callosities, corns, and calluses. BMJ. 1996;312(7043):1403-1406. doi:10.1136/bmj.312.7043.1403a
  • Castillo, M. D. L. L. M. (2007). El uso del calzado: ¿cuándo, por qué? y sus consecuencias. Revista Mexicana de medicina física y rehabilitación, 19(4), 54-55.
  • Esson, M. G., Quiala, M. T., Pérez, A. J. H., de la Cruz, C. S., & Urgellés, A. N. (2014). Plantillas terapéuticas de madera como implemento para el tratamiento y mejoramiento de algunas enfermedades y deformidades de los pies. Revista Información Científica, 87(5), 894-903.
  • Martín, A. R., Escalera, B., & Flores, E. S. (1994). Callos y callosidades: tipos y tratamientos. Acofar: revista de la distribución farmacéutica cooperativista, (322), 24-27.
  • Hashmi F, Nester CJ, Wright CR, Lam S. The evaluation of three treatments for plantar callus: a three-armed randomised, comparative trial using biophysical outcome measures. Trials. 2016;17(1):251. Published 2016 May 17. doi:10.1186/s13063-016-1377-2