Você sabia que o tomate cozido é melhor do que o cru?

Ao contrário do que pode acontecer com outros vegetais, cujos componentes são mais eficazes quando ingeridos crus, os antioxidantes do tomate intensificam seus benefícios após o cozimento.
Você sabia que o tomate cozido é melhor do que o cru?

Última atualização: 21 Outubro, 2021

Como você já sabe, o simples fato de cozinhar alguns alimentos, como brócolis, alho e cebola, faz com que, devido às altas temperaturas a que são submetidos durante o cozimento, acabem perdendo muitos daqueles micronutrientes essenciais que possuem. Agora, no caso do tomate cozido, algo diferente acontece.

Não estamos dizendo de forma alguma que “comer tomate cru é ruim”. Ele continua a ser recomendado e é muito benéfico, mas quando o cozinhamos, potencializamos ainda mais as suas propriedades.

Saiba mais detalhes neste artigo e descubra também alguns dos erros que cometemos ao consumir determinados alimentos.

1. Por que o tomate cozido é melhor?

Por que o tomate cozido é melhor do que o cru?

Poderíamos dizer que o tomate é parte essencial da nossa alimentação. É a base das nossas saladas, guisados e grande parte dos molhos que consumimos juntamente com muitos dos nossos pratos.

Nós o adoramos porque é pobre em calorias, rico em fibras, proteínas, vitaminas E, A, C e potássio, e é ótimo para ajudar a cuidar do nosso coração. Isso se deve ao seu alto teor de licopeno, um antioxidante com capacidade cardioprotetora segundo a literatura científica.

Agora, se você pensou que poderia tirar proveito dos seus minerais, vitaminas e antioxidantes apenas em sua forma bruta, você se enganou. Isso é algo que um trabalho interessante publicado na revista Hospital Nutrition descobriu.

As conclusões a que chegaram foram as seguintes:

  • O licopeno é um dos antioxidantes mais poderosos da natureza e está presente principalmente no tomate. Graças a ele, combatemos o estresse oxidativo nas células, protegemos a mucosa do intestino, melhoramos a digestão, melhoramos as funções do fígado e cuidamos da saúde do coração.
  • O licopeno é um dos poucos antioxidantes que, quando submetido a altas temperaturas durante o cozimento, potencializa seus benefícios em relação ao estado cru. O melhor é consumir o tomate cozido com azeite, pois assim nos beneficiamos das suas virtudes naturais.
  • Se você optar por consumir tomate cru, será sempre melhor combiná-lo com gorduras boas como as presentes no azeite, além de comê-lo com a casca e com todas as suas sementes.

Recomendamos que você leia: Suco de tomate: benefícios e desvantagens

Outras curiosidades sobre alimentos além do tomate cozido

Os alimentos que consumimos todos os dias às vezes contêm pequenos segredos e detalhes que vale a pena conhecer para nos beneficiarmos ainda mais. Temos certeza de que estes dados não só lhe interessarão, mas também o surpreenderão!

1. Você corta os morangos com uma faca? Atenção!

Os morangos têm um efeito laxante suave

Às vezes, a maneira como cortamos ou descascamos muitas das nossas frutas nos faz perder parte da sua vitamina C. O motivo? O contato com o ar os oxida em poucos minutos e faz com que percam suas propriedades, o que é uma pena.

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) nos oferece algumas instruções sobre como cortar e conservar certos alimentos, para que possamos aproveitar todos os seus benefícios. No caso dos morangos, devemos fazer o seguinte:

  • Lave os morangos antes de armazená-los e acrescente um pouco de suco de limão.
  • Leve-os à geladeira em um recipiente hermético e corte-os antes de servir.

2. Chá com leite? Não, obrigado

Chá verde

Você pode ser apaixonado por chá com leite. Esta é uma bebida deliciosa que cai bem em diversos momentos. No entanto, de acordo com pesquisas publicadas no European Heart Journal, devemos levar em consideração as seguintes informações:

  • O chá tem antioxidantes poderosos que cuidam do nosso coração; porém, quando o leite é introduzido, essa virtude diminui.
  • A caseína presente no leite diminui os benefícios do chá.

3. Você costuma jogar fora o líquido dos seus iogurtes? Não faça isso!

Iogurte natural

Quem já não fez isso alguma vez? Abrimos o iogurte e imediatamente, quase sem pensar, descartamos aquela água que fica dentro do iogurte. Bem, a partir de agora lembre-se de que, se você quer cuidar melhor da sua saúde e fortalecer o seu sistema imunológico, você também deve consumi-la pelos seguintes motivos:

  • Este líquido é um soro natural do próprio iogurte, rico em proteínas.
  • É a água obtida na própria fermentação do iogurte e que é composta por sais minerais, cálcio e fósforo.
  • O melhor é beber ou misturar com uma colher no próprio iogurte.
  • Lembre-se de que os iogurtes mais saudáveis são naturais e sem açúcar, perfeitos para reparar a nossa flora bacteriana e assim melhorar a nossa digestão.
  • A literatura científica recomenda o consumo regular de iogurte e leite fermentado para melhorar a qualidade da microbiota.

Lembre-se!

Os alimentos que consumimos diariamente às vezes têm pequenos segredos com os quais podemos aumentar ainda mais seus benefícios para a nossa saúde.

Lembre-se, por exemplo, de que a água resultante de muitos dos processos de cozimento é muito boa para o corpo, como é o caso da água de alcachofra ou do brócolis.

Não a jogue fora. Adicione um pouco de suco de limão e beba após as refeições.

Pode interessar a você...
Como fazer tomate em conserva
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Como fazer tomate em conserva

Você sabia que pode fazer tomate em conserva em casa? Esta técnica evita o descarte de alimentos e permite conservá-los por um longo período de tem...



  • Cruzado, M., & Cedrón, J. C. (2012). “Qué son los nutracéuticos”. Diario La Verdad de Murcia. Revista de Química PUCP.
  • Troxler, S. W., Reardon, J., Ishida, B., & Chapman Del, M. (2014). Tomates Organicos y Lycopene. Food an Drug Protection Division.
  • Rozano, V., Quiróz, C., Acosta, J., Pimentel, L., & Quiñones, E. (2004). Hortalizas, las llaves de la energía. Revista Digital Universitaria. https://doi.org/ISSN: 1067-6079
  • Song B., Liu K., Gao Y., Zhao L., et al., Lycopene and risk of cardiovascular diseases: a meta analysis of observational studies. Mol Nutr Food Res, 2017.
  • Nadelman P., Magno MB., Masterson D., Da Cruz AG., Maia LC., Are dairy products containing probiotics beneficial for oral health? A systematic review and meta analysis. Clin Oral Investig, 2018. 22 (8): 2763-2785.