Quais são os diferentes tipos de medicamentos?

Os medicamentos podem ser classificados de acordo com a sua ação, via de administração ou indicações terapêuticas. A lista é bastante extensa; portanto, se tiver alguma dúvida, você deve consultar o seu médico ou farmacêutico.
Quais são os diferentes tipos de medicamentos?

Última atualização: 25 Março, 2021

Os tipos de medicamentos podem ser classificados de acordo com a sua ação, via de administração ou indicações terapêuticas. A OMS usa a sigla em inglês ATC (anatômico, terapêutico, químico). Este é um sistema de codificação europeu para substâncias farmacêuticas e medicamentos.

De acordo com esse sistema, cada medicamento possui um código ATC que é especificado em sua ficha técnica. Este código consiste em sete dígitos alfanuméricos. Porém, atualmente, um mesmo princípio ativo pode ter mais de um código ATC se for utilizado em indicações diferentes.

O que é um medicamento?

Um medicamento é uma substância, ou combinação de várias substâncias, que possui propriedades para o tratamento ou prevenção de doenças. Pode ser administrado com o objetivo de restaurar, corrigir ou modificar funções fisiológicas, e exercer ação farmacológica, imunológica ou metabólica.

Receitar diferentes tipos de medicamentos
Os medicamentos são usados ​​para prevenir e tratar doenças. Sua ação é farmacológica, imunológica ou metabólica.

Princípio ativo

É o componente responsável pela atividade do medicamento. É qualquer substância de origem humana, animal, vegetal, química ou outra que atue em nosso corpo. O mesmo medicamento pode conter um ou mais ingredientes ativos.

Excipientes

Em geral, a quantidade de ingrediente ativo necessária é muito pequena; por este motivo, para facilitar seu manuseio, eles são misturados aos excipientes. Estes são substâncias sem qualquer atividade que são adicionadas aos princípios ativos com estas finalidades:

  • Servir como um veículo.
  • Possibilitar sua preparação e estabilidade.
  • Melhorar as propriedades organolépticas.
  • Determinar as propriedades físico-químicas do medicamento, bem como sua biodisponibilidade.

Alguns excipientes devem ser incluídos na embalagem do medicamento, principalmente alguns adoçantes, que devem ser levados em consideração no caso de pessoas diabéticas ou intolerantes à lactose.

Como classificar os tipos de medicamentos?

Geralmente, recorremos a medicamentos para aliviar sintomas como febre, dor, alergia e inúmeras doenças que afetam o nosso corpo.

Para aprender a diferenciar entre os tipos de medicamentos, a classificação mais simples é aquela que se baseia nas principais ações farmacológicas ou indicações terapêuticas.

Médico segurando comprimidos
Para classificar os medicamentos, podemos considerar suas ações farmacológicas e indicações terapêuticas.

Analgésicos

Este grupo de medicamentos é indicado para o alívio da dor causada por lesões, pancadas ou feridas. Os analgésicos podem ser opioides e não opioides.

Os primeiros podem causar dependência, como a morfina, e só são usados ​​sob supervisão médica. No entanto, os não opioides podem ser comprados sem receita, como é o caso de algumas formas de paracetamol.

Anti-inflamatórios

Os anti-inflamatórios não esteroides, como o ibuprofeno, visam aliviar a dor causada por um processo inflamatório. Os efeitos colaterais mais comuns desses medicamentos incluem o desenvolvimento de úlceras, aumento da pressão arterial e problemas renais.

Antipiréticos

São medicamentos que reduzem a febre, mas também têm propriedades analgésicas, como o paracetamol e o ácido acetilsalicílico (aspirina).

Laxantes e antidiarreicos

Os laxantes são medicamentos usados ​​para aliviar a constipação ocasional ou produzida como efeito colateral de outros tratamentos com fármacos. Podem agir por meio da lubrificação, estimulação da motilidade intestinal ou aumento do bolo fecal.

Seu uso deve ser pontual, pois se for prolongado no tempo, o intestino não funcionará bem, a flora intestinal será alterada e não haverá uma correta absorção dos nutrientes. Por outro lado, os antidiarréicos são usados ​​para reduzir a quantidade e alterar a consistência das fezes nos processos diarreicos.

Anti-infecciosos

Dentro deste grupo, os medicamentos podem ser classificados de acordo com o agente causador da infecção:

  • Antibióticos: infecções bacterianas.
  • Antifúngicos: infecções fúngicas.
  • Antivirais: infecções virais.
Antibióticos
Os antibióticos são usados ​​em casos de infecções bacterianas.

Antitussígenos e mucolíticos

Este tipo de medicamento é usado para tratar tosses secas irritantes e não produtivas. Eles agem no sistema nervoso central ou periférico para suprimir o reflexo da tosse. Os mucolíticos destinam-se a diluir e facilitar a expulsão do muco, melhorando a respiração.

Antiácidos

São usados ​​para reduzir a acidez e as secreções gástricas. Eles podem agir neutralizando a acidez ou diminuindo a produção de ácido no estômago. Um dos mais conhecidos é o omeprazol.

Antialérgicos

Essa classe inclui medicamentos que aliviam os efeitos negativos das alergias, bem como reações de hipersensibilidade. Os mais utilizados são aqueles que pertencem ao grupo dos anti-histamínicos

Conclusão sobre os tipos de medicamentos

A quantidade de tipos de medicamentos é muito grande e continua crescendo, como é o caso dos medicamentos biológicos. É importante fazer um uso racional dos medicamentos e procurar sempre um profissional de saúde, evitando a automedicação.

Pode interessar a você...
O que são os medicamentos fotossensíveis?
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
O que são os medicamentos fotossensíveis?

Os medicamentos fotossensíveis são aqueles que podem se deteriorar em contato com a luz, natural ou mesmo artificial. Saiba mais sobre eles.



  • (2018). Medicamentos. In Estudios de evaluación de competencia de la OCDE: México. https://doi.org/10.1787/9789264287921-6-es
  • Granda, E. (2004). Medicamentos esenciales. Farmacia Profesional.
  • Consejo Nacional De Salud. (2014). Medicamentos básicos y registro terapéutico. Ministerio de Salud Pública.