Quais são os sintomas da gastroenterite?

A gastroenterite é uma patologia caracterizada pelo aparecimento de náuseas, diarreia e dor abdominal. Pode ser causada por vírus, bactérias, parasitas ou agentes não infecciosos.
Quais são os sintomas da gastroenterite?

Última atualização: 07 Fevereiro, 2021

Os sintomas da gastroenterite são caracterizados pela inflamação que a doença provoca no trato gastrointestinal. Diarreia, vômito e dor abdominal são comuns.

De acordo com publicações no The New England Journal of Medicine, a causa mais comum dessa patologia (90% dos surtos em adultos) são os norovírus, patógenos de RNA da família Caliciviridae.

Apesar do que se possa suspeitar, a maioria dos surtos de gastroenterite é causada por vírus, e não por bactérias. Portanto, é necessário conhecer os sintomas da doença para saber como abordá-la com o tratamento mais eficaz.

A letalidade da gastroenterite

Vários estudos epidemiológicos estimam que ocorram entre três e cinco bilhões de casos de gastroenterite por ano em todo o mundo. Esse número não é desprezível. A Organização Mundial da Saúde (OMS) nos alerta que o efeito é muito mais grave em crianças menores de cinco anos.

A seguir, mostraremos alguns dados:

  • As doenças diarreicas são a segunda principal causa de morte em crianças menores de cinco anos, o que se traduz em cerca de 525.000 mortes por ano.
  • Estudos confirmam que pelo menos 453.000 dessas mortes infantis são devido ao rotavírus (22% das mortes em países como a Etiópia ou a Índia).
  • Uma proporção significativa dessas mortes poderia ser evitada com acesso à água potável e saneamento adequado em estruturas de uso público.
  • Em todo o mundo, há cerca de 1,7 bilhão de casos de doenças diarreicas em bebês a cada ano.

Como vimos, os agentes virais mais comuns que causam a gastroenterite em adultos são o norovírus, enquanto crianças menores de cinco anos são mais suscetíveis ao rotavírus. Se você quiser saber como diferenciar os sintomas da gastroenterite de acordo com o seu agente causador, continue lendo.

Dor abdominal
A dor no abdômen é um dos sintomas clássicos da gastroenterite.

Não deixe de ler: 4 remédios naturais para reduzir a dor abdominal

Quais são os sintomas da gastroenterite?

A resposta para essa pergunta depende muito do agente que está causando a patologia. Fontes como a Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos enfatizam que existem três veículos patogênicos principais: vírus, bactérias e parasitas. Mostraremos o que acontece diante de cada um deles.

Gastroenterite viral

De acordo com estudos clínicos, a gastroenterite viral (também chamada de gripe estomacal ) causada pelo rotavírus costuma ser assintomática em adultos, com um período de incubação de um a três dias. Nos casos em que há manifestação clínica, os sintomas duram de cinco a sete dias.

Alguns dos sintomas, independentemente do vírus causador, são os seguintes:

  • Diarreia aquosa sem sangue.
  • Dor abdominal e cólicas.
  • Náusea e vômito
  • Dores de cabeça.
  • Febrícula, ou seja, febre leve, entre 37 e 38 graus Celsius.

Saber quando consultar um médico é essencial, pois embora essas doenças geralmente não exijam intervenções clínicas, às vezes isso pode ser necessário em pessoas mais vulneráveis. Por exemplo, em crianças e adultos, a presença de sangue no vômito e na diarreia e a incapacidade de reter líquidos por 24 horas são sinais óbvios da necessidade urgente de tratamento.

Gastroenterite bacteriana

Nesse caso, estudos científicos confirmam que as bactérias do gênero Campylobacter são os agentes causadores mais comuns de gastroenterite bacteriana. Metade delas acontece devido à exposição a carne de frango contaminada. Outras bactérias que manifestam esse quadro clínico com sua infecção são a Escherichia coliSalmonella e Shigella.

Biblioteca de Saúde dos Veteranos dos Estados Unidos reúne os sintomas gerais desse tipo de infecção. Alguns dos mais comuns são os seguintes:

  • Diarreia aquosa.
  • Náusea e vômito.
  • Febre e calafrios.
  • Dor abdominal.
  • Sangue nas fezes, nos casos mais graves.

Como vimos, as diferenças entre a gastroenterite viral e bacteriana são mínimas, embora a febre e o sangue nas fezes sejam os sintomas mais comuns da última.

A piora progressiva, o aumento da febre além de 38 graus Celsius de forma sustentada, a presença de sangue nas fezes e a evidência de desidratação (boca seca e ausência de urina) são sintomas mais do que óbvios de que uma intervenção médica é necessária.

Gastroenterite parasitária

Aqui nos movemos em um terreno muito amplo, pois os parasitas incluem desde protozoários a tênias, passando por nematoides e outros vermes, que podem causar sintomas gerais da gastroenterite tanto em crianças quanto em adultos. Pesquisas mostram que os sintomas dessas gastroenterites são semelhantes aos mencionados acima. Ainda assim, novos sintomas aparecem, como os seguintes:

  • Anorexia e perda de peso.
  • Anemia.
  • Deficiência de vitaminas.

Isso acontece porque, em muitos casos (como uma infecção por tênia), o parasita se alimenta diretamente do conteúdo intestinal ou do sangue do paciente. Além disso, esses tipos de doenças tendem a ter uma duração maior do que as mencionadas anteriormente. A teníase pode durar de dois a três anos sem tratamento, por exemplo.

Gastroenterite não infecciosa

É preciso notar que nem todos os episódios de gastroenterite são causados ​​por agentes infecciosos. Algumas situações que causam esta sintomatologia geral são as seguintes:

  • Consumo de glúten em pacientes celíacos.
  • Doença de Crohn, ou seja, inflamação de certos segmentos do trato gastrointestinal.
  • Intoxicação por toxinas em alimentos.
  • Doença Inflamatória Intestinal (IBD).

Exame abdominal
Os sinais de alerta a serem observados são febre alta, dor intensa, sangue nas fezes e desidratação.

Leia também: Antieméticos para prevenir náuseas e vômitos

Fique atento aos sintomas da gastroenterite

Embora esta patologia compartilhe muitos sintomas óbvios, apesar da sua natureza diversa, um diagnóstico médico é necessário em todos os casos graves para aplicar o tratamento mais eficaz para cada paciente. Em geral, a presença de desidratação corporal ou sangue nas fezes são sinais importantes de que uma visita ao médico é necessária.

Quando questionados sobre quais são os sintomas da gastroenterite, podemos afirmar que a diarreia, a dor abdominal e as náuseas estão presentes independentemente do agente causador. No entanto, haverá variações significativas dependendo do fato da doença ser causada por uma bactéria, um vírus ou um agente parasita.

Pode interessar a você...
6 plantas para aliviar a gastroenterite
Mejor con SaludLeerlo en Mejor con Salud
6 plantas para aliviar a gastroenterite

Neste artigo, detalhamos quais são as plantas medicinais mais eficazes para aliviar a gastroenterite. Não deixe de conferir!



  • Glass, R. I., Parashar, U. D., & Estes, M. K. (2009). Norovirus gastroenteritis. New England Journal of Medicine361(18), 1776-1785.
  • Enfermedades diarréicas, Organización Mundial de la Salud (OMS). Recogido a 20 de agosto en https://www.who.int/es/news-room/fact-sheets/detail/diarrhoeal-disease
  • Elliott, EJ (2007 Jan 6). «Acute gastroenteritis in children.». BMJ (Clinical research ed.) 334 (7583)
  • Tate JE, Burton AH, Boschi-Pinto C, Steele AD, Duque J, Parashar UD (February de 2012). «2008 estimate of worldwide rotavirus-associated mortality in children younger than 5 years before the introduction of universal rotavirus vaccination programmes: a systematic review and meta-analysis». The Lancet Infectious Diseases 12 (2): 136-41.
  • Gastroenteritis, MedlinePLUS.gov. Recogido a 20 de agosto en https://medlineplus.gov/spanish/gastroenteritis.html
  • Blacklow, N. R., & Greenberg, H. B. (1991). Viral gastroenteritis. New England Journal of Medicine325(4), 252-264.
  • Galanis, E (2007 Sep 11). «Campylobacter and bacterial gastroenteritis.». CMAJ : Canadian Medical Association 177 (6): 570-1.
  • Gastroenteritis bacteriana, Veteran Health Library. Recogido a 20 de agosto en https://www.veteranshealthlibrary.va.gov/Spanish/DiseasesConditions/Digestive/142,89212_VA
  • Sepúlveda, Sofía E., et al. “Enfermedad inflamatoria intestinal: Una mirada inmunológica.” Revista médica de Chile 136.3 (2008): 367-375.
  • Meza-Lucas, Antonio, and Francisco Aguilar Rebolledo. “Teniasis humana por Taenia solium.” Revista Mexicana de Patología Clínica y Medicina de Laboratorio 49.2 (2002): 92-99.
  • Sáez, Marta Lázaro, Rógger Álvaro Bendezú García, and Marina Torres Almendros. “Enfermedad celiaca.” SESIONES HOSPITALARIAS 2011-2012 COMPLEJO HOSPITALARIO TORRECÁRDENAS (2010): 53.
  • Baños, N. D., Pelayo, M. P. M., Baños, P. D., & Vázquez, F. A. R. (1998). Gastroenteritis Parasitaria. Patogenia y signos clínicos. Bovis, (79), 43-59.