O que é a síndrome de Ramsay Hunt?

A síndrome de Ramsay Hunt é uma das principais causas de paralisia facial periférica. Além disso, pode causar outros sintomas, como perda de audição e vertigem. A seguir, vamos explicar essa condição em detalhes.
O que é a síndrome de Ramsay Hunt?

Última atualização: 12 Julho, 2021

A síndrome de Ramsay Hunt é uma consequência do vírus da catapora. Compreende um conjunto de sintomas e sinais que surgem pelo fato de esse agente viral ser capaz de afetar determinados nervos. Especificamente, o nervo facial.

O nervo facial contém fibras motoras e sensitivas. Inerva diferentes partes do rosto, por isso nos ajuda com vários gestos, como os que realizamos ao comer e falar.

A síndrome de Ramsay Hunt pode causar paralisia facial e perda auditiva no ouvido do mesmo lado. É uma condição bastante frequente. Portanto, a seguir vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre ela.

O que é a síndrome de Ramsay Hunt?

A síndrome de Ramsay Hunt é uma das doenças causadas pelo vírus varicela-zóster. Essa partícula pertence à família dos herpesvírus.

De acordo com um artigo publicado na revista Anales de Medicina Interna, a síndrome de Ramsay Hunt consiste em uma paralisia do nervo facial. Além disso, geralmente é acompanhada por erupções com vesículas no pavilhão auricular ou até dentro da boca.

É a segunda causa mais frequente de paralisia do nervo facial a nível periférico. Na verdade, representa 7% de todas elas. Isso ocorre porque a infecção pelo vírus varicela-zóster é muito comum na população geral.

Outro estudo publicado na Medicina de Familia SEMERGEN afirma que o quadro clínico é muito variado. É por isso que geralmente é classificado em 4 estágios com base na gravidade. A forma completa, ou melhor, a primeira que foi descrita, inclui os seguintes sinais:

  • Síndrome infecciosa geral, com mal-estar, fadiga e dores.
  • Erupção cutânea e alteração auditiva.
  • Comprometimento das sensações gustativas.
  • Paralisia facial periférica.

Causas da síndrome de Ramsay Hunt

A causa da síndrome de Ramsay Hunt é o vírus varicela-zóster. Ocorre em pessoas que já tiveram catapora. Isso se deve ao fato de que esse vírus é capaz de permanecer latente no organismo. Especificamente, ele tende a se alojar nos tecidos nervosos.

Quando o vírus é reativado, surgem os sintomas. Como afirma um artigo do Departament of Health, costuma ser transmitido de pessoa para pessoa ao tocar as bolhas de alguém infectado no momento.

No entanto, também pode viajar pelo ar por meio de gotículas que são expelidas ao tossir ou espirrar, e até por objetos contaminados. É essencial ter sido infectado por esse vírus para desenvolver a síndrome de Ramsay Hunt.

Bebê com catapora
A catapora é a condição prévia necessária para que essa síndrome apareça posteriormente, às vezes muitos anos depois.

Fatores de risco

A síndrome de Ramsay Hunt pode aparecer em qualquer pessoa que já teve catapora. Esta é uma condição essencial para isso. É importante compreender que essa síndrome não é contagiosa.

Assim como acontece com o herpes-zóster, quando aparece, o que pode ser transmitido é o próprio vírus. Se uma pessoa que não teve catapora entrar em contato com outra que apresente a síndrome de Ramsay Hunt, o que ela desenvolverá será o quadro típico da doença exantemática.

Também é importante destacar que hoje em dia existem vacinas para esse vírus. Portanto, uma pessoa vacinada não corre o risco de se contaminar com o vírus.

A questão da idade é fundamental. É muito raro que crianças desenvolvam a síndrome de Ramsay Hunt. É uma síndrome que costuma aparecer em pessoas com mais de 60 anos. Também é mais comum em pessoas com um sistema imunológico enfraquecido.

Quais são os sintomas?

Como vimos na primeira seção, a síndrome de Ramsay Hunt tem uma expressão clínica altamente variável. Conforme explicado por especialistas da Clínica Mayo, os dois principais sintomas são paralisia facial e erupção cutânea. Geralmente, aparece ao redor ou dentro do ouvido. Além disso, surgem vesículas cheias de líquido.

Em alguns casos, a erupção cutânea não aparece ou aparece após a paralisia. Haverá uma dor de ouvido, um zumbido constante ou até mesmo perda auditiva.

Com a paralisia facial, há dificuldade para fechar o olho do lado afetado. A boca e os olhos podem ficar secos. Isso ocorre porque o nervo facial também inerva as glândulas responsáveis ​​pela secreção de lágrimas e saliva.

O paladar também pode ser alterado. A capacidade de saborear alimentos com a parte mais anterior da língua é perdida.

Complicações da síndrome de Ramsay Hunt

A síndrome de Ramsay Hunt pode causar complicações a longo prazo. Uma das mais importantes é a neuralgia pós-herpética. Refere-se à dor crônica que permanece na área onde ocorreu a erupção.

Ela surge porque as fibras nervosas são danificadas pela presença do vírus. Da mesma forma, a sensibilidade facial e a audição podem ser reduzidas ou prejudicadas permanentemente. No entanto, isso é um pouco menos frequente.

Por fim, é possível que, devido à incapacidade de fechar os olhos durante a síndrome de Ramsay Hunt, possam ocorrer lesões oculares. Podem entrar partículas ou agentes que danificam a córnea, afetando a visão.

Como a síndrome de Ramsay Hunt é diagnosticada?

O diagnóstico dessa doença geralmente é feito a partir dos sintomas e do histórico médico do paciente. Como se trata da segunda causa mais comum de paralisia periférica, é sempre importante considerá-la.

Além disso, conforme explica um estudo publicado na Revista Clínica de Medicina de Familia, há uma série de exames que podem ajudar no diagnóstico. O primeiro é a sorologia. Consiste em detectar no sangue anticorpos contra o vírus varicela-zóster.

Outro que pode ajudar é a reação em cadeia da polimerase (PCR). Em alguns casos, se o diagnóstico for incerto, podem ser feitos exames de imagem para descartar outras etiologias. O mais utilizado é a ressonância magnética.

Exames de imagem
O uso de exames de imagem nessa síndrome só se justifica se for necessário descartar outras patologias suspeitas, como um tumor cerebral.

Tratamentos disponíveis

O tratamento da síndrome de Ramsay Hunt visa reduzir o risco de possíveis complicações e desconforto para o paciente. Por esse motivo, os medicamentos mais empregados ​​são os analgésicos. Eles tentam reduzir a dor provocada. Em caso de vertigem, também podem ser prescritos medicamentos ansiolíticos.

Os antivirais servem para evitar que o vírus continue se multiplicando. Os mais úteis contra o vírus varicela-zóster são o aciclovir e o valaciclovir. Eles podem ser combinados com corticosteroides para aumentar o seu efeito.

Talvez você goste de ler: O ciclo de reprodução dos vírus

A síndrome de Ramsay Hunt é secundária à catapora

O que devemos ter em mente é que essa síndrome ocorre apenas em pessoas que já foram infectadas pelo vírus varicela-zóster. Geralmente, aparece anos após a infecção, principalmente em idosos.

Caracteriza-se por paralisia do nervo facial e erupção vesicular. Diante de qualquer um dos sintomas, você deve consultar um médico. Com o estabelecimento de um tratamento adequado, é possível reduzir o risco de complicações de longo prazo, como a dor crônica.

Pode interessar a você...
Para que serve a cânfora?
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Para que serve a cânfora?

Embora tenha múltiplos usos, a cânfora não serve para perder peso. Seu consumo excessivo pode ser tóxico, por isso devemos tomá-la com moderação.