Quais são os sintomas da vertigem?

20 Janeiro, 2020
A vertigem é geralmente acompanhada de náusea, dor de cabeça, visão turva e dificuldade para caminhar. Saiba mais neste artigo!
 

Os sintomas da vertigem são difíceis de descrever, porém, a sensação que provoca consiste na percepção de movimento, como se tudo estivesse girando ou dentro de nossa cabeça. A palavra vem do latim, onde “vertere” significa girar.

Tanto a vertigem quanto a tontura são os motivos mais frequentes de consulta ao médico de família. De fato, estima-se que cerca de 40% das pessoas com mais de 40 anos consultem por esse motivo.

Essa sensação geralmente está relacionada a uma alteração do sistema de equilíbrio. Este sistema é chamado de sistema vestibular e está localizado na parte interna da orelha. Os distúrbios associados a este órgão são muito frequentes e podem aparecer em qualquer idade.

Por isso, neste artigo explicamos tudo o que você precisa saber sobre vertigem e quais sintomas geralmente a acompanham. É importante conhecer esses sintomas, pois é uma sensação difícil de descrever e diagnosticar.

O que é a vertigem?

O ouvido interno contém o sistema vestibular, que é o que permite ao homem manter o equilíbrio. Além disso, também é responsável por estarmos cientes de nossa postura e nos relacionarmos corretamente com o espaço.

A maioria dos casos de vertigem é geralmente causada por uma alteração neste sistema. Consiste em perceber uma sensação de movimento, de si mesmo ou de nosso entorno, sem nada realmente estar em movimento. Algumas pessoas experimentam isso como “uma queda no vazio”.

A vertigem provoca uma sensação de flutuar no ar
 

É um distúrbio que pode afetar qualquer idade. No entanto, como já mencionamos, a partir dos 40 anos é muito mais frequente. A vertigem pode ser classificada em diferentes tipos:

  • Vertigem periférica: é aquela produzida pela alteração desse sistema vestibular. É a mais frequente e geralmente está associada a lesões no ouvido. Portanto, é comum que essas pessoas também tenham perda auditiva.
  • Vertigem central: o que acontece é que os circuitos nervosos que transportam as informações que vêm do ouvido e as interpretam estão danificados. Essa interpretação ocorre no tronco cerebral.
  • Posicional: aparece na forma de episódios curtos. É uma resposta à mudanças na posição da cabeça e geralmente é benigna.
  • Cervical: é produzida por uma alteração nas vértebras cervicais.

Existem muitos tipos de vertigem porque a função do equilíbrio e da postura segue um complexo circuito nervoso no qual muitas partes do corpo intervêm. No entanto, todos os tipos produzem a mesma sensação complexa de movimento.

Não deixe de ler esse artigo sobre: Acufenos, os incômodos zumbidos nos ouvidos: causas e tratamentos

Que outros sintomas acompanham a vertigem?

Além de perceber que tudo ao redor está girando, há vários sintomas que geralmente acompanham a vertigem. Por exemplo, é muito comum apresentar náuseas e até vômito. Da mesma forma, as pessoas que sofrem com isso geralmente perdem o equilíbrio e caem.

Dependendo do tipo de vertigem é mais fácil encontrar alguns sintomas ou outros. No caso de vertigem periférica, geralmente há uma diminuição na capacidade auditiva, como mencionamos. A pessoa também pode ouvir zumbidos nos ouvidos constantemente.

 

Em outros casos de vertigem, podemos descobrir que a visão também é alterada. Muitas pessoas veem dobrado ou não conseguem focar a vista corretamente. Existem até pessoas que perdem a capacidade de falar corretamente.

Por outro lado, a vertigem pode ser acompanhada por uma paralisia nos músculos da face ou uma sensação de fadiga e fraqueza nas pernas. As pessoas que a sofrem geralmente sentem ansiedade e angústia, porque o fato de caminhar ou se mover é visivelmente complicado.

É importante destacar que, embora a maioria dos casos de vertigem ocorra na forma de episódios curtos, também podem durar dias. Além disso, esta pode acontecer em crianças e adultos.

Homem com tonturas

Você pode estar interessado em saber tudo sobre a: Perda da consciência, por que pode acontecer?

Como esse problema é diagnosticado e tratado?

Para diagnosticar a vertigem o mais importante é explicar ao médico de uma maneira muito específica como é a sensação. Também devemos enfatizar o restante dos sintomas que aparecem.

Normalmente, o otorrinolaringologista é o responsável pela exploração do ouvido e do resto do sistema de equilíbrio. Dependendo da causa da vertigem o tratamento será diferente. Pode ser tratada com certos medicamentos e até cirurgia, mas depende de cada caso.

 

O ideal é que diante da sensação de vertigem se consulte um médico. Você também deve consultá-lo se mostrar alguns dos sintomas acompanhantes que mencionamos aqui. É um distúrbio complexo que pode ter várias causas, por isso é necessário estudá-lo bem.

  • Vértigo:diagnóstico y tratamiento. Clínica Universidad de Navarra. (n.d.). Retrieved December 16, 2019, from https://www.cun.es/enfermedades-tratamientos/enfermedades/vertigo
  • Vértigo o mareo. (n.d.). Retrieved December 16, 2019, from https://www.fesemi.org/informacion-pacientes/conozca-mejor-su-enfermedad/vertigo-o-mareo
  • Vértigo y Mareos: Síntomas, Causas y Tratamiento | GAES. (n.d.). Retrieved December 16, 2019, from https://www.gaes.es/enfermedades-oido/infecciones-problemas-oido/vertigo-y-mareos
  • Vértigo tratamientos e información en CuidatePlus. (n.d.). Retrieved December 16, 2019, from https://cuidateplus.marca.com/enfermedades/neurologicas/vertigo.html