O que é o sangramento de implantação?

O sangramento de implantação é um fenômeno que tende a ser enganoso, pois costuma ser confundido com a menstruação. É importante estar atento aos sinais do organismo para saber qual é o próximo passo.
O que é o sangramento de implantação?

Última atualização: 26 Fevereiro, 2021

O sangramento de implantação é uma leve perda de sangue que ocorre no início da gravidez. Isso não acontece com todas as mulheres. Surge mais ou menos na data em que a menstruação deveria começar e, portanto, é uma fonte de confusão para muitas mães.

Um dos sintomas mais óbvios da gravidez é a ausência da menstruação. No entanto, em algumas mulheres, essa ausência é interrompida pelo sangramento de implantação, que, como o nome indica, envolve sangramento, mas não menstrual.

O sangramento de implantação também é conhecido como nidação. Para quem já tem indícios de que está grávida, pode despertar a suspeita de um aborto. Para evitar confusões, é melhor se informar bem para não deixar margem para mal-entendidos.

Sangramento de implantação

Mulher com dor na menstruação

O sangramento de implantação é um fenômeno normal em uma gravidez saudável. Ocorre entre 6 e 12 dias após a fecundação do óvulo, em uma data que coincide, em maior ou menor grau, com a menstruação habitual.

Normalmente, é acompanhado por cólicas menos intensas do que a menstruação. Dor de cabeça, náusea, alterações de humor, sensibilidade mamária, dor lombar, inchaço abdominal e fadiga também são comuns.

O sangramento de implantação não costuma seguir um padrão fixo. Uma mulher que já teve filhos pode ter esse tipo de sangramento em algumas gestações e não em outras. Às vezes corresponde a apenas uma gota de sangue e outras vezes é semelhante a uma menstruação leve.

Você pode se interessar: É normal ter coágulos na menstruação?

Do óvulo ao embrião

Quando ocorre a fertilização, a união entre o óvulo e o espermatozoide dá origem ao zigoto, que é o óvulo fertilizado. Em apenas 72 horas, o zigoto se transforma em mórula, que é um zigoto segmentado. Quatro a cinco dias depois, a mórula se transforma em blastocisto.

O blastocisto, ou blástula, possui um grupo de células externas e outro grupo de células internas. O primeiro se tornará a membrana protetora e o último, o embrião. Só quando esse blastocisto é implantado no útero é que se pode falar de embrião.

Aproximadamente uma semana após a fertilização, o blastocisto começa a gerar prolongamentos. São eles que permitem que ele se prenda ao revestimento do útero. Nesse estágio inicial, o útero é altamente irrigado e sangra facilmente. Portanto, a implantação pode causar sangramento.

Diferenças entre o sangramento de implantação e o sangramento menstrual

Cólica menstrual

Este tipo de sangramento é muito leve, e geralmente só é detectado por uma pequena mancha na roupa íntima ou no papel higiênico. Raramente é algo mais volumoso. Tem uma cor que pode ser rosa escuro ou castanho, mas não vermelho. Não tem coágulos e dura entre algumas horas e três dias.

No sangramento de implantação, não há aumento gradual do fluxo, como ocorre na menstruação. Ele tem uma frequência intermitente, mas permanece como uma mancha leve que não aumenta.

Se houver suspeita de gravidez e ocorrer sangramento de cor mais intensa, ou que aumente repentinamente, é melhor consultar um médico. Em alguns casos, este é um sintoma de aborto espontâneo, ou pode ser um sinal de gravidez ectópica ou molar. Também pode indicar que há um problema de saúde.

Confirmação de gravidez

Nos estágios iniciais, é muito difícil estabelecer se há gravidez ou não. Pelo mesmo motivo, não é fácil determinar se o que está ocorrendo é um sangramento de implantação, ameaça de aborto ou problema de outra natureza. Daí a importância de confirmar a gravidez o mais rápido possível.

Os testes de gravidez mais confiáveis ​​podem ser feitos durante a primeira semana de gestação. São testes feitos em laboratório com um alto grau de sucesso. Em contraste, os testes caseiros apresentam um grau de confiabilidade mais baixo quando realizados logo após a fertilização.

Todos esses testes medem o nível do hormônio gonadotrofina coriônica humana (HCG), que está presente no sangue e na urina. Os testes caseiros podem ser feitos durante o sangramento de implantação, mas é melhor esperar uma semana para obter resultados mais confiáveis.

Pode interessar a você...
4 alimentos proibidos durante a gravidez
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
4 alimentos proibidos durante a gravidez

Durante a gravidez, existem certos alimentos proibidos que a gestante não deve consumir para proteger a saúde do bebê. Veja quais são.



  • Mansilla, M. (2000). Etapas del desarrollo humano. Revista de investigación en Psicología, 3(2), 105-116.
  • Monterde, J. G., & Gano, F. G. (2013). Etapas del Desarrollo Embrionario. Universidad de Murcia.
  • Lédée, N., & Ferretti, C. (2016). Receptividad uterina e implantación embrionaria: aporte de la ecografía y del Doppler a la evaluación de la fecundación in vitro. EMC – Ginecología-Obstetricia. https://doi.org/10.1016/s1283-081x(16)79132-6