Como saber se um medicamento causou alergia?

Não se sabe por que algumas pessoas são alérgicas a certas substâncias e não a outras. As reações alérgicas a medicamentos não são comuns e raramente ocorrem na primeira vez em que eles são tomados. Saiba mais a seguir.
Como saber se um medicamento causou alergia?

Última atualização: 17 Março, 2021

Em muitos casos, podem surgir sintomas que nos levam a pensar que um medicamento causou alergia. No entanto, este não é o caso, são apenas os efeitos colaterais que todos os medicamentos podem causar.

Por vezes, você pode pensar que algum medicamento lhe causou alergia quando quadros de afta ou diarreia surgiram durante ou após o tratamento com antibióticos. Entretanto, estes são efeitos colaterais causados ​​pela alteração da flora bacteriana.

Além disso, ao fazer exames para confirmar se um medicamento causou alergia, não será necessário repeti-los periodicamente. Quer saber mais sobre isso? Descubra mais detalhes a seguir.

Algum medicamento lhe causou alergia?

Uma alergia é uma reação do nosso corpo como uma resposta exagerada ao contato com uma substância externa chamada alérgenoNão se sabe por que algumas pessoas são alérgicas a certas substâncias e não a outras.

Os medicamentos são um tipo de alérgeno que pode causar uma reação alérgica em algumas pessoas. As reações alérgicas a medicamentos são raras, e raramente ocorre uma alergia na primeira vez em que eles são tomados.

Pessoas com mais de 40 anos têm uma maior probabilidade de ter uma reação alérgica a um medicamento. Isso porque, devido à idade, eles estão mais expostos às drogas medicamentosas, pois podem precisar delas com mais frequência do que os jovens.

Alergia causada por medicamentos
Em alguns pacientes, certos medicamentos são gatilhos para reações alérgicas. Em caso de suspeita, é importante suspender o uso.

Como saber que um medicamento lhe causou alergia?

Quando você toma um medicamento e tem uma alergia, os sintomas variam e as reações alérgicas podem ser de dois tipos. É aconselhável que você pare de tomar o medicamento assim que surgir a suspeita de alergia.

Reação imediata

Esses tipos de reações incluem aquelas que aparecem logo depois de tomar o medicamento. Geralmente ocorrem quando você toma a primeira ou a segunda dose, depois de meia hora a uma hora.

As mais comuns são reações cutâneas semelhantes à urticária, juntamente com inchaço dos lábios e olhos. No entanto, podem ocorrer reações graves, como anafilaxia.

Reações não imediatas ou tardias

As reações não imediatas ou tardias geralmente afetam a pele. A mais comum é uma erupção na pele, que pode aparecer até duas semanas após a ingestão do medicamento. É caracterizada por uma cor avermelhada e uma coceira que se espalha para diferentes partes do corpo.

Se um medicamento lhe deu alergia, você pode ter tido reações de hipersensibilidade. Estes são quadros menos frequentes e mais graves, que podem até causar queimaduras na pele. Nesses casos, pode ser necessária a internação em um hospital, pois há risco de morte.

Que outro tipo de reação um medicamento pode causar?

Nesta seção, incluímos as chamadas reações previsíveis ou tipo A, que são as mais frequentes. São provocadas pela ação farmacológica do medicamento e podem ser decorrentes das seguintes causas:

  • Overdose de drogas ou toxicidade.
  • Efeitos colaterais do fármaco.
  • Interação com outros medicamentos.

Em geral, a redução da dose leva ao desaparecimento dos sintomas, e você pode usar este medicamento quando precisar sem riscos.

Mulher lendo bula de medicamento
As reações medicamentosas podem ser imediatas ou tardias. Além disso, os sintomas podem ser leves ou graves.

Outro tipo de reação que pode surgir são as chamadas imprevisíveis ou tipo B. Essas reações estão relacionadas à intolerância ao medicamento ou a reações pseudoalérgicas.

Uma reação pseudoalérgica é aquela em que, pelos sintomas, parece que o medicamento causou alergia. No entanto, não há base imunológica para comprovar isso.

O que fazer se um medicamento lhe causar alergia?

Assim que uma reação alérgica for confirmada, medidas devem ser tomadas para tratar os sintomas. No entanto, elas são diferentes se for uma reação imediata ou se for tardia.

Nas reações do tipo imediato, são usados medicamentos como adrenalina, corticosteroides e anti-histamínicos. Além disso, um tratamento farmacológico é usado para tratar os sintomas dos órgãos mais afetados. Os fármacos incluem broncodilatadores e cardiotônicos.

Por outro lado, nas reações não imediatas ou tardias, o tratamento se baseia principalmente no uso de corticosteroides. A via de administração depende dos sintomas. Se for uma dermatite de contato, aplique topicamente.

Conclusão

Lembre-se de que, se você usar os medicamentos de maneira correta, ou seja, quando forem necessários e com receita, é mais fácil evitar uma reação alérgica a eles.

Pode interessar a você...
Alergia à penicilina
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Alergia à penicilina

Apesar de ser muito eficiente para combater determinadas bactérias, alguns pacientes podem apresentar alergia à penicilina. Saiba mais aqui!



  • De Arriba-Méndez, S., Muñoz-López, C., & Lorente-Toledano, F. (2008). Alergia a medicamentos. Anales de Pediatria Continuada. https://doi.org/10.1016/S1696-2818(08)74846-7
  • Giner Muñoz, M. T. (2013). Alergia a medicamentos. conceptos básicos y actitud a seguir por el pediatra. Pediatria Integral.
  • Cardona, R., Ramírez, R. H., Reina, Z., Escobar, M. F., & Morales, E. (2009). Alergia e intolerancia a antiinflamatorios no esteroides: desensibilización exitosa en tres casos y revisión de la literatura. Biomédica. https://doi.org/10.7705/biomedica.v29i2.20