Alecrim: ótimo remédio para melhorar a circulação

· 17 de março de 2016
Ao macerarmos folhas de alecrim com azeite e outras ervas, obtemos um tempero delicioso para acompanhar nossas torradas e sopas.

O alecrim é uma excelente planta medicinal com inúmeras propriedades para a saúde: digestivas, circulatórias, antioxidantes, revitalizantes, etc.

Neste artigo falaremos sobre todas as suas propriedades, bem como as diferentes formas de usá-lo e prepará-lo, seja em infusão, em forma de álcool, óleo essencial, como mel ou como uma especiaria culinária. Confira!

Propriedades do alecrim

O alecrim (Rosmarinus Officinalis) tem as seguintes propriedades para a saúde:

  • Melhora a circulação do organismo.
  • É um grande antioxidante.
  • Melhora a digestão e reduz os incômodos mais comuns, como inchaço, gases e hiperacidez gástrica.
  • Reduz as dores durante a menstruação, assim como os sintomas mais habituais que a acompanham (enxaqueca, retenção de líquidos, etc.).
  • Facilita a função do fígado e da vesícula biliar e, por conseguinte, é um excelente remédio para a icterícia (cor amarelenta da pele).
  • Trata a anemia graças ao seu alto teor em ferro.
  • Reduz os níveis de colesterol no sangue.
  • Ajuda a adiar os efeitos das doenças degenerativas.
  • É um remédio muito benéfico em casos de intoxicação alimentar.
Propriedades do alecrim

Em infusão

É uma das maneiras mais simples e econômicas de se beneficiar das propriedades desta planta. O mais adequado é tomar uma infusão depois da refeição para facilitar a digestão.

Como preparar?

  • Primeiramente, coloque um copo (200 ml) de água para ferver.
  • Quando começar a ferver, adicione uma colher de chá de folhas secas de alecrim e deixe ferver durante 3 minutos.
  • Em seguida, desligue o fogo, cubra a panela e deixe repousar por 5 minutos.
  • Por fim, coe a infusão e estará pronta para ser tomada.

Saiba mais: 5 infusões de ervas para limpar as artérias

Álcool de alecrim

Em suma, o álcool de alecrim é um antigo remédio que permite realizar uma massagem muito agradável para refrescar a pele, aliviar as inflamações que causam câimbras e contraturas, assim como melhorar a circulação geral (varizes, celulite, etc.).

Como preparar?

  • É necessário um recipiente de vidro que possa ser fechado hermeticamente.
  • Primeiramente, encha-o de folhas frescas, se possível recém colhidas. O melhor momento é quando a planta está em flor.
  • Em seguida, preencha o recipiente com álcool de 96 % (a venda em farmácias).
  • Logo depois, feche o recipiente e deixe macerar durante 15 dias em um lugar escuro.
  • Agite durante uns instantes todos os dias.
  • Depois desse tempo, filtre o líquido e o conserve em um recipiente de vidro escuro e bem fechado, em um lugar fresco e seco.

álcool e alecrim ótimo aliado para massagem

Óleo essencial para o cabelo

O óleo essencial é uma opção muito cômoda para ter o alecrim sempre à mão. Além disso, é muito benéfico, por exemplo, para a saúde do cabelo, já que melhora a circulação do couro cabeludo e previne sua queda.

Assim sendo, para usá-lo, simplesmente, adicione umas gotas do óleo ao xampu habitual e continuar usando normalmente.

Se quiser fazer um remédio pontual pode-se misturar um pouco de óleo de coco com algumas gotas de óleo essencial de alecrim e usar essa mistura para massagear todo o cabelo. Deixe agir por 30 minutos e depois lave o cabelo.

Leia mais: Benefícios do alecrim para o cabelo

Mel de alecrim

O mel de alecrim é produzido pelas abelhas usando as flores desta planta medicinal. Quando é um mel cru e sem processar, que é a maneira ideal de consumir este alimento tão saudável, se caracteriza por uma textura espessa e uma cor muito clara.

O mel de alecrim combina as propriedades medicinais destes dois alimentos, por isso é um remédio muito eficaz para:

  • Eliminar a mucosidade.
  • Facilitar a digestão.
  • Revitalizar o organismo.
  • Diminuir as dores reumáticas.
  • Regular o sistema nervoso.
  • Combater as doenças respiratórias.
  • Aumentar a imunidade.
  • Relaxar a mente.

Mel e alecrim remédio eficaz.

Como especiaria culinária

O alecrim é uma especiaria muito comum na cozinha mediterrânea. Além disso, é um condimento excelente muito usado principalmente na cozinha italiana, para harmonizar pães, massas e outras receitas.

Uma forma de sempre ter à mão um alecrim como tempero consiste em bater o azeite de oliva com algumas folhas frescas de alecrim.

Ademais, pode-se adicionar outras ervas culinárias e alho. Conserve-os em um recipiente bem fechado e veja como, à medida que os dias passam, como o óleo ganha cada vez mais sabor.

O alecrim tem um sabor muito intenso, por isso será suficiente usar uma pequena quantidade.

Imagens oferecidas por net-efekt, Chiot’s Run e alicia.

  • Porte, A., & Godoy, R. L. D. O. (2001). Alecrim (Rosmarinus officinalis L.): propriedades antimicrobiana e química do óleo essencial. Boletim do Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos19(2).
  • Ribeiro, D. S., Melo, D. B., Guimarães, A. G., & Velozo, E. D. S. (2012). Avaliação do óleo essencial de alecrim (Rosmarinus officinalis L.) como modulador da resistência bacteriana.
  • Hentz, S. M., & Santin, N. C. (2007). Avaliação da atividade antimicrobiana do óleo essencial de alecrim (Rosmarinus officinalis l.) contra Salmonella sp. Evidência-Ciência e Biotecnologia7(2), 93-100.
  • Afonso, M. D. S., SANT’ANA, L. S., & Mancini-Filho, J. (2010). Interação entre antioxidantes naturais e espécies reativas do oxigênio nas doenças cardiovasculares: perspectivas para a contribuição do alecrim (Rosmarinus officinalis L.). Nutrire Rev. Soc. Bras. Aliment. Nutr35(1).