Relação entre as doenças de garganta e o intestino

· 31 de janeiro de 2015
Submergir os pés durante 20 minutos em água quente pode proporcionar um alívio imediato da inflamação na garganta, já que o corpo buscará compensar a temperatura global.

Neste artigo explicaremos como e porque cuidar do intestino caso estejamos sofrendo com doenças de garganta como: amidalite, faringite, rouquidão, etc.

O título pode até surpreender, mas não é a primeira vez que encontramos relações surpreendentes entre diferentes partes de nosso corpo, como nos ensina a Medicina Tradicional da China, a reflexologia podal, a iridologia, entre outros.

Os remédios dos antepassados para as doenças de garganta

Nossos antepassados tinham muitos conhecimentos de medicina e sempre encontravam remédios simples ao seu alcance para solucionar os problemas do dia a dia.

No caso das doenças de garganta, especialmente aquelas que se repetiam nas crianças, optavam pelos enemas.

Antigamente, os enemas eram utilizados com muita frequência; já que, assim como sabiam que o mau funcionamento do intestino devia-se a várias doenças, também sabiam que um enema proporcionaria o alívio quase imediato à pessoa.

Geralmente os enemas eram fabricados com peras de sucção, que hoje em dia são vendidas nas farmácias.

Basta introduzir a pera na água morna, preferentemente água mineral e não da torneira; logo depois untá-la com um lubrificante ou óleo e introduzi-la no ânus enquanto o paciente estiver deitado sobre seu lado esquerdo.

A pessoa deverá aguentar o máximo que puder e evacuar. O tratamento pode ser realizado um par de vezes por dia, até a doença de garganta passar.

Enema lavativa Pavel Fiskovich

Fazer um check-up do intestino

Caso você padeça continuamente com doenças de garganta, sem motivo aparente, e cujos tratamentos médicos são muito custosos, preste atenção ao seu intestino:

  • Síndrome do cólon irritável: transtorno crônico que provoca dor e estados de diarreia e/ou prisão de ventre alternados. É provável que esteja relacionado com questões nervosas e emocionais.
  • Prisão de ventre: é um dos grandes problemas de nossos dias, devido, principalmente, a uma má alimentação, com muito açúcar e excessivo sedentarismo.
  • Parasitas intestinais: os parasitas são bem frequentes e, no entanto, muito desconhecidos. O mais conhecido é a ascaridíase; mas, existem muitos outros tipos que apresentam sintomas bem diferentes, o que pode confundir o paciente na hora de saber o que tem.
    Podem provocar cansaço, nervosismo, transtorno de apetite, problemas de digestão, coceira no nariz ou no ânus, etc.
  • Divertículos: a diverticulose consiste na formação de uma espécie de engrossamento da parede do intestino grosso.

Saiba mais: Para limpar o intestino: alimentos ideais

A flora intestinal

Se queremos cuidar de nossa garganta, devemos regular nosso intestino e tratar a doença.

Uma regra fundamental será o cuidado da flora intestinal, a qual é muito afetada pelas doenças intestinais, pela má alimentação e pelo consumo de medicamentos.

É possível cuidar dela de duas maneiras:

  • Consumindo alimentos que contribuem com seu bom funcionamento; principalmente os alimentos fermentados como o chucrute, iogurte ou kefir. No entanto, deverão ser feitos em casa para evitar o conteúdo de produtos artificiais e assimilarmos os nutrientes que precisamos.
  • Tomando um suplemento específico para restabelecer a flora intestinal, especialmente caso tenha tomado algum medicamento.

Iogurte natural

Quer saber mais? Cuidar da flora intestinal para proteger o cólon

Intolerâncias alimentares

Existe um ponto fundamental a ser levado em consideração quando de modo muito repetido sofremos problemas intestinais e de garganta: pensar na possibilidade de ter intolerância a algum alimento; que esteja provocando um dano contínuo e progressivo.

Nas alergias percebemos rápido qual é o alérgeno porque a reação do corpo é instantânea, mas infelizmente não acontece o mesmo com as intolerâncias. Estas podem apresentar efeitos nocivos mais lentos e graduais, o que dificulta sua detecção.

Podemos ser intolerantes a quaisquer alimentos, ainda, existem muitos tipos de testes de laboratório que o analisam; porém, os mais comuns e os que devemos ter mais presentes são a intolerância ao glúten e à lactose.

Também podemos sofrer de intolerâncias a determinados frutos secos ou aditivos alimentares.

Alimentos sem glúten e lactose

Banho quente dos pés para alívio imediato da inflamação da garganta

Mesmo que este remédio não cure a doença de garganta, oferecerá um alívio imediato da inflamação; pois, ao se esquentarem bem os pés reduzirá rapidamente a temperatura da parte superior do corpo.

Por isso, mergulhe os pés em água muito quente durante pelo menos 20 minutos. Reponha a água quente assim que for esfriando. Depois cubra bem os pés.

Imagens por cortesia de Pavel Fiskovich, mfcorwin e didriks