Os refrigerantes sem açúcar engordam?

29 de abril de 2020
Muitas vezes substituímos os refrigerantes com açúcar pelas versões light, mas será que esta realmente é uma boa estratégia?

Atualmente, os refrigerantes sem açúcar estão substituindo as bebidas com açúcar. preocupação com o ganho de peso nos faz optar por bebidas menos calóricas, mas será que os refrigerantes sem açúcar realmente não engordam?

Lembre-se de que os refrigerantes nunca devem substituir a água como bebida de hidratação para o bom funcionamento do nosso corpo.

Os refrigerantes sem açúcar

Os riscos de consumir refrigerantes sem açúcar

Os refrigerantes sem açúcar são bebidas em que o açúcar é removido e substituído por adoçantes alcalinos, como aspartame, sacarina ou ciclamato. Embora os refrigerantes sem açúcar não contenham calorias, os adoçantes presentes nesses produtos favorecem a absorção do açúcar no intestino.

Além disso, eles promovem a secreção de insulina da mesma maneira que os refrigerantes açucarados, uma condição que faz com que os níveis de açúcar no sangue diminuam, criando assim uma sensação de fome.

Os adoçantes também afetam a flora intestinal, modificando as bactérias do corpo, provocando disbiose e intolerância à glicose.

Bebidas com adoçante

Refrigerantes sem açúcar e o peso

Essa relação tem sido cada vez mais estudada para entender se os refrigerantes sem açúcar engordam, pois este é um assunto de grande controvérsia.

O último estudo publicado, Sugar and artificially sweetened beverages linked to obesity: a systematic review and meta-analysis, mostra uma associação entre o consumo de refrigerante e a obesidade.

No entanto, deve-se esclarecer que este estudo não separa o consumo de refrigerantes açucarados daqueles sem açúcar. Os resultados mostram que o consumo de refrigerantes, sejam quais forem, é maior em pessoas com obesidade.

Outros estudos sugerem que as bebidas sem açúcar, além de aumentar o risco de obesidade, podem aumentar o risco de doenças cardiovasculares, mas não há um mecanismo claro que explique por que isso acontece.

Por outro lado, existem estudos, como o da PLOS ONE, que mostram uma associação entre o consumo de bebidas sem açúcar e uma quantidade maior de gordura abdominal. De acordo com este estudo, esse tipo de bebida pode não ser eficaz como uma medida para controlar o peso.

Por que essas bebidas poderiam engordar?

O efeito de compensação

As bebidas sem açúcar podem não engordar por conta própria, mas estão relacionadas a hábitos de vida pouco saudáveis.

É provável que você pense que as calorias que você economizará nessa bebida podem ser introduzidas em outro alimento mais calórico como substituto. É inútil comer um hambúrguer com batatas fritas e, ao mesmo tempo, tomar uma bebida light.

Fast food

Elas podem te deixar com fome

Como dissemos antes, esses refrigerantes podem desencadear a sensação de fome entre os que os consomem.

Em alguns casos, o aumento da insulina que é sentido quando a sucralose é consumida não é acompanhado por uma diminuição nos níveis de glicose.

Isso significa que o nosso corpo reage aos refrigerantes sem açúcar da mesma forma que reage às versões tradicionais, mas sem o açúcar alcançar o corpo.

O doce causa dependência

Foi demonstrado que a ingestão de alimentos muito doces, contendo ou não calorias, ativa áreas cerebrais relacionadas ao prazer e à recompensa, levando a um vício em sabores e sensações muito intensos. Os efeitos dos alimentos doces no cérebro causam a mesma sensação do uso de uma droga, por isso tendemos a querer comer sempre mais doce.

Conclusão

Se você quiser perder peso, parece lógico substituir os refrigerantes açucarados pelas opções sem açúcar. Até agora, foi visto que, em quantidades moderadas, essas bebidas são seguras e não fornecem calorias.

No entanto, a ciência mostra que consumi-las regularmente não ajuda no controle do peso, pois elas podem nos levar a comer mais e a ganhar mais gordura abdominal.

O ganho de peso é bastante complexo e não se pode culpar um grupo de alimentos ou produtos, tampouco o próprio açúcar. A sua bebida principal deve ser a água, tanto nas refeições quanto fora delas.

Mas e se eu quiser tomar um refrigerante? O que eu escolho, bebidas com açúcar ou sem açúcar? Se consumido esporadicamente, você pode optar por um refrigerante light, visto que, em pequenas quantidades, ele não irá causar efeitos negativos.

  • Chia, C. W., Shardell, M., Tanaka, T., Liu, D. D., Gravenstein, K. S., Simonsick, E. M., … & Ferrucci, L. (2016). Chronic low-calorie sweetener use and risk of abdominal obesity among older adults: a cohort study. PLoS One11(11), e0167241.
  • Pereira, M. A. (2014). Sugar-sweetened and artificially-sweetened beverages in relation to obesity risk. Advances in nutrition5(6), 797-808.
  • Ruanpeng, D., Thongprayoon, C., Cheungpasitporn, W., & Harindhanavudhi, T. (2017). Sugar and artificially sweetened beverages linked to obesity: a systematic review and meta-analysis. QJM: An International Journal of Medicine110(8), 513-520.
  • Suez, J., Korem, T., Zeevi, D., Zilberman-Schapira, G., Thaiss, C. A., Maza, O., … & Kuperman, Y. (2014). Artificial sweeteners induce glucose intolerance by altering the gut microbiota. Nature514(7521), 181.