Terapias naturais para reduzir os sintomas da fibromialgia

11 de março de 2020
A fibromialgia é uma desordem caracterizada por causar dor musculoesquelética generalizada. Embora envolva um tratamento médico, os sintomas da fibromialgia podem ser reduzidos com algumas terapias de origem natural.

Os tratamentos para reduzir os sintomas da fibromialgia geralmente incluem analgésicos, antidepressivos e anticonvulsivantes. Essas opções, geralmente prescritas pelo médico, visam minimizar a dor e outros desconfortos relacionados.

Os pacientes com esta doença apresentam dor crônica prolongada nos músculos e ossos, além de pontos de sensibilidade, fadiga, problemas de concentração e outras manifestações, que afetam significativamente a qualidade de vida.

Embora seja essencial seguir as recomendações médicas para o controle da doença, também é possível considerar uma série de terapias naturais que contribuem para o seu alívio. Hoje, queremos compartilhar 5 boas alternativas para que você não deixe de experimentá-las.

O que é a fibromialgia?

Antes de conhecer os remédios para reduzir os sintomas da fibromialgia, é importante fazer uma breve revisão da doença. Pacientes com esse distúrbio apresentam dor musculoesquelética prolongada ou crônica, fadiga constante, fraqueza e problemas de sono.

Seus sintomas são classificados como subjetivos e não podem ser medidos por exames. Por esse motivo, estabelecer sua causa é bastante complicado e, muitas vezes, seu diagnóstico também é difícil. No entanto, graças às constantes pesquisas, esta doença vem sendo cada vez mais compreendida.

Há indícios de que ela pode ser causada pela genética, infecções, estresse constante, trauma e fatores ambientais. Também trabalha-se com a hipótese de que o cérebro e o sistema nervoso interpretem mal os sinais de dor, exagerando-os. Isso poderia ter sua origem em um desequilíbrio da química do cérebro.

Leia também: O que você deve saber sobre a fibromialgia para combatê-la

Sintomas da fibromialgia

Mulher com dor nas costas
As pessoas com fibromialgia sentem uma dor muscular e um cansaço constante no corpo.

A fibromialgia está relacionada com alguns pontos de sensibilidade intensa, que provocam dor e uma leve pressão. Até pouco tempo atrás, esses pontos eram fundamentais para o diagnóstico. No entanto, atualmente eles raramente são levados em consideração, uma vez que os médicos têm outros critérios importantes para identificar a doença.

Uma dor constante e maçante que afeta muitas áreas do corpo por mais de três meses é uma indicação desse distúrbio. No entanto, o profissional também leva em consideração outros sintomas, tais como:

  • Cansaço prolongado ou fadiga crônica
  • Dificuldades para dormir
  • Dormir por longos períodos sem se sentir descansado
  • Dores de cabeça constantes
  • Ansiedade e depressão
  • Problemas de concentração
  • Dor no abdômen inferior

Terapias naturais para reduzir os sintomas da fibromialgia

Alguns pacientes não conseguem reduzir os sintomas da fibromialgia com os tratamentos farmacológicos convencionais. Por isso, algumas terapias naturais ganharam popularidade, pois ajudam a aliviar a dor. A seguir, compartilhamos as mais importantes.

Ioga

Ioga no controle dos sintomas da fibromialgia
Alguns estudos demonstraram que a ioga pode ter um papel benéfico no controle dos sintomas da fibromialgia.

A ioga é um dos melhores tratamentos complementares para reduzir os sintomas da fibromialgia. Seus benefícios foram comprovados por vários estudos. Essa disciplina ajuda a melhorar o humor e a minimizar sintomas como a dor e a fadiga.

Portanto, a prática de posturas simples é recomendada para aumentar a força muscular e reduzir a rigidez. Também é conveniente incorporar exercícios de meditação e respiração, pois eles aumentam os benefícios.

Acupuntura

Outra terapia popular para controlar esta doença é a acupuntura. Trata-se de uma forma antiga da medicina tradicional chinesa, na qual agulhas finas são inseridas na pele, distribuídas em diferentes pontos do corpo. Seus objetivos incluem:

  • Promover a autocura natural
  • Estimular uma mudança no fluxo sanguíneo
  • Diminuir a dor crônica
  • Provocar uma alteração nos níveis de neurotransmissores cerebrais

Pessoas que não toleram as agulhas podem recorrer à acupressão. O mais importante é verificar se a terapia é realizada por um profissional licenciado, uma vez que uma má prática pode causar sequelas graves.

Descubra também: 10 formas através das quais seu corpo manifesta a fibromialgia

Meditação

A meditação é uma terapia natural que se espalhou por todo o mundo. É reconhecida por seus efeitos na saúde física e mental, pois ajuda a controlar os desequilíbrios provocados pelas doenças.

Por esse motivo, é popular como tratamento complementar na redução dos sintomas da fibromialgia, principalmente quando esta é acompanhada por estresse, ansiedade e depressão.

Tai Chi para reduzir os sintomas da fibromialgia

Pessoas fazendo tai chi
O Tai chi é outra técnica milenar que parece trazer benefícios para reduzir a fadiga e a dor crônica.

O Tai chi é uma prática antiga da medicina tradicional chinesa. Consiste em mover o corpo lentamente através de uma série de posturas. Faz parte das terapias para a dor crônica e a fibromialgia, uma vez que os seus benefícios incluem a diminuição da dor, melhoria da qualidade do sono e controle da depressão.

Drenagem linfática manual

A drenagem linfática é um tipo de massagem cujo objetivo é estimular a eliminação de toxinas. Sua aplicação ajuda a melhorar o movimento da linfa através do corpo. Fazer várias sessões pode reduzir o cansaço e a ansiedade, e ainda tem um efeito positivo no alívio da dor e da rigidez.

Você tem sintomas de fibromialgia? Em caso positivo, talvez deva experimentar algumas dessas terapias naturais. Obviamente, tente fazê-las na companhia de um profissional para garantir a sua eficácia.

  • Hawkins, R. (2013). Fibromyalgia: A Clinical Update. The Journal of the American Osteopathic Association. https://doi.org/10.7556/jaoa.2013.034
  • Ablin, J. N., & Buskila, D. (2015). Update on the genetics of the fibromyalgia syndrome. Best Practice and Research: Clinical Rheumatology. https://doi.org/10.1016/j.berh.2015.04.018
  • Carson, J. W., Carson, K. M., Jones, K. D., Bennett, R. M., Wright, C. L., & Mist, S. D. (2010). A pilot randomized controlled trial of the Yoga of Awareness program in the management of fibromyalgia. Pain. https://doi.org/10.1016/j.pain.2010.08.020
  • Curtis, K., Osadchuk, A., & Katz, J. (2011). An eight-week yoga intervention is associated with improvements in pain, psychological functioning and mindfulness, and changes in cortisol levels in women with fibromyalgia. Journal of Pain Research. https://doi.org/10.2147/JPR.S22761
  • Deare, J. C., Zheng, Z., Xue, C. C. L., Liu, J. P., Shang, J., Scott, S. W., & Littlejohn, G. (2013). Acupuncture for treating fibromyalgia. Cochrane Database of Systematic Reviews. https://doi.org/10.1002/14651858.CD007070.pub2
  • Vickers, A. J., & Linde, K. (2014). Acupuncture for chronic pain. JAMA – Journal of the American Medical Association. https://doi.org/10.1001/jama.2013.285478
  • Sigl-Erkel, T. (2010). A randomized trial of Tai Chi for fibromyalgia. Deutsche Zeitschrift Fur Akupunktur. https://doi.org/10.1016/j.dza.2010.10.003
  • Ekici, G., Bakar, Y., Akbayrak, T., & Yuksel, I. (2009). Comparison of Manual Lymph Drainage Therapy and Connective Tissue Massage in Women With Fibromyalgia: A Randomized Controlled Trial. Journal of Manipulative and Physiological Therapeutics. https://doi.org/10.1016/j.jmpt.2008.12.001
  • Cadenas-Sánchez, C., y Ruiz-Ruiz, J. (2014). Efecto de un programa de actividad física en pacientes con fibromialgia: revisión sistemática. Medicina Clínica, 143 (12), 548–553. https://doi.org/10.1016/j.medcli.2013.12.010.