Receitas requintadas de molhos para carnes

9 de agosto de 2019
Embora os molhos que propomos sejam projetados para diferentes tipos de carne vermelha, se desejarmos também podemos servi-los com carne branca para dar um toque diferente.

Normalmente, ao preparar vários pedaços de carne vermelha (carne bovina, de vitela, carne de porco, boi, cordeiro, etc.) é necessário servir com um molho para carne que reidrate a preparação. Quando cozidas e misturadas com os temperos, as carnes muitas vezes perdem boa parte de sua suculência.

Por outro lado, um molho para carne serve para dar um certo sabor a ela. Desta forma, um molho pode fazer um prato não só ter uma textura mais macia, mas um sabor específico: doce, salgado, agridoce ou ácido.

Assim, graças a um molho, uma preparação pode ser distinguida da outra, mesmo quando forem feitas com o mesmo pedaço de carne. Em outras palavras, servir um bife com molho de queijo não é o mesmo que servir almôndegas com molho de tomate.

1. Molho de carne com pimenta

Ingredientes

  • Azeite de oliva
  • Sal (a gosto)
  • 1 cubinho de caldo de carne
  • ¼ copo de vinho branco (50 ml)
  • 10 ou 12 grãos de pimenta
  • 2 xícaras de creme de leite (500 ml)
  • Pimenta moída (quantidade necessária)

Conheça ademais: 5 remédios com pimenta que não conhecia

Preparação

Pimenta do reino para preparar molho para carne

  1. Colocamos um pouco de óleo para aquecer em uma frigideira em fogo médio. Antes de começar a ferver, adicionamos os grãos de pimenta (com cuidado, porque espirram).
  2. Em seguida, adicionamos o vinho branco. Uma vez que o álcool evaporou, adicionamos o creme.
  3. Mexemos com movimentos lentos para integrar o creme com o óleo e os grãos de pimenta.
  4. Adicione o cubo de caldo de carne e deixe dissolver. Com cuidado, mexemos tudo novamente e colocamos sal a gosto.
  5. Abaixamos o fogo ao mínimo e cozinhamos tudo durante 4 ou 5 minutos, aproximadamente.

2. Molho de carne, estilo ibérico

Ingredientes

  • Presunto ibérico (200 g)
  • 3 colheres de sopa de manteiga com sal (60 g)
  • 1 copo de creme de leite (200 ml)
  • 2 colheres de sopa de caldo de carne concentrado (30 ml)

Preparação

Manteiga para cozinhar carnes

  1. Primeiramente, coloque uma frigideira para aquecer em fogo médio e, uma vez quente, adicione a manteiga para derreter.
  2. Enquanto isso, cortamos o presunto em pedaços pequenos e os levamos para cozinhar na mesma frigideira.
  3. Quando o presunto começar a cozinhar, adicione o creme, pouco a pouco, e mexa lentamente para integrar todos os ingredientes.
  4. Deixe cozinhar por cerca de 5 minutos em fogo médio e pronto!

3. Molho de carne à espanhola

Ingredientes

  • 1 ou 2 ossos
  • 3 colheres de sopa de manteiga (60 g)
  • ½ copo de farinha de trigo (100 g)
  • Caldo de carne concentrado (a quantidade necessária)

Preparação

  1. Peneire a farinha.
  2. Aqueça o caldo de carne no micro-ondas e reserve.
  3. Enquanto isso, aqueça a manteiga em uma panela em fogo médio.
  4. Quando a manteiga tiver derretido, adicione a farinha. Mexemos com movimentos envolventes e lentos para formar um roux, que seria um espessante para o molho.
  5. Em seguida, adicionamos o caldo de carne e os ossos. Agora só temos que deixar que o molho engrosse o suficiente.
  6. Abaixamos o fogo ao mínimo e deixamos repousar durante 2 minutos. Finalmente, retiramos do fogo e coamos.

Descubra também: 3 receitas de molho barbecue para sua carne

Algumas recomendações

Em primeiro lugar, é necessário lembrar de que um molho para carne pode usar-se tanto quente (recém feito) como frio; isto é, deixamos que esfrie geralmente por uns 15 minutos. O importante é despejar a quantidade necessária no prato e, principalmente, sobre o ingrediente o qual queremos acompanhar (neste caso, a carne).

Em segundo lugar, todo molho de carne deve ter seu tempo de descanso, de acordo com os ingredientes que contenha. Desta forma, eles podem integrar-se bem e constituir uma mistura adequada para o consumo. Por exemplo, é sempre muito mais saudável e mais agradável desfrutar de um molho com produtos lácteos sem grumos do que com eles.

Em terceiro lugar, deve-se ter em mente que, quanto mais denso for um molho, a carne vermelha deve ser cozida ao ponto. E no caso de uma carne estar mal passada, será necessário adicionar um molho de consistência bastante líquida. Assim, ele poderá impregná-la bem e, é claro, dar-lhe sabor e disfarçar o sabor metálico do sangue.