Radiografia da lombar: devo me preocupar?

A radiografia da lombar é um exame diagnóstico bastante comum. Porém, ao contrário do que muitos pensam, nem sempre é útil para identificar a causa da dor. Saiba mais detalhes a seguir.
Radiografia da lombar: devo me preocupar?

Última atualização: 12 Março, 2021

A radiografia da lombar é um método diagnóstico muito usado. No entanto, será que você realmente precisa de uma? Em caso afirmativo, você deve se preocupar com o que diz o laudo radiológico?

Muitas pessoas acreditam que uma radiografia ou ressonância magnética da lombar pode identificar a causa da dor, mas isso não é totalmente verdade. A seguir, iremos explicar o porquê.

Você precisa de uma radiografia da lombar se suas costas doerem? É provável que não. Na maioria dos casos, fazer uma radiografia da lombar não melhora o plano de tratamento. 

O principal problema desses exames é que os laudos radiológicos são interpretados como diagnósticos, e não são. Esses relatórios descrevem apenas o que eles veem na foto, sem levar em consideração seus sintomas ou seu estilo de vida.

E se eu tiver uma hérnia lombar?

Um terço dos jovens de 21 anos tem algum tipo de degeneração do disco e mais de 50% das pessoas entre 30 e 40 anos têm degeneração do disco ou hérnia de disco sem ter dor lombar ou outros sintomas relacionados. Esse percentual aumenta com a idade, havendo ou não lombalgia.

A gravidade da hérnia de disco também não está relacionada à intensidade da dor nas costasHá pessoas que têm hérnias de disco muito graves e não apresentam sintomas. Na verdade, as hérnias lombares costumam melhorar sozinhas.

Atualmente, acredita-se que a hérnia de disco seja um processo natural ao longo do tempo, assim como as rugas. Já se sabe que elas não causam dores lombares.

Dor na região lombar
As hérnias de disco costumam afetar boa parte da população adulta. No entanto, uma radiografia da lombar nem sempre é necessária como parte do diagnóstico.

Então é melhor eu fazer uma ressonância magnética, certo?

De acordo com as diretrizes para ação e monitoramento da lombalgia, não. Se a pessoa não tiver “sinais de alerta”, a ressonância magnética não melhorará os resultados. Em vez disso, pode aumentar as taxas de cirurgia, o que, em muitos casos, não resolverá o problema.

Quais são os sinais de alerta?

Os sinais de alerta são sintomas que podem indicar um problema que requer atenção médica imediata, como uma fratura ou doença. Se, além da dor, você tiver algum deles, consulte o seu médico o mais rápido possível:

  • Dor que começou após uma queda ou trauma e não diminui de intensidade após 48-72 horas.
  • Dor incapacitante que o impede de realizar suas atividades diárias.
  • Febre.
  • Perda de peso repentina ou inexplicável.
  • Problemas de controle dos esfíncteres.
  • Histórico pessoal ou familiar de câncer.
  • Histórico de uso de esteroides.
  • Diabetes.
  • Osteoporose.
  • Hipertensão.
  • Dificuldade para andar.
  • Dormência, pontadas, formigamento ou queimação nas pernas ou braços.
  • Alteração da sensação nas pernas e braços.
  • Se você tem menos de 20 anos.
  • Se você tem mais de 50 anos.

Se não houver “sinais de alerta”, não é aconselhável fazer uma radiografia da lombar.

E se minha dor nas costas significar que tenho uma doença grave?

Dor nas costas ao trabalhar
A dor nas costas raramente indica uma doença grave. Por isso, durante o processo de diagnóstico, o médico buscará sinais de alerta antes de solicitar exames específicos.

É improvável que sua dor lombar seja um sintoma de uma doença grave, pois isso ocorre em apenas 1% das pessoas com dor lombar.

Há estimativas de que 80% dos adultos de todo o mundo já sofreram, sofrem ou sofrerão com a lombalgia em algum momento da vida, o que torna esse 1% ainda mais improvável, principalmente sem a presença dos sinais de alerta.

Independentemente disso, o seu médico vai procurar os sinais de alerta mencionados anteriormente. Se houver algo que indique a necessidade, solicitará os exames que considerar pertinentes.

Conclusões sobre a radiografia da lombar

  • Mais radiografias lombares são prescritas do que o necessário.
  • Hérnia de disco e desgaste do disco são alterações relacionadas à idade, como rugas ou cabelos grisalhos. Elas não são doenças.
  • Os laudos radiológicos não são diagnósticos. Eles descrevem o que aparece na imagem e não levam em consideração outros fatores, como os sintomas ou o estilo de vida.
  • A menos que você tenha um sinal de alerta, provavelmente não precisa de uma radiografia da lombar ou de qualquer outro estudo de imagem.
It might interest you...
Espondiloartropatias: sintomas e diagnóstico
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Espondiloartropatias: sintomas e diagnóstico

As espondiloartropatias se referem a problemas relacionados à artrite. Hoje, vamos descobrir seus sintomas e formas de tratamento.