Quais são os benefícios da reciclagem de veículos?

Abandonar um carro quebrado ou destruído não é o melhor caminho. A reciclagem de veículos beneficia o meio ambiente e os compradores de peças usadas.
Quais são os benefícios da reciclagem de veículos?

Última atualização: 09 janeiro, 2022

Como dizem por aí “nada dura para sempre“. E no mundo automotivo encontramos um bom exemplo disso. Quando o seu carro chega ao fim da vida útil, fica avariado ou destruído, você já se perguntou qual é o melhor caminho a seguir? A verdade é que a reciclagem de veículos é uma excelente opção para reaproveitar as mais de 3.000 peças que compõem um automóvel.

Esse processo evoluiu nos últimos anos. Isso se reflete até mesmo nas regulamentações de alguns países, por essa ser considerada uma prática que beneficia o meio ambiente.

Nesse sentido, a Organização das Nações Unidas (ONU) garante que “na natureza não existe lixo. Tudo o que está nela é reaproveitado ou reciclado”. Por esse motivo, é importante que você aprenda mais sobre essa alternativa para estar preparado para quando o seu veículo chegar ao limite de uso. Te interessa?

Processo de reciclagem de veículos

Quando um veículo não está operacional e o proprietário já não tem mais esperança de consertá-lo, ele deve se dirigir a uma Central de Tratamento Autorizada para fazer o descarte. Esse tipo de instalação é conhecida como ferro-velho.

Ao ler essa palavra você imagina um lugar enorme, sujo e desarrumado, com peças de automóveis espalhadas por toda parte. Talvez em algum momento tenha sido assim, mas esse tipo de operação evoluiu para atender às demandas de gestão e proteção ambiental.

A seguir compartilharemos com você o passo a passo do procedimento para a reciclagem de veículos:

  1. Como os carros possuem resíduos perigosos é fundamental que seja feito um certificado de destruição que permita o correto tratamento destas substâncias.
  2. A equipe do ferro-velho começa a descontaminar o carro abandonado.
  3. Durante a desmontagem os componentes que podem ser reutilizados são removidos e é verificado o funcionamento de boa parte das peças.
  4. O veículo é encaminhado para a trituradora, responsável pela codificação e categorização das peças automotivas a fim de reciclá-las de acordo com a origem das mesmas: metálicas e não metálicas. O processo de recuperação começa neste momento.
  5. Os fragmentos produzidos chegam na área de pós-fragmentação. Em seguida, os resíduos são processados por meio de reciclagem ou através da valorização energética.
  6. Depois disso as peças sobressalentes são armazenadas e vendidas, levando em consideração a garantia das mesmas.
Mulher em um carro quebrado.
Quando um carro não é mais capaz mais funcionar ele não se torna lixo necessariamente. Existem alternativas.

O que é reciclado?

A variedade de peças de um veículo é muito ampla. Conheça os tipos de componentes que são reciclados ou vendidos com mais frequência:

  • Mecânica: inclui as caixas de câmbio, motores, eixos, condensadores, radiadores, suspensões, sistemas de direção, freios hidráulicos e outros.
  • Eletricidade e eletrônica: este grupo inclui a fiação elétrica, bombas de combustível, módulo de vidro elétrico, ventiladores elétricos, caixas de fusíveis…
  • Carroceria: composta pelas portas, tampas do porta-malas, capôs, para-choques, postes de luz, para-lamas, chapas, etc.
  • Acessórios: inclui os painéis, bancos, grades e rádio.

Nesta linha de pensamento, tudo o que abrange o automóvel (metais, aço e chapa) admite 75% de reciclagem das fundições. Componentes líquidos como fluido de freio, anticongelante ou óleo respondem por 1% da reciclagem, assim como estofados, demais tecidos, papelão e papéis.

Cerca de 4% da borracha é reaproveitada. Os diferentes tipos de plástico geralmente tem uma taxa superior a 12% e o vidro 3,5%.

Em suma, entre 10% e 12% de um veículo pode ser usado para produzir energia, em comparação com a porcentagem da maioria que é reciclada em outros materiais. Quanto mais atual for o veículo, melhor será o reaproveitamento dos componentes dele.

Veja este artigo: 4 conselhos para separar o lixo

Benefícios da reciclagem de veículos

Os benefícios da reciclagem de veículos são muitos. Quem tem carro – e quem não tem – deve conhecê-los.

Contribui com o meio ambiente, flora e fauna

O fato é que 95% dos componentes dos veículos podem ser reaproveitados e reciclados. Entre os benefícios de fazer isso está a oportunidade de estender a vida útil dos materiais, mas de outra forma.

Com isso é possível evitar o uso desnecessário de recursos naturais que, como já sabemos, não são infinitos. Além disso esse procedimento evita a emissão de um milhão de toneladas de CO₂ na atmosfera e reduz o consumo de energia. Você sabia disso?

Além do mais, esse tipo de reciclagem é ótimo para a proteção da fauna e da flora, pois reduz a necessidade de mineração de aço, um potencial poluente ambiental. Para ser mais precisos, essa exploração mineral pode ter efeitos como a erosão da terra.

Canaliza a gestão de resíduos perigosos

Resíduos como óleos, baterias, anticongelante, fluido de freio e combustível, entre outros, são extraídos e tratados de forma correta. Isso não acontece quando deixamos os carros abandonados em qualquer lugar.

Diminui a quantidade de lixo na rua

Além de contribuir no cuidado com o meio ambiente e sustentabilidade, os níveis de lixo são reduzidos. Não é segredo para ninguém que as vias públicas são bastante utilizadas para o abandono massivo de veículos, apesar disso ser motivo de multa em vários países.

Veículo abandonado.
Os carros abandonados nas vias públicas são uma fonte direta de poluição para as cidades.

Permite um novo uso aos materiais

Com a reciclagem de veículos o setor industrial consegue recuperar uma quantidade muito grande de materiais como ferro, alumínio, borracha e plástico, que serão utilizados em outros processos produtivos.

Por exemplo, o setor que se dedica à fabricação de eletrodomésticos recebe metal de carros reciclados para reaproveitamento, enquanto algumas fábricas utilizam material reciclado como combustível. Imagine o que aconteceria se essa prática fosse aplicada em todos os países!

Economiza o dinheiro dos compradores de peças usadas

O bolso das pessoas também é favorecido, já que muitas peças e sobressalentes que ainda funcionam são levados para lojas de peças usadas. O consumidor que os adquirir sem dúvida pagará menos e poderá continuar circulando em seu veículo antigo por mais tempo, sem ter que comprar um novo.

Sempre escolha a reciclagem!

A tarefa de reciclar deve ser uma prioridade, desde coisas pequenas como uma flanela até as maiores, como veículos. Antes de jogar algo fora pense se existe alguma outra forma de utilizar o item, ou talvez você possa oferecê-lo a outra pessoa. Existem muitos motivos para reciclar, e neste artigo você leu alguns. É hora de começar!

This might interest you...
Faça produtos de limpeza ecológicos para sua casa
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Faça produtos de limpeza ecológicos para sua casa

Os produtos de limpeza ecológicos ganharam espaço entre as preferências do consumidor. Por isso, compartilharemos 5 receitas para fazer os seus em ...



  • Álvarez M. Política ambiental y su impacto a la innovación tecnológica y organizativa: El reciclaje de vehículos automotores Mamá. Red de Rev Cient. 2004; (213): 73-98.
  • Sánchez C. El reciclado de vehículos y su relación con el desarrollo sustentable de la región fronteriza de Mexicali, Baja California, México. Rev Int Adm y Finan. 2010; 3 (3): 67-79.
  • Salas E, Rodríguez J. Reciclaje de automóviles al final de su vida útil. El reciclaje de vehículos en fin de vida. Rev Res. 1994; 2: 56-58.