Quais são as fases do sono?

21 Setembro, 2020
Curiosamente, a ciência ainda tem muitas perguntas sobre a verdadeira natureza e função do sono. O que se sabe é que, enquanto dormimos, há uma série de mudanças que, por sua vez, dão origem a diferentes fases do sono.

Muitas pessoas acreditam que, ao dormir, somos mergulhados em uma inatividade semelhante a uma letargia. Não é bem assim. Durante o sono, ocorrem diferentes processos que configuram cada uma das fases.

A presença das diferentes fases do sono pode ser evidenciada por exames médicos como o eletroencefalograma, o eletromiograma e o eletro-oculograma. Com eles, é possível observar alterações na condutividade elétrica da pele, ritmo respiratório e frequência cardíaca de cada fase.

Existem pessoas que, quando dormem, não conseguem passar por todas as fases do sono e, portanto, acordam cansadas e ficam com sono durante o dia. Isso gera vários problemas. Completar os ciclos do sono é essencial para manter o equilíbrio mental e físico de cada um.

As fases do sono e seus aspectos gerais

Diferentes fases do sono

O sono é um processo que não ocorre linearmente, mas ciclicamente. Em outras palavras, existem várias fases do sono que se sucedem sequencialmente. Tudo começa com uma leve sonolência, até chegar ao sono mais profundo. Em seguida, o ponto inicial é retomado e o ciclo se repete.

Cada ciclo completo do sono dura entre 90 e 100 minutos na maioria das pessoas. Normalmente, temos quatro a seis ciclos durante o intervalo normal de descanso em uma noite. A ordem na qual as diferentes fases do sono são apresentadas é sempre a mesma.

Em princípio, o sono é dividido em duas etapas principais. A primeira delas é chamada de fase de sono lento, ou fase não-REM, e a segunda de fase rápida do sono, ou fase REM. A palavra REM refere-se a um acrônimo em inglês: Rapid Eye Movements, ou movimentos rápidos dos olhos.

Leia também: O que o nosso corpo faz enquanto dormimos?

As fases do sono lento

A fase não-REM é chamada de sono lento porque corresponde ao estágio em que o cérebro apresenta ondas lentas. Representa o estágio de transição entre o estado de vigília e o do sono. O que predomina é um estado de sono leve, com respiração atenuada.

Durante esse estágio, não estamos realmente dormindo, mas em um estado de sonolência. Ainda ouvimos os sons do ambiente e estamos apenas parcialmente desconectados do que está acontecendo ao nosso redor. Essa fase dura cerca de 15 minutos a partir do momento em que fechamos os olhos. No entanto, temos apenas cinco minutos de sono real.

O sono lento, ou fase não-REM, é dividido em quatro fases do sono, cada uma com suas próprias características. Essas fases são:

  • Fase I ou Sonolência. Dura cerca de 10 minutos. O tônus ​​muscular diminui e os movimentos oculares ficam lentos. Em alguns casos, no início e no final desta fase há alucinações. Corresponde a 5% do sono total.
  • Fase II ou sono leve. Mecanismos são ativados para evitar o despertar. As frequências cardíaca e respiratória diminuem. Os movimentos dos olhos desaparecem e o sono começa a ser reparador, embora não totalmente. Esse estágio corresponde a aproximadamente 50% do sono.
  • Fase III ou transição para o sono profundo. É a mais curta de todas as fases do sono, com duração entre dois e três minutos. O bloqueio sensorial aumenta e o sono se torna mais profundo. Se acordamos, experimentamos confusão. Nesta fase, não há sonhos.
  • Fase IV ou sono delta. É um estágio que dura cerca de 20 minutos e raramente uma pessoa acorda nessa fase. Não há sonhos, mas envolve um descanso reparador, essencial para o corpo e a mente.

A fase REM

Os enigmas dos sonhos

A segunda das duas principais fases do sono é a chamada REM, ou movimento rápido dos olhos. Nesse estágio, o cérebro está bastante ativo, mas todos os neurônios motores são bloqueados simultaneamente, para que não possamos nos mover à medida que atravessamos esse estágio.

Essa fase também é conhecida como “sono paradoxal”, justamente porque apresenta esse contraste entre um relaxamento total dos músculos, característico do repouso, e uma importante ativação do cérebro, característica do estado de vigília.

Isso certamente vai te interessar: 15 curiosidades sobre os sonhos que você precisa conhecer

Esta também é a etapa na qual sonhamos e as imagens dos sonhos são percebidas como se fossem reais. Se alguém acordar nessa fase, se lembrará claramente do que estava sonhando. Pelo menos é o que acontece em 80% das pessoas. Se uma pessoa pudesse se mover durante esse estágio, talvez ela concretizasse em atos o que está sonhando.

A fase REM ocorre várias vezes durante o sono e tem uma duração variável. Na primeira vez em que ocorre, dura cerca de 10 minutos; na última, entre 30 e 40 minutos, em um sono de oito horas. Começa com uma respiração rápida e irregular e depois entra em um estado de sono profundo.

  • Fernández-Mas, R., Valdés, A., Martínez, A., Magdaleno, V., Almazán, S., Martínez, D., & Fernández-Guardiola, A. (2013). Visualización gráfica de las transiciones de las fases del sueño en el hombre: métodos de representación tridimensional.