Quais medicamentos mudam a cor da urina?

Algumas vezes a cor da urina pode variar, assumindo tonalidades muito chamativas, como azul ou laranja. A seguir te explicaremos porque isso acontece.
Quais medicamentos mudam a cor da urina?

Última atualização: 19 março, 2022

A cor da urina é um indicador de certos processos que ocorrem no nosso corpo. Normalmente a urina varia entre diferentes tons de amarelo, dependendo da quantidade de água ingerida e do nível de hidratação.

No entanto, alguns medicamentos fazem com que a cor desse líquido mude. Não se trata de ficar mais escuro ou mais claro, mas sim adquirir tons muito vívidos, como vermelho, amarelo ou até azul.

Normalmente, quando essa informação é desconhecida, a pessoa com quem isso acontece fica assustada. Por esse motivo, neste artigo explicaremos quais são os medicamentos que podem alterar a cor da urina e qual o resultado obtido com essa modificação.

A cor normal da urina

Embora a tonalidade geralmente varie um pouco (inclusive em uma mesma pessoa), a cor normal da urina está no espectro do amarelo, variando do âmbar escuro ao amarelo quase transparente. Isso depende, por um lado, da concentração de um pigmento natural chamado urocromo.

Por outro lado, a quantidade de líquido que a pessoa ingeriu, assim como o que ela consumiu, pode fazer com que a cor da urina varie, adotando outras tonalidades. Desta forma, os pigmentos, assim como diversos ingredientes dos alimentos e remédios, afetam na cor que percebemos quando vamos ao banheiro.

No entanto, além disso, pode haver a presença de certas doenças, como infecções urinárias e cálculos renais, nas quais o sangue fica avermelhado devido à presença de sangue; assim como pode ser adquirido um tom alaranjado devido a condições no fígado.

Medicamentos que tornam a cor da urina vermelha

Quando a urina fica rosada ou avermelhada, é uma reação lógica se assustar e pensar que algo está errado. A verdade é que, em inúmeras ocasiões, isso é causado pela presença de sangue nesse líquido. Essa é uma consequência do uso de anticoagulantes como varfarina e heparina.

No entanto, muitos outros medicamentos também causam esse problema pelo metabolismo que possuem. Em primeiro lugar, o medicamento mais frequentemente associado a isso, por ser usado em muitos pacientes, é a rifampicina. Ela é um antibiótico usado para tratar a tuberculose.

Por outro lado, certos laxantes que contêm sene (um componente à base de plantas) mudam a cor da urina para vermelho. O mesmo acontece com a fenazopiridina, que é um medicamento que atua como analgésico no trato urinário para cólicas na região ou infecções urinárias que provocam dor.

Urina amarela.
A cor normal da urina é amarela; as variações dessa tonalidade são provocadas por alterações metabólicas.

Urina de cor verde ou azul

Por incrível que pareça, esse líquido pode assumir uma cor verde-azulada com o uso de certos medicamentos. Em primeiro lugar, pode ser devido à amitriptilina. Esse é um antidepressivo que não é usado apenas para esse fim, sendo também indicado na fibromialgia e nas dores neuropáticas, entre outras condições.

Alternativamente, este tom pode ser uma consequência da indometacina. Esse medicamento é usado com muita frequência em pessoas com artrite reumatoide, gota aguda e outros distúrbios musculoesqueléticos.

O propofol, usado como parte da anestesia geral e para sedação, também foi registrado como gerador desse efeito adverso, pois pode tornar a urina esverdeada.

Medicamentos que deixam a cor da urina laranja

Às vezes, a cor laranja e avermelhada na urina são confundidas. Portanto, nesta categoria também podemos incluir medicamentos como rifampicina e fenazopiridina, pois algumas pessoas consideram que o tom adquirido é mais laranja do que vermelho.

Outro medicamento que pode fazer com que a urina fique laranja é a sulfassalazina. Esse é um anti-inflamatório frequentemente prescrito para tratar a colite ulcerativa ou a doença de Crohn. A nitrofurantoína, um antibiótico indicado para tratar infecções urinárias, e a vitamina B, também têm sido relacionadas a essa situação.

Outras alterações na cor da urina

Em algumas ocasiões, a urina pode escurecer e assumir uma cor amarela escura ou até mesmo acastanhada. Em primeiro lugar, isso pode ser devido ao uso de metronidazol. Esse é um antibiótico usado com frequência, pois é indicado para tratar vaginites e uretrites por Trichomonas.

Da mesma forma, esse medicamento é usado para tratar amebíase intestinal e a infecção por Clostridium perfringens. Por outro lado, os antimaláricos (medicamentos contra a malária) também fazem com que a urina fique marrom. Dentro deste grupo encontramos a cloroquina e a primaquina.

Amostra de urina amarela.
As bulas dos medicamentos costumam informar quando um dos efeitos adversos é a mudança na coloração da urina.

Lembre-se

A cor da urina costuma ser amarela e varia de intensidade dependendo do grau de hidratação que a pessoa apresenta. No entanto, muitos medicamentos podem fazer com que esse líquido assuma cores muito diferentes, como vermelho, azul ou até roxo.

O que devemos ter em mente é que, diante dessas mudanças, o ideal é sempre consultar um médico. Embora seja verdade que esse pode ser um efeito colateral benigno, também é uma indicação de que algo está errado com o corpo quando acontece por um longo período de tempo.

Se você estiver tomando um medicamento específico para uma patologia da qual sofre, o médico te informará sobre os possíveis efeitos adversos do tratamento, que podem incluir alterações na cor da urina. Da mesma forma, as bulas de medicamentos geralmente nos informam quando existe essa possibilidade.

This might interest you...
Alteração da urina: aspectos a serem considerados
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Alteração da urina: aspectos a serem considerados

Muitas são as causas de alteração da urina. Não hesite em consultar seu médico caso sofra algumas delas. Saiba mais aqui neste artigo.