Propriedades medicinais da salsa

28 de março de 2014
Além de proteger as células do envelhecimento, a salsinha nos oferece grandes quantidades de vitamina C e betacaroteno, que ajudam a fortalecer o sistema imunológico.

Antes de mais nada, salsa é uma planta conhecida há muitos anos, tanto como planta medicinal como tempero para ser utilizado na preparação de uma grande variedade de pratos. Ela é muito difundida mundialmente, pois possui uma grande quantidade de vitaminas e minerais. Ou seja, as propriedades medicinais da salsa são muitas.

Algo característico é que, entre suas principais propriedades, está a de ajudar a manter o hálito fresco e, como se fosse pouco, despertar o apetite. Mas fique atento, a salsa apresenta ainda mais benefícios!

As propriedades medicinais da salsa

De acordo com uma pesquisa realizada por vários pesquisadores e publicada na revista Journal of Traditional Chinese Medicinea salsa é uma planta medicinal com várias propriedades farmacológicas comprovadas, incluindo antioxidante, hepatoprotetora, neuroprotetora, antidiabética, analgésica, espasmolítica, imunossupressora, anticoagulante, laxativa, estrogênica, diurética, hipotensiva e anti-coagulante, além de atividades bacterianas e antifúngicas.

Em síntese, a salsa possui vitaminas e minerais que são muito importantes e benéficos para ajudar a prevenir e combater um grande número de doenças. Os usos mais conhecidos da salsa são os seguintes:

  • Em primeiro lugar, a salsa é uma erva que tem a capacidade de proteger o fígado e os intestinos de diferentes tipos de câncer. Dessa forma, suas propriedades anticancerígenas encontram-se em um de seus componentes conhecido como miristicina. Além disso, protege o cérebro ao prevenir tumores que podem aparecer a qualquer momento.
  • A salsa possui grandes propriedades estimulantes da digestão, é antiflatulenta e carminativa. Ajuda a expulsar o excesso de gases evitando a sensação de peso, também favorece o organismo a eliminar as toxinas que estão acumuladas, e principalmente, protege os rins ao impedir a formação de cálculos renais.
  • Possui poderosos agentes antioxidantes que protegem as células do envelhecimento. Permite manter a pele saudável, pois possui propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias, sendo de grande ajuda para todas aquelas pessoas que sofrem de acne, manchas e outros problemas relacionados.
  • Também é um grande alimento, já que traz minerais como o fósforo, cálcio, ferro e enxofre, além de grandes quantidades de vitamina C e betacaroteno, o qual é muito importante para fortalecer o sistema imunológico.

 Leia também: Conheça todas as incríveis propriedades do coentro!

O consumo de salsa ajuda a prevenir doenças!

propriedades medicinais da salsa

Entre as propriedades medicinais da salsa, estão:

  • Previne a anemia;
  • Previne e alivia infecções da bexiga;
  • É de grande ajuda para a digestão;
  • Mantém os rins saudáveis;
  • Evita o mau hálito;
  • É de grande ajuda no tratamento contra a artrite;
  • Limpa o sangue;
  • É um grande diurético natural;
  • Reduz a produção de gases;
  • Tem a capacidade de aliviar a indigestão;
  • Por fim, é um grande protetor e estimulante do sistema imunológico.

Leia também: Como cozinhar vegetais apetitosos

Então, como consumir a salsa?

Umas das formas adequadas de consumir a salsa é fresca, já que congelada ou seca pode perder muitas de suas propriedades curativas e nutricionais.

Os benefícios são obtidos quando comemos a salsa diretamente. Dessa forma, se for para tratar problemas digestivos e para eliminar o mau hálito, basta mastigar algumas folhas da planta.

Chá de salsa

Utilize 2 colheradas de salsa fresca em 2 xícaras de água fervendo, deixe repousar um pouco e, então, coe para depois beber. Pode-se tomar 2 vezes ao dia.

Batidas

Se você toma batidas ou vitaminas, este é um ingrediente ideal para agregar e desfrutar a qualquer hora do dia. Além disso, pode ser incorporado a todos os alimentos de consumo diário. 

  • Farzaei, M. H., Abbasabadi, Z., Ardekani, M. R. S., Rahimi, R., & Farzaei, F. (2013). Parsley: a review of ethnopharmacology, phytochemistry and biological activities. Journal of Traditional Chinese Medicine. https://doi.org/10.1016/S0254-6272(14)60018-2