Por que o desejo sexual aumenta no verão?

14 Abril, 2020
Em geral, o sol e o calor aumentam a produção e a secreção dos hormônios envolvidos no desejo sexual. Quer saber mais? Entenda por que a libido aumenta no verão a seguir.

Embora alguns países tenham um ditado que diz “A primavera o sangue altera”, esta parece não ser a época do ano mais propícia para o sexo. Neste artigo, vamos explicar por que o desejo sexual aumenta no verão.

Nessa estação, a libido fica mais intensa devido a várias circunstâncias que dividimos em dois grandes grupos: sociolaborais e fisiológicos.

Fatores sociolaborais que aumentam o desejo sexual no verão

Há uma grande variedade de fatores sociolaborais que podem influenciar o aumento do desejo sexual no verão. Por exemplo, temos mais tempo livre e menos obrigações relacionadas ao trabalho. As relações pessoais são aprimoradas e há mais oportunidades para reuniões. Outros fatores são:

  • Costumamos viajar e podemos vir a conhecer pessoas que despertem o nosso desejo sexual.
  • O incentivo de estar fora do nosso ambiente habitual nos torna mais ousados ​​e determinados, com menos inibições e preconceitos.
  • Existem grandes concentrações de pessoas: shows, praias, festas e muitos outros ambientes que são a oportunidade perfeita para o crescimento do desejo sexual.
  • Horários mais flexíveis que nos permitem relaxar sem pensar no despertador e prolongar a noite, deixando o desejo correr livremente.
  • As roupas mais frescas expõem partes do corpo que, em outras épocas do ano, permaneceriam escondidas.
Casal em piscina no verão
Tempo livre, reuniões sociais e roupas de verão podem influenciar o aumento do desejo sexual que ocorre nessa estação.

Fatores fisiológicos que favorecem o aumento do desejo sexual no verão

As funções orgânicas, na maioria das vezes, são reguladas, influenciadas ou moduladas pelo nosso sistema endócrino através dos hormônios. O mesmo acontece com o desejo sexual.

Em geral, o sol e o calor aumentam a produção e secreção dos hormônios envolvidos no desejo sexual, e isso explicaria por que o desejo sexual aumenta no verão.

Os raios solares têm a capacidade de gerar até 90% da vitamina D do organismo. Como aponta um estudo publicado no International Journal of Endocrinology, homens que têm quantidades suficientes dessa vitamina têm um nível mais alto de testosterona, o hormônio sexual masculino.

Leia também: Gravidez no verão, como lidar com as altas temperaturas?

Outros fatores fisiológicos são:

  • O estrogênio e a progesterona aumentam nos dias da ovulação e fazem com que as mulheres tenham um maior desejo sexual. Algo semelhante acontece sob a influência do calor e da luz solar.
  • Os níveis de serotonina, o “hormônio do prazer”, aumentam. Outro fator que influencia esse efeito, além do sol e do calor, é o exercício físico. Os exercícios físicos costumam ser praticados com mais frequência no verão.
  • Os feromônios, que influenciam o apetite sexual, também estão mais ativados no verão.
  • A ocitocina e as endorfinas também aumentam no verão, devido ao exercício, ao sol, e também ao calor.
  • O aumento das horas de luz solar faz com que os níveis de melatonina diminuam (um hormônio que regula os ciclos de sono e vigília) e, aparentemente, também contribui para o aumento da libido no verão.
  • O calor externo, por si só, é considerado o combustível da libido, pois favorece o aumento do calor interno que produz desejo.
  • Conforme destacado pela revista médica Duodecim em uma de suas publicações, a luz solar, ao afetar o estado de alerta e energia dos seres humanos, pode aumentar a atividade sexual.
Casal se olhando na cama
Segundo alguns estudos, a luz solar e a sua capacidade de gerar vitamina D no corpo favorecem o aumento da libido durante o verão.

O desejo sexual a partir do interior

O desejo sexual ativa áreas neuronais do cérebro que são desativadas depois de satisfeitas. A ativação e a inibição do desejo sexual ocorre no sistema límbico, regulado pelo hipotálamo, e tem sua atividade máxima em dias com mais horas de luz solar, como ocorre no verão.

O hipotálamo, além disso, é responsável pela modulação das emoções, batimentos cardíacos e pressão arterial. Ele faz parte das áreas do cérebro que regulam os efeitos emocionais dos eventos das nossas vidas, e que também podem influenciar o aumento do desejo sexual.

Além disso, o desejo pode surgir espontaneamente, sem qualquer intenção da nossa parte, por um estímulo externo ou, pelo contrário, o desejo pode ser estimulado pela evocação da nossa imaginação e fantasias.

Desejo sexual em mulheres e homens

Os mecanismos que desencadeiam o desejo sexual em homens e mulheres não se baseiam nos mesmos estímulos. Cada homem e mulher são únicos e, portanto, podem desenvolver diferentes mecanismos de desejo. De qualquer forma, em geral, eles têm algumas características dependentes do gênero.

O desejo sexual nas mulheres

O desejo nas mulheres tem um mecanismo mais complexo do que nos homens e, acima de tudo, muito mais nuances. É construído em tempo real, através de estímulos internos, como fantasias, ou estímulos externos, como carícias, beijos, etc.

O sentido da audição parece desempenhar um papel muito importante. Ele é estimulado por palavras, sussurros e suspiros. É influenciado de maneira importante pelo humor das mulheres. Já o estresse e a fadiga dificultam a excitação.

Você também pode se interessar: Transtorno do desejo sexual hipoativo em homens

O desejo sexual nos homens

No desejo masculino, os estímulos visuais são importantes, assim como a imaginação e as fantasias sexuais. Geralmente, aparece antes do encontro sexual e, portanto, este começa com um nível mais alto de excitação.

O desejo e a ereção costumam estar relacionados, sendo o primeiro o fator que a mantém, em geral, até a ejaculação.

Em resumo, estas são algumas das explicações a respeito de por que o desejo sexual aumenta no verão: o aumento da temperatura e das horas de sol influencia a síntese de hormônios e seus mediadores, melhora o humor e nos torna mais propensos a ter encontros de verão.

  • Brotto, L. A., & Smith, K. B. (2013). Sexual desire and pleasure. In APA handbook of sexuality and psychology, Vol. 1: Person-based approaches. https://doi.org/10.1037/14193-008
  • O., K., & L., V. (2013). [How does summer affect sexual desire?]. Duodecim; Lääketieteellinen Aikakauskirja129(13), 1375–1378. Retrieved from http://www.embase.com/search/results?subaction=viewrecord&from=export&id=L369646197
  • Tirabassi G, Sudano M, Salvio G, et al. Vitamin D and Male Sexual Function: A Transversal and Longitudinal Study. Int J Endocrinol. 2018;2018:3720813. Published 2018 Jan 8. doi:10.1155/2018/3720813