Pomada mentolada para a congestão

11 de julho de 2019
Ainda que existam alternativas comerciais, ao preparar sua própria pomada mentolada para aliviar a congestão, estará assegurando o uso de um produto natural e se certificará da qualidade dos ingredientes.

A congestão nasal é um sintoma comum em casos de resfriados, gripes, sinusite e alergias. Ainda que não seja um problema de saúde grave, o certo é que muitas pessoas sofrem muito com esse problema em sua rotina diária. Por isso, descubra nesse artigo uma receita mágica para aliviar a congestão de maneira natural. Apresentamos uma pomada mentolada que é preparada de forma rápida e simples.

Prove-a e suas vias respiratórias se limparão em poucos minutos!

Como se produz a congestão

A congestão está relacionada com uma inflamação e pode afetar diferentes órgãos ou partes do corpo. No entanto, neste artigo focaremos na congestão nasal, um sintoma muito frequente em resfriados, gripes e alergias que traz um grande incômodo para quem a sofre.

Este tipo de congestão provoca uma inflamação que limita ou até mesmo bloqueia a respiração através dos orifícios nasais. Não é, como muitas pessoas acreditam, por um excesso de muco, ainda que este possa ser outro sintoma simultâneo.

Para aliviar a congestão de maneira natural, portanto, é necessário um remédio que permita reduzir a inflamação e aliviar assim a obstrução nasal. Isso será obtido, principalmente, com dois óleos essenciais: menta e eucalipto.

Leia também este artigo: Como prevenir as alergias respiratórias? 6 dicas

Óleos de menta e eucalipto

Óleo de eucalipto contra a congestão

Os óleos essenciais são excelentes para preparar qualquer tipo de remédio medicinal caseiro. Estas essências puras são extraídas para serem utilizadas em sua máxima potência e efetividade, combinadas quase sempre com outros produtos como óleos ou géis.

No entanto, é bom assegurar-se de que sejam de qualidade e não essências sintéticas sem propriedades terapêuticas.

No caso da congestão, os dois óleos essenciais mais efetivos são:

  • Menta: a menta, com seu poder vasoconstritor, exerce um efeito refrescante que reduz a inflamação de maneira natural.
  • Eucalipto: o óleo que é extraído do eucalipto reduz a pressão nasal, elimina a mucosidade e desinflama as membranas para facilitar a respiração. Usa-se com frequência em nebulizações e inalações. 

Pomada mentolada

Ingredientes

Para preparar esta pomada mentolada serão necessários os seguintes ingredientes:

  • 4 colheres de óleo de coco (60 ml)
  • 2 colheres de gel de aloe vera (30 ml)
  • 10 gotas de óleo essencial de menta
  • 10 gotas de óleo essencial de eucalipto

Modo de preparo

Para preparar a pomada para a congestão siga os seguintes passos:

  • Primeiramente, quando a temperatura é inferior aos 23 ºC, o óleo de coco se solidifica. Portanto, nesse caso deverá esquentá-lo um pouco em banho maria até ficar líquido.
  • Em seguida, misture o óleo de coco com o gel de aloe vera e deixe esfriar um pouco até que esteja morno.
  • Adicione os dois óleos essenciais e misture bem para que os ingredientes se misturem bem.
  • Conserve em um frasco hermético. Não é necessário refrigerá-lo e pode ser mantido em boas condições por bastante tempo, sempre e quando não for exposto à luz ou ao calor.

Descubra ademais: Benefícios do óleo de menta para a saúde corporal

Como aplicar a pomada mentolada?

Congestão nos seios paranasais

  • Esta pomada é utilizada mediante uma massagem no pescoço. Desse modo, os óleos penetram através dos poros até chegar na corrente sanguínea.
  • Também pode-se aplicar uma pequena quantidade abaixo do nariz.
  • Caso sofra com uma congestão geral nas vias respiratórias, aplique-a também no peito e na zona alta da coluna.
  • Aplique a pomada fazendo círculos até fazer calor na pele, durante 2 ou 3 minutos, com uma intensidade média.
  • Caso tenha mucosidade nos brônquios, pode-se completar o tratamento realizando fisioterapia respiratória, através de “tapinhas” tanto no peito como nas costas.

Outros conselhos

Para que este remédio seja efetivo, recomendamos seguir também estes conselhos:

  • Beber todos os dias, pelo menos, dois litros de água fora das refeições.
  • Reduzir ou evitar o consumo de farinhas e lácteos durante a congestão.
  • Sempre há uma relação entre a congestão e o intestino. Por isso, pode-se melhorar a saúde intestinal com suplementos de probióticos para regenerar a flora bacteriana. Do mesmo modo, também é bom aumentar o consumo de alimentos ricos em fibras (frutas, verduras, legumes, cereais integrais, frutos secos e sementes).