Para que serve o soro fisiológico?

10 de maio de 2020
O soro fisiológico é uma substância simples, mas muito eficiente. Ele tem múltiplos usos na medicina e até salva vidas quando a desidratação é um fator de risco. Saiba mais neste artigo.

O soro fisiológico também é conhecido como solução salina ou soro salino. É uma preparação simples que pode até mesmo ser feita em casa. Embora tenha sido questionada, sua utilidade na medicina é praticamente indiscutível. Você saberia dizer para que serve o soro fisiológico?

A solução salina é, na verdade, uma solução de água e sal. Aí reside a sua simplicidade e a possibilidade de prepará-la em casa. A concentração da solução é de 0,9%, o que faz com que ela tenha a mesma concentração de dissolução que o sangue humano.

Ao igualar as concentrações, pode-se dizer que é uma preparação isotônica. Isso significa que o sangue e a solução salina têm a mesma concentração. Devido a essa característica, o soro pode ser usado com segurança no corpo humano.

A preparação foi inventada em 1896. Foi o cientista holandês Hartog Jacob Hamburger que a preparou para ser usada em pesquisas de processos de hemólise. O seu inventor não pretendia dar a ela um uso medicinal. Com o tempo, no entanto, o soro adquiriu essa indicação.

Para que serve o soro fisiológico?

O soro fisiológico tem muitas aplicações. Ele pode ser usado ​​externamente no corpo, mas também internamente, ao ser injetado no sistema circulatório. Vejamos os usos mais frequentes a seguir:

  • Lavagem ocular e de lentes de contato: para esse uso, sugere-se que o líquido seja estéril, para que nem o olho nem as lentes sofram uma contaminação bacteriana. A solução salina para os olhos geralmente vem em pequenos frascos disponíveis nas farmácias.
  • Limpeza de feridas: um dos líquidos amplamente utilizados para limpar feridas é o soro fisiológico. Juntamente com outras preparações antissépticas, ajuda a prevenir infecções.
  • Uso nasal: pode ser usado através de seringas ou inaladores para nariz entupido ou presença de muco no trato respiratório superior. A água salina elimina secreções por meio da gravidade. Também é indicado para pacientes que sofrem de rinite e congestão nasal devido a alergias. Não só as secreções são retiradas, mas também as substâncias alergênicas. Finalmente, após a cirurgia nasal, o médico recomenda o uso do soro como parte da antissepsia que deve ser feita.
  • Hidratação: quando o corpo humano está desidratado ou hipotenso devido à perda de líquidos, a solução salina é um bom substituto inicial para o que foi perdido. Em geral, nesses casos, é administrado por via intravenosa com uma velocidade elevada de reposição. Assim, é útil em casos de gastroenterite intensa, hemorragias profusas e queimaduras extensas.
  • Nebulização: a preparação pode ser usada em dispositivos nebulizadores para criar um ambiente úmido que entre nas vias aéreas. Gripe, sinusite e bronquite podem se beneficiar do tratamento.
Para que serve o soro fisiológico?

Leia também: Alimentos ricos em água para deter a desidratação

Formas de apresentação

O soro fisiológico pode ser obtido de diferentes maneiras:

  • Ampolas: são pequenas e estéreis enquanto fechadas. Vêm com a possibilidade de serem transportadas para qualquer lugar com facilidade. Uma vez abertas, perdem sua condição estéril, mas sua quantidade é tão pequena que acaba sendo usada em uma única vez.
  • Gotas: apresentação para uso ocular e nebulização.
  • Spray: essa forma de venda ao público é oferecida em farmácias, possivelmente com a intenção principal de promover a lavagem nasal. Tem a vantagem de poder ser levada para qualquer lugar.
  • Garrafas: são apresentações grandes, para outros usos que exigem maiores volumes de líquido, como para lavar uma ferida ou queimadura.
  • Recipientes endovenosos: com diferentes mililitros, são utilizados em ambientes hospitalares. O recipiente é acoplado a uma extensão, que é um tubo com uma seringa na extremidade, inserida na veia do paciente. Dessa forma, o paciente internado pode ser hidratado e a administração de medicamentos através da solução salina fica mais fácil.
Para que serve o soro fisiológico?
O soro fisiológico está disponível em diferentes apresentações. A escolha entre uma opção ou outra depende muito do uso que será feito.

Não perca: Lavagem nasal: 3 maneiras de fazê-la

Fórmula caseira para preparar o soro fisiológico

Como falamos inicialmente neste artigo, a solução salina pode ser fabricada em casa. Pode ser útil fazer isso para algo específico, como limpar uma cicatriz que foi desinfetada anteriormente e está cicatrizando. Lembremos que o soro que preparamos em casa não é estéril.

Para criar a fórmula, coloque uma colher de chá de sal comum em 250 centímetros cúbicos de água. A mesma proporção deve ser seguida para fazer mais, se necessário. Em seguida, a preparação pode ser armazenada em frascos limpos. Dura 48 horas. Após esse período, a solução deve ser descartada.

Pode ser armazenada em temperatura ambiente ou na geladeira. Não foi observado que uma ou outra metodologia possa prolongar a vida útil. Devemos considerar que a temperatura ambiente a que se faz referência é o clima temperado, não o tropical nem o calor extremo.

Então, agora que você sabe para que serve o soro fisiológico, você pode usá-lo sem medo se for necessário. É uma solução muito útil e simples que, em casos extremos, é capaz de salvar vidas.

  • Silva, L. Dopico, and F. Oliveira Tinoco. “Recomendaciones para el empleo de solución salina 0, 9% en catéteres venosos periféricos.” Enfermería Global 6.2 (2007).
  • Trujillo-Zea, Jorge Alejandro, Natalia Aristizábal-Henao, and Nelson Fonseca-Ruiz. “Lactato de Ringer versus solución salina normal para trasplante renal. Revisión sistemática y metaanálisis.” Revista Colombiana de Anestesiología 43.3 (2015): 194-203.
  • Rojas, César A. “La solución salina fisiológica y su alta concentración de cloruro.” Ciencia e Investigación 22.1 (2019): 27-30.