Oximetazolina oftálmica: o que é e quais os efeitos

15 Setembro, 2019
A oximetazolina oftálmica é indicada para o alívio sintomático do olho vermelho. No entanto, tem efeitos adversos e interações que você deve conhecer.
 

A oximetazolina oftálmica é um fármaco simpaticomimético, de ação direta com atividade α-agonista. Em suma, produz uma vasoconstrição pela ação direta do fármaco sobre os receptores α-2a do endotélio vascular.

Além disso, é administrada de forma tópica no olho para provocar uma vasoconstrição local nos vasos sanguíneos conjuntivais. Caracteriza-se por um rápido início de ação, que começa em poucos minutos.

No entanto, o efeito tem uma duração relativamente longa, de seis ou mais horas. Ademais, tem uma tendência baixa ao efeito sanfona da congestão.

Indicações da oximetazolina oftálmica

Mulher usando colírio

Este medicamento está indicado para o alívio sintomático do olho vermelho. Por isso que é usado quando existem irritações oculares leves, causadas por alergias, fatiga ocular ou fatores irritantes, entre outros.

Por outro lado, em adultos e em crianças maiores de 6 anos, a posologia é de uma ou duas gotas a cada oito horas no saco conjuntival afetado. Para a correta administração, deve separar as pálpebras e pingar uma gota dentro da pálpebra inferior, enquanto olha para cima.

Ainda mais, é aconselhado não tocar com o gotejador no olho nem nos dedos. Ademais, mantenha o olho aberto e não pisque durante alguns segundos. Contudo, se ao final de três dias de tratamento, os sintomas persistirem, deve parar com a aplicação das gotas e procurar um médico.

 

Quando a oximetazolina é contraindicada?

Olho com glaucoma

A oximetazolina é contraindicada nos casos de hipersensibilidade a este princípio ativo, a algum dos excipientes da formulação ou a outros simpaticomiméticos.

Tampouco está indicada para pacientes com glaucoma de ângulo fechado ou nas pessoas que tenham predisposição a tê-lo. Da mesma forma, não está indicado para pacientes hipertensos não controlados, com doenças cardiovasculares, hiperglicemia, assim como hipotireoidismo.

Quais precauções tomar durante o uso da oximetazolina?

O uso frequente ou prolongado pode gerar uma maior absorção do fármaco, com possíveis efeitos sistêmicos. Por isso, há que se ter especial cuidado nos pacientes que se enquadram em alguma das seguintes situações:

  • Aqueles que sofrem com angina de peito ou que estão em tratamento com digoxina.
  • Pacientes em tratamento com antidepressivos
  • Hipertensos que tomam metildopa.
  • Pacientes que tomam fenotiazina.
  • Doenças de próstata.
  • Inflamações graves no olho.
  • Menores de 18 anos.

Além disso, os pacientes que abusam da oximetazolina oftálmica podem chegar a ficar dependentes do medicamento para aliviar sua congestão crônica. Por outro lado, caso utilize lente de contato, deverá retirá-las antes de utilizar este composto e esperar uns 15 ou 20 minutos.

 

Em situações de gravidez e lactação, não se sabe se a oximetazolina pode causar dano fetal. Além disso, também não existe informação se a substância é secretada junto com o leite materno, portanto, é bom considerar a possível absorção sistêmica.

Descubra ademais: Olhos saudáveis: como consegui-los?

Efeitos secundários da oximetazolina oftálmica

Mulher pingando colírio de oximetazolina oftálmica

Com o uso da oximetazolina foram notificados efeitos adversos ocasionais como irritação e dor ocular. No entanto, as doses excessivas ou muito frequentes podem produzir absorção sistêmica e gerar uma estimulação excessiva do sistema nervoso central ou uma depressão paradoxal, colapso cardiovascular, choque e, até mesmo, coma.

Ainda, pode causar inibição das funções do sistema nervoso central, como sonolência, redução da temperatura corporal, hipotensão, apneia e perda da consciência.

Leia também: Por que temos derrames oculares?

Interações farmacológicas

Existem interações farmacológicas em situações como, por exemplo:

  • Pessoas que estejam tomando, ou tenham tomado durante as duas últimas semanas, antidepressivos tricíclicos, inibidores da monoaminoxidase ou metildopa.
 
  • Pacientes que se encontram em tratamento com fenotiazina ou medicamentos para tratar a asma, como os broncodilatadores adrenérgicos.
  • Quando se utilize outro colírio ao mesmo tempo: nestes casos, é necessário esperar no mínimo 5 minutos entre as duas administrações.

Por fim, cabe mencionar que, uma vez aberta a embalagem, não deverá usá-la após 28 dias. Por outro lado, para sua correta conservação, evite a exposição à luz e às temperaturas superiores aos 28 graus.

Conclusão

A oximetazolina oftálmica é usada para o alívio dos sintomas do olho vermelho. Além disso, aconselha-se seu uso durante dois ou três dias. Não ocorrendo melhora após estes dias, procure um profissional de saúde.

 
  • Flores Valdez, N. (2013). EndotElina-1: vasoconstrictor intrínseco del endotelio vascular EndothElin-1: intrinsic vasoconstrictor vascular endothelial. REVISTA.

  • Montalvo, R. V. (2001). Artículo de Revisión IRRITACIÓN OCULAR : MODELOS ALTERNATIVOS. Rev Cubana Farm.

  • (2001). Irritación ocular: Modelos alternativos. Revista Cubana de Farmacia.