Os melhores alimentos pós-treino

29 Julho, 2019
Depois de praticar esportes é importante cuidarmos de nossa alimentação para otimizar o trabalho realizado. Assim, existem alimentos que podem ser ideais para recuperar a energia perdida. 

Para determinar os melhores alimentos pós-treino, devemos atender às nossas necessidades. Isso significa que não será recomendado o mesmo alimento para quem quer perder peso, e para alguém que queira aumentar sua massa muscular.

Portanto, os alimentos para consumir depois de praticar esportes que vamos mencionar serão específicos, em alguns casos, para aqueles que têm alguns objetivos ou outros. Vamos ver quais são os alimentos mais recomendados para depois da prática de exercício.

Alimentos pós-treino ricos em proteínas

Os melhores alimentos pós-treino: ovos

Um dos melhores alimentos pós-treino será aquele que é rico em proteína. As proteínas são muito importantes para aumentar a massa muscular e reduzir a gordura. Este componente pode ser encontrado em alimentos como ovos ou frango. Portanto, uma refeição contendo esses ingredientes será muito benéfica após o exercício.

No entanto, nos casos em que você deseja aumentar a massa muscular de uma forma mais eficaz, podem nos ajudar os batidos de proteína. No entanto, sempre temos que procurar as marcas que nos oferecem um produto da mais alta qualidade possível.

Apesar disso, sempre que podemos obter as proteínas que nosso corpo necessita através dos alimentos, é melhor que utilizemos e priorizemos essa opção. Devemos tentar evitar produtos processados ​​o máximo possível.

Leia este artigo: Os piores alimentos que você pode comer e suas alternativas mais saudáveis

Alimentos pós-treino ricos em carboidratos

Outros tipos de alimentos para consumir depois de praticar esportes são aqueles que são ricos em carboidratos. Os carboidratos também ajudam muito a aumentar a massa muscular. Agora, quais alimentos podem nos proporcionar isso de maneira saudável? Aqui estão algumas opções:

  • Quinoa: Fornece uma grande quantidade de vitaminas e minerais, além de ser rica em proteínas. Por tudo isso, é essencial para uma boa recuperação após o exercício físico.
  • Bananas: os carboidratos que esta fruta contém são de “absorção rápida”. Isso significa que ajudam a restaurar os níveis de glicogênio, e reparar os músculos de maneira rápida.
  • Húmus: É uma opção muito rica e saudável, ao mesmo tempo que proporciona muita energia. Podemos acompanhá-lo com palitos de cenoura ou pão sírio, por exemplo.
  • Manteiga de Amendoim: Sempre será melhor se conseguirmos fazê-la nós mesmo e, se a comprarmos, devemos ter certeza da qualidade de seus ingredientes. Duas colheres médias por dia é o valor recomendado.
  • Aveia: Consumir aveia sem açúcar e o mais puro quanto possível é muito benéfico, para a recuperação após os exercícios. Podemos acompanhá-la com um iogurte (sem açúcar) ou um pouco de leite (de aveia, amêndoas, coco…).

Muitas pessoas acreditam que os carboidratos são ruins ou que ajudam a ganhar peso. Isso acontece se excedermos o consumo deles. No entanto, se defendermos um consumo responsável e respeitarmos os valores recomendados, poderemos manter o peso desejado ou inclusive perder peso, se é isso que estamos buscando.

Recomendamos que você leia também: 7 alimentos que não podem faltar na sua cozinha se quiser perder peso

Frutas e frutos secos

Aveia com leite

Os últimos alimentos a consumir depois de praticar esportes são as frutas e frutos secos. Há uma grande variedade desses dois elementos, para que possamos escolher aqueles que mais gostamos.

As frutas são muito boas, pois nos ajudarão a recuperar as vitaminas e, além disso, nos fornecerão ainda mais água do que poderíamos beber. Lembre-se que a hidratação antes, durante e depois do esporte é essencial.

Por outro lado, os frutos secos nos ajudarão a recuperar a energia gasta durante o exercício físico. O melhor é combinarmos os frutos secos, por exemplo, misture amêndoas e nozes. Um punhado modesto de frutos secos é a quantidade diária recomendada.

Como podemos ver, há uma grande variedade de alimentos que podemos consumir depois da prática de esporte. É ideal que o façamos, pois se não comemos nada, isso fará com que na próxima refeição que fizermos venhamos a ingerir mais quantidade do que a devida.

Em conclusão, lembre-se também, de que esses alimentos devem ser consumidos com moderação, por mais saudáveis ​​e bons para nossa saúde que sejam. Para isso, fazer pequenas refeições por dia será algo extremamente importante e recomendado.

 

  • Stark, M., Lukaszuk, J., Prawitz, A., & Salacinski, A. (2012). Protein timing and its effects on muscular hypertrophy and strength in individuals engaged in weight-training. Journal of the International Society of Sports Nutrition, 9(1), 54. https://doi.org/10.1186/1550-2783-9-54
  • Morton RW, Murphy KT, McKellar SR, et al. A systematic review, meta-analysis and meta-regression of the effect of protein supplementation on resistance training-induced gains in muscle mass and strength in healthy adults [published correction appears in Br J Sports Med. 2020 Oct;54(19):e7]. Br J Sports Med. 2018;52(6):376-384. doi:10.1136/bjsports-2017-097608
  • Kerksick CM, Arent S, Schoenfeld BJ, Stout JR, Campbell B, Wilborn CD, Taylor L, Kalman D, Smith-Ryan AE, Kreider RB, Willoughby D, Arciero PJ, VanDusseldorp TA, Ormsbee MJ, Wildman R, Greenwood M, Ziegenfuss TN, Aragon AA, Antonio J. International society of sports nutrition position stand: nutrient timing. J Int Soc Sports Nutr. 2017 Aug 29;14:33. doi: 10.1186/s12970-017-0189-4. PMID: 28919842; PMCID: PMC5596471.
  • Graf, B.L., Rojas‐Silva, P., Rojo, L.E., Delatorre‐Herrera, J., Baldeón, M.E. and Raskin, I. (2015), Innovations in Health Value and Functional Food Development of Quinoa (Chenopodium quinoa Willd.). COMPREHENSIVE REVIEWS IN FOOD SCIENCE AND FOOD SAFETY, 14: 431-445. doi:10.1111/1541-4337.12135
  • K. P. Sampath Kumar; Debjit Bhowmik; S. Duraivel; M. Umadevi. 2012. Traditional and Medicinal Uses of Banana. Journal of Pharmacognosy and Phytochemistry. https://www.phytojournal.com/vol1Issue3/Issue_sept_2012/9.1.pdf
  • Lusas, E.W. (1979), Food uses of peanut protein. J Am Oil Chem Soc, 56: 425-430. doi:10.1007/BF02671530
  • San-Millán I, Brooks GA. Assessment of Metabolic Flexibility by Means of Measuring Blood Lactate, Fat, and Carbohydrate Oxidation Responses to Exercise in Professional Endurance Athletes and Less-Fit Individuals. Sports Med. 2018 Feb;48(2):467-479. doi: 10.1007/s40279-017-0751-x. PMID: 28623613.
  • Alghannam AF, Gonzalez JT, Betts JA. Restoration of Muscle Glycogen and Functional Capacity: Role of Post-Exercise Carbohydrate and Protein Co-Ingestion. Nutrients. 2018 Feb 23;10(2):253. doi: 10.3390/nu10020253. PMID: 29473893; PMCID: PMC5852829.
  • Eva Gimeno. 2002. Frutos secos y salud. Offarm. https://www.elsevier.es/es-revista-offarm-4-articulo-frutos-secos-salud-13041300