Os 10 pensamentos negativos mais comuns

Os pensamentos negativos são uma das formas de expressar desconforto, mas ao mesmo tempo provocam outros incômodos. É importante aprender a identificá-los para interromper o ciclo.
Os 10 pensamentos negativos mais comuns

Última atualização: 28 Novembro, 2021

Pensamentos negativos comuns e frequentes atuam como combustível para o desconforto psicológico e até físico. A questão mais complexa é que geralmente eles são incorporados à vida de forma inconsciente, e se repetem de forma automática. Portanto, se eles não forem detectados e removidos, exercerão uma grande influência na vida do indivíduo.

O que os pensamentos negativos fazem é aumentar a ansiedade, o medo, a raiva e a depressão. Juntos, eles configuram um estado de desconforto contínuo que não apenas piora o humor, mas também o trabalho e as relações interpessoais.

Outro efeito dos pensamentos negativos é favorecer um gasto desnecessário de energia. Com isso, eles roubam a vitalidade da pessoa.

Identifique os pensamentos negativos

Um dos aspectos mais complexos dos pensamentos negativos é o fato de que eles costumam estar muito bem camuflados. Às vezes são chamados de perfeccionismo, realismo, senso crítico ou milhares de outros nomes. No entanto, no fim das contas eles ainda são ideias destrutivas sobre si mesmo ou sobre o mundo.

Como identificar esses pensamentos destrutivos e remover o disfarce que eles possuem? Estas são algumas das  características que tais pensamentos apresentam:

  • São repetitivos. Eles sempre obedecem ao mesmo esquema: “Se eu tivesse feito X, Y não teria acontecido”.
  • Possuem uma aparência de realidade. Esses pensamentos não são simples ou mirabolantes, pois possuem uma estrutura lógica.
  • A parte e não o todo. Eles se concentram na parte negativa: o erro, a falta, o problema. Eles não abrangem um todo, apenas a parte menos atrativa desse todo.
  • Ocorre supergeneralização. De cada situação específica negativa, uma conclusão geral é tirada sem informação adicional.
  • Conclusões sem raciocínio. Os pensamentos negativos não são resultado de uma reflexão serena, pois surgem de forma apressada.
  • Visão de catástrofe. O indivíduo prevê que tudo acabará mal.
  • Personalização e culpabilização. Por um lado, acredita-se que tudo tem a ver com a própria pessoa. Se chove, “é só porque eu ia passear”, como se o universo conspirasse contra.
  • Idealismo e o que deve ser. O modelo ideal do dever ser é usado para julgar o resto. Portanto, nada se encaixa nesse esquema fictício e surge um sentimento de frustração.

Em geral, os pensamentos negativos atuam como preconceitos. Eles são construídos com base em crenças sem muito fundamento, que se alimentam ao ignorar todas as evidências que os contradigam, mantendo esses pensamentos ao longo do tempo, sem questionar sua validade.

Pensamentos negativos em um homem.
Os pensamentos negativos se repetem e podem se tornar obsessivos.

Os pensamentos negativos mais comuns

O repertório de pensamentos negativos na verdade não é muito amplo. Eles podem se resumir em tenho pouco valor, o mundo é um lugar ruim e tudo vai dar errado. No entanto, esses três eixos assumem muitas faces.

1. O que as pessoas dirão sobre mim?

Este é um dos pensamentos negativos mais frequentes. Em geral, ele se manifesta como a ideia de que todos não apenas estão cientes do que o indivíduo faz, mas também veem as suas atitudes com maus olhos. Portanto, eles estariam prontos para criticar e apontar qualquer aspecto negativo. Assim as coisas e as pessoas provocam apreensão e medo.

2. Tudo ou nada

Corresponde aos pensamentos e julgamentos que buscam colocar a realidade em termos extremos. Ver coisas assim acaba justificando um olhar catastrófico da vida.

Levam a reflexões do tipo “tenho um bom emprego, mas meu relacionamento é um desastre. Não se pode ter tudo”. Desta forma, qualquer aspecto positivo que exista é manchado.

3. O fracasso me espera

Isso tem a ver com os pensamentos negativos que se expressam como uma expectativa de fracasso. “Não importa o quanto eu me esforce, nunca é o suficiente” ou “eu consegui, mas não era realmente tão importante.” É fixada a ideia de que, ganhando ou perdendo, de qualquer maneira existe o fracasso.

4. Uma dificuldade não é uma dificuldade; é uma tragédia

Refere-se a todos os pensamentos que jogam sal na ferida ou sobredimensionam um problema. Geralmente estão relacionados à ideia de um suposto destino horrível que se esconde.

5. Há algo de errado comigo

O desconforto que isso causa e que ao mesmo tempo é alimentado por pensamentos negativos geralmente tem origem em uma opinião desdenhosa e até cruel sobre si mesmo. Existe a convicção secreta de que há algo errado com o próprio indivíduo.

6. Não tenho tempo

O não tenho tempo é uma ladainha que serve para eludir a própria essência. Há tempo para tudo, exceto para o que o indivíduo gosta ou deseja, ou para o que lhe proporciona satisfação e bem-estar.

O indivíduo impõe a si mesmo a ideia é  de que o tempo deve ser usado apenas para o dever e nunca para o querer, e nenhum esforço é feito para conciliar os dois.

7. Não tenho força suficiente

Quando alguém se deixa levar pela ideia de que é muito fraco, isso se torna um pretexto luxuoso para nem tentar. Ao mesmo tempo, por não tentar, se fortalece a ideia de incapacidade. Com isso, é criado um círculo vicioso em que sempre gira em torno da frustração.

8. O mundo é um lugar horrível

Nesse caso, a supergeneralização predomina. A parte é julgada como o todo. É fato que existem realidades horríveis no mundo, mas dizer que tudo o que acontece é horrível não é verdade.

O que acontece nesses casos é que a pessoa opta por focar no que há de mais negativo para alimentar a posição existencial com a qual se identifica. Mas, ao mesmo tempo, isso a machuca.

9. Isso só acontece comigo

Este é um dos pensamentos negativos mais comuns. Parte-se da ideia de que os outros têm algo de que a pessoa precisa.

Na verdade, é o contrário: falta algo que se tem. Esse algo é a tendência de ver o pior ângulo das coisas e a face mais negativa em todas as situações.

10. O que mais poderia se esperar de alguém como eu?

Esse tipo de pensamento mascara um forte sentimento de culpa. Faz parte da falta de afeto que experimentamos por nós mesmos.

Diante de um erro, dificuldade ou perda a pessoa castiga a si mesma, pois sente que o ocorrido é apenas mais uma prova de suas falhas ou incapacidade.

Pensamentos negativos em uma mulher.
Quando os pensamentos negativos estão presentes é difícil seguir em frente e atingir metas, porque a pessoa sempre acredita que não é capaz.

Evitando pensamentos negativos: a técnica dos três Cs

Os pensamentos negativos mais comuns e recorrentes não são fáceis de evitar; em particular, porque na maioria das vezes são automáticos e passam despercebidos. O que não passa despercebido é o efeito provocado por eles.

Existe uma técnica conhecida como os três Cs, que pode ser útil para acabar com este tipo de pensamentos:

  • Captar: detectar os pensamentos que passam pela cabeça quando nos sentimos ansiosos ou deprimidos. O ideal é escrevê-los.
  • Checar: analisar esses pensamentos de forma crítica. Quão verdadeiros eles são?
  • Cortar: trata-se de pensar de forma diferente sobre o assunto. Ao encontrar uma nova perspectiva, os pensamentos negativos são interrompidos.

Os pensamentos negativos comuns não surgem do nada

Os pensamentos negativos não existem por capricho. Eles estão presentes porque são provenientes de um passado no qual foram incubados, estabelecidos e alimentados. O que não foi resolvido nesse passado que agora assume a forma de tais pensamentos?

Não é fácil se livrar dessas premissas, por mais incômodas que elas sejam. Elas tampouco são mantidas de forma deliberada. É possível tentar detectar os pensamentos negativos e eliminá-los. Se isso não funcionar, talvez seja melhor procurar a ajuda de um profissional para encontrar as raízes do problema.

Pode interessar a você...
Aprenda a eliminar os pensamentos negativos
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Aprenda a eliminar os pensamentos negativos

Neste artigo falaremos sobre como aprender a eliminar os pensamentos negativos. Se eles fazem parte da sua vida, não perca essas dicas!



  • Mateu-Martínez, O., Piqueras, J. A., Rivera-Riquelme, M., Espada, J. P., & Orgilés, M. (2014). Aceptación/rechazo social infantil: relación con problemas emocionales e inteligencia emocional. Avances en Psicología, 22(2), 205-213.
  • Magán Uceda, I., Sanz, J., & García Vera, M. P. (2011). Pensamientos negativos de ira-hostilidad e ira rasgo: ¿una relación moderada por la depresión?
  • Vindel, Antonio Cano. “Ansiedad, estrés, emociones negativas y salud.” Atrapados por el estrés (2010).