Descubra como fazer e usar o óleo de lavanda

O aroma do óleo de lavanda pode despertar várias sensações e nos oferece inúmeros benefícios. Conheça-os a seguir.

O óleo de lavanda é um dos mais utilizados, tanto na medicina quanto na indústria cosmética, pelas suas propriedades terapêuticas. Seu potencial já era conhecido desde a antiguidade, e hoje, por causa das pesquisas científicas, descobrimos muitos outros benefícios.

A sua característica cor roxa é uma dos aspectos que torna o óleo de lavanda tão especial. Além disso, trata-se de um dos óleos puros e naturais usados para massagens e vários tratamentos de aromaterapia.

Como fazer óleo de lavanda?

A lavanda é uma planta aromática e estimulante que ajuda a combater as cólicas, distúrbios digestivos, problemas de origem nervosa, entre outros.

O óleo de lavanda pode ser obtido em perfumarias ou lojas de produtos naturais, mas costuma ser muito caro. Os mais baratos são muito fracos, com muito pouca concentração do produto. Por isso, é recomendado preparar o óleo de lavanda em casa. Trata-se de um processo simples e de baixo custo que lhe permite ter o óleo sempre à mão, obtendo o máximo de benefícios.

Materiais

Lavanda

  • Flores secas de lavanda
  • Azeite de oliva ou óleo de girassol
  • 1 potinho de vidro

Como fazer

  • Num frasco de vidro, deixe as flores de lavanda macerando ao sol durante 3 dias, junto com o azeite de oliva.
  • Depois de 3 dias, agite o conteúdo e passe a mistura para outro frasco, usando um coador fino ou filtro de café.
  • Já está pronto para usar e desfrutar.

Lembre-se de que os óleos essenciais nunca devem ser ingeridos.

É melhor fazer um teste prévio, colocando algumas gotas em um algodão e massageando no antebraço. Essa é a melhor maneira de saber se somos alérgicos ao produto.

O óleo pode ser utilizado para fazer massagens nas têmporas, em caso de dor de cabeça, ou em massagens relaxantes em todo o corpo.

Benefícios do óleo de lavanda para a beleza

Beleza da pele

Hidratar a pele ao acordar e antes de dormir

O óleo de lavanda suaviza a pele, pois faz com que pareça mais macia e jovem. É por isso que empresas de cosméticos o escolhem para fabricar vários produtos.

Muitas vezes o óleo de lavanda é comparado ao óleo de rosa mosqueta, por suas propriedades e aroma.

O óleo de lavanda previne rugas e ajuda a atenuar os sintomas do envelhecimento da pele, já que possui uma grande capacidade regeneradora. É um ingrediente importante para ativar o tecido celular, por seu grande poder hidratante.

Beleza para o cabelo

Regenera o couro cabeludo, revitalizando o cabelo danificado e castigado pelo sol. Os fios tratados com óleo de lavanda podem recuperar o brilho e a saúde. Existem muitos xampus no mercado e produtos para alisar os fios feitos com óleo de lavanda. Também pode-se aplicar o óleo essencial sobre o cabelo após lavar com o xampu habitual.

Benefícios terapêuticos

Combate a ansiedade e acalma os nervos

Mulher pensativa, ansiosa

É um dos principais óleos com propriedades relaxantes e calmantes. A maneira mais comum de utilizá-lo é inalar seu aroma em um queimador de essências, ou adicionar algumas gotas do óleo na água do banho. Seu uso melhora a qualidade do sono e diminui os sintomas da insônia.

Antisséptico

O óleo de lavanda pode ser usado para tratar infecções da pele por ter uma grande capacidade de combater vírus e bactérias. Também funciona para tratar queimaduras ou qualquer tipo de infecção.

Analgésico

O óleo de lavanda tem a capacidade de reduzir a dor e a inflamação, quando as mesmas são causadas por problemas dermatológicos.

Anti-inflamatório

Senhora com dor no joelho

Reduz qualquer sintoma causado por infecção ou congestão sanguínea, portanto, é utilizado para as queimaduras.

Problemas respiratórios

O óleo de lavanda pode ajudar a aliviar problemas respiratórios, como gripe, resfriado, infecções de garganta, tosse, asma. Podemos aplicar o óleo sobre o pescoço ou as costas ou inalar seus vapores.

Aplicações e usos

  • Coloque algumas gotas de óleo na água da banheira para aliviar as dores musculares.
  • Serve também para massagear a pele e aliviar dores musculares ou articulares. Combate ainda problemas de pele, como acne, queimaduras e feridas.
  • Recomenda-se também inalar ou vaporizar o óleo. Para isso, basta adicionar algumas gotas a um recipiente com água quente e respirar o vapor.
  • Pode ser utilizado para hidratar as mãos e os pés. Basta adicionar uma gota em um recipiente com água morna e deixar as mãos e os pés de molho. Isso acalma a dor e a inflamação.
  • Pode ser usado como compressa: mergulhe uma toalha em um recipiente com água e adicione algumas gotas de óleo de lavanda. Aplicar em caso de entorses ou lesões musculares.

Recomendações

  • É utilizado diluído ou em aromaterapia.
  • Não é recomendável o seu uso em crianças.
  • Não esfregar os olhos e mucosas com o óleo.
  • Você deve experimentar antes de usá-lo, aplicando uma gota de óleo de lavanda no braço para saber se é alérgico.
  • As mulheres grávidas e que estejam amamentando devem evitar este óleo.
Recomendados para você